[8on8] 8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonar



Vai passar pelo centro da Itália de carro? Ou quer uma opção diferente para uma viagem pela velha bota? Neste 8on8 mostrarei 8 cidades desconhecidas do centro da Itália que eu tenho certeza que você irá se apaixonar

a7417d7ccf00264e55bde2e6709ca613 [8on8] 8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonarEu sou suspeita, concordo, mas para mim a Itália é o único lugar no mundo onde temos cidades encantadoras além daquelas turísticas e famosonas.

Centro, norte e sul….
Cada cantinho tem uma cidadezinha que vale a pena dar uma parada e admirar. Tanto que criaram anos atrás um guia e premiação para os vilarejos desconhecidos mais lindos do país (I borghi più belli d’Italia).

Ano passado escrevi um 8on8 com 8 cidades da Basilicata, no sul da Itália e agora irei mostrar 8 cidades desconhecidas da Umbria e dos Marches, região do centro da Itália (porque certamente você já ouviu falar de Assis, certo?)

Salve este post no Pinterest para encontrá-lo quando precisar! 😉

Vamos lá. Desta vez a ordem é por favoritismo:


8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonar

#1 Gubbio

cidades desconhecidas do centro da Itália Gubbio [8on8] 8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonar
O teatro romano de Gubbio

Sem sombra de dúvida, a mais interessante do centro Itália, mais precisamente na Umbria, tanto que sofri muito para escolher de qual parte da cidade seria a minha fotinho. Diria que Gubbio merece um post (quem sabe um dia farei).

De interessante na cidade temos a Área Arqueológica da Guastuglia (Area archeologica della Guastuglia) com as ruínas do teatro romano.

Na parte baixa da cidade temos a dolorosa praça dos 40 mártires (Piazza dei Quaranta Martiri) que me fez passar mal ao ouvir do guia o motivo deste nome.
Bem em frente se encontra  o Convento de São Francisco, com a famosa estátua de San Franscesco com o lobo.

Desta praça, podemos subir até a parte alta da cidade, onde se encontra a parte antiga, com suas ruas estreitas e prédios construídos na época medieval.
Destaco aqui o Palazzo del Bargello (com a fonte dos doidos em frente), o Palazzo dei Consoli, o Palazzo Pretorio (ambos na Piazza Grande, que nos oferece uma vista magnifica da cidade) e o Palazzo Ducale.

E se você acha que acabou, siga até a Porta Romana, mas antes, peguem o funivia (um tipo de teleférico) e suba até a parte mais alta da cidade para visitar a Basilica Sant’Ubaldo, no alto da montanha. A vista é da “foto da capa deste post”.

Gubbio também é famosa pela criação da maior árvore de Natal do mundo, desenhado com luzes em sua montanha.

Veja aqui uma fotinho extra da cidade

#2 Urbino

cidades desconhecidas do centro da Itália Urbino [8on8] 8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonar
Uma vista do Palazzo Ducale

Minha segunda cidade do centro da Itália é Urbino, na região das Marcas (Le Marche), cidade natal do pintor Rafael Sanzio. Mas não é sua casa que atraem turistas a essa picollissima cidade, mas o maravilhoso Palazzo Ducale, idealizado pelo duque e comandante de guerra Frederico da Montefeltro.

Quando se fala em Palazzo Ducale, se pensa em Veneza, mas toda cidade que era comandada por um duque (duca), há um Palazzo Ducale e Urbino não é diferente.

O ponto positivo é que os Moltefeltro, assim como os Medici em Florença, eram amantes da arte e literatura. Frederico mandou fazer o palácio nos moldes da arquitetura renascentista e hoje ele é praticamente o centro da cidade antiga.

Lá, grandes artistas e escritores eram acolhidos, como Rafael e Piero dela Francesca. Aliás, é deste segundo o famoso quadro de perfil de Frederico. Para completar, dizem que uma das maiores bibliotecas do Renascimento italiano é a biblioteca de Frederico.


#3 Perugia

cidades desconhecidas do centro da Itália Perugia [8on8] 8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonar

Não é pequena e nem mesmo desconhecida, mas é uma das cidades que eu considero parada obrigatória para quem decide passar pelo centro da Itália (hà muitas excursões que visitam Perugia e Assis). Capital da Umbria e “mãe” do mais famoso chocolate italiano, o Bacio Perugina, se encontra na parte alta da região e, além de suas ruas antigas (já mostrei neste 8on8 uma porta da época etrusca), a cidade acaba sendo um gigantesco mirante para os campos da região.

Minha foto é da praça principal de Perugia, a Piazza IV Novembre, com destaque para a fonte “medieval” Fontana Maggiore, uma das mais bonitas da Itália e para o Palazzo dei Priori, hoje sede da prefeitura, que também hospeda a Galeria Nacional da Úmbria.

Ainda nesta praça se encontra a Catedral de São Lourenço (Cattedrale di San Lorenzo). Outros pontos interessantes em Perugia é o Arco Etrusco (mostrei no post das “Antigas Portas Italianas“), o Poço Etrusco e também a Rocca Paulina, um fortaleza da era medieval!


#4 Grotta di Frasassi na cidade de Genga

cidades desconhecidas do centro da Itália Frasassi [8on8] 8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonar

Aqui não irei falar da cidade, que não conheci, mas de uma atração presente em Genga: a Gruta de Frasassi, que se encontra na região das Marcas (Le Marche – não gosto dessa tradução), perto de Fabriano.

O local é protegido por um consorcio, então não adianta “chegar chegando”. Você terá que comprar o ingresso (18€) e entrar em grupo junto à um guia autorizado. Quando fui, era proibido fazer fotos, mas claro, tem sempre um engraçadinho abusado.

São 5 imensas “salas” permitidas ao público, com acesso em passarela larga e plana (mas não é acessível, pois há escadas): Abisso Ancora, Sala 200, Gran Canyon, Sala da Ursa e Sala Infinito (faça aqui um giro de 360° nas salas).

Todas as salas são iluminadas propositadamente, enfatizando lagos, poços, estalactites e estalagmites. Uma dessas salas é tão imensa que poderia abrigar ali dentro o Duomo de Milão, a 5° maior catedral do mundo.

ps: inseriram diversas fotos da Grotta di Frasassi neste blog.


#5 Norcia

cidades desconhecidas do centro da Itália Norcia [8on8] 8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonar

Cidade do personagem fictício Brancaleone da Norcia (filme de Moniceli), para mim foi muito difícil estar em Norcia e tirar da cabeça o refrão de Brancaleone (ouça aqui – rsrsrs).

Bobeiras a parte, foi aqui que nasceu San Benedetto, fundador da ordem dos Beneditinos. A igreja levantada onde, reza a lenda, nasceu o santo, foi destruída no terremoto de 2016 e, até onde vi, ainda se encontra em restauração (o Google a marca como ruína).

Aqui também é a “porta de entrada” para o parque dos Montes Sibilini. Uma pausa aqui para comprar lanches feitos na hora com pão artesanal e, claro, o presunto de Norcia é fundamental.


#6 Monti Sibilini e Casteluccio da Norcia

cidades desconhecidas do centro da Itália Sibillini [8on8] 8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonar

Um sugestivo lugar para fazer picnic é dentro do parque dos Montes Sibilini. Se em Norcia eu pensava no tema de Brancaleone, aqui, nós cantávamos The Sound of the Music, do musical Noviça Rebelde – rsrsrs

Neste imenso parque nacional fizemos picnic com os lanches comprados em Norcia e bebemos vinho (coisa tipica europeia – rsrsrs).

Ao passar por aqui, não deixem de visitar a cidade de Casteluccio, e comprar as famosas lentilhas da cidade. E quem sabe você terá sorte em visitar essas campos com as flores da lentilha como as dessa foto?

Eu, em uma fotinho extra

#7 Camerino

cidades desconhecidas do centro da Itália Camerino [8on8] 8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonar
A vista ao redor de Camerino vista por trás da Rocca del Borgia

Fiquei 1 mês nesta cidade e me encantei. Infelizmente, Camerino foi outra cidade muito afetada pelo terremoto de 2016, que teve como epicentro a cidade de Norcia. A cidade de Camerino é muito querida por estudantes, graças à universidade de Camerino, uma das mais antigas da Itália, como pelos alunos de uma escola de língua que tinha sede nesta cidade. Apesar de suas vielas medievais, a cidade tem clima jovem delicioso.

Recentemente li uma notícia de que essa cidade ainda estava inabitada desde o terremoto. Na internet, apenas um texto de 2018, que confirma a notícia. Uma pena… A cidade encanta por suas ruelas medieval, pela Rocca del Borgia e, por estar no alto de uma montanha, nos permitir uma vista fenomenal da região do Marche.


#8 Caldarola

Tolentino 8lug08 19 [8on8] 8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonar
A vista da cidade de Caldarola a partir do castelo Pallotta

Mais uma cidade medieval encantadora que adorei ter visitado e que acabei de ler, para este texto, que também fora fortemente destruída no último sisma que ocorreu no centro da Itália em 2016. Dos 21 monumentos e locais de interesse da cidade, 10 foram gravemente danificados e 4 danificados.

O ponto que gostaria de destacar é o Castelo Pallotta, construído no séc. IX e renovado no sec. XV ao estilo renascentista pelo cardinal Evangelista Pallotta. Para minha tristeza, ele se encontra fechado por causa do terremoto… Foi um ponto fortemente danificado

mais um extra

Onde ficar para conhecer estas cidades?

Infelizmente essas cidades se encontram entre as montanhas dos Apeninos e isso significa que não é tão fácil circular entre elas em trem. É possível, mas as combinações não são boas. Com isso, aconselho alugar um carro (faça cotação aqui), até porque, muitas dessas cidades você não precisa ficar mais do que 2 horas.
Com isso, aconselho se hospedar em Perugia, capital da Umbria, em Urbino ou em Gubbio.

Navegue no mapa abaixo para localizar hospedagem em Perugia

O Booking oferece uma opção interessante de mostrar aqui dentro do blog um mapa da cidade com os valores das diárias dos hotéis conveniados. Assim, você pode encontrar hotel com preço baixo e ainda dar uma ajudinha ao blog (parte da comissão deles vem para nós!). Se você gostou do material, não custa nada, não é?

Mostre o mapa

Turismo religioso no centro da Itália:

Essa região é muito procurada justamente por causa do turismo religiosoAssis, a cidade de São Francisco, o padroeiro da Itália, é a mais visitada da região. Além da magnifica Basilica, com afrescos de Giotto e Cimabue, temos também a igreja de Santa Clara e de San Ruffino. Se encontra pertinho de Perugia e pode reservar pelo menos meia jornada para ela. Muitas empresas fazem excursões para essa cidade.

Para quem curte o turismo religioso, pode tentar dar um pulo em Cascia, cidade de Santa Rita, com o Santuario di Santa Rita da Cascia e também em Loreto, com o Santuario della Santa Casa di Loreto. Dentro (reza a lenda) se encontra restos da casa de Maria, mãe de Jesus.

 Igrejas na Itália que você precisa conhecer
 Igrejas de Florença maravilhosas e imperdíveis
 As 5 igrejas mais fantásticas em Roma


 

Participaram também deste projeto 8on8, cujo tema era Cidades Desconhecidas

Let’s Fly Away – O que fazer em Montalcino;  Mapeando Mundo – Cinco motivos (e oito fotos) para incluir Potsdam no seu roteiro!Destinos por onde andei… Santa Margherita Ligure, vale a pena conhecerEntre Polos – Lisieux – A Pequena Cidade de Santa TeresinhaO Berço do Mundo: Caldas da Rainha, a terra do Zé PovinhoTravel Tips Brasil – O que fazer em Campo Grande – MS?.

 

Aproveite e siga o Turistando.in nas redes sociais e clique no círculo abaixo para salvar este post no Pinterest:

pinterest e social 2 [8on8] 8 cidades desconhecidas do centro da Itália para você se apaixonar

Pin do Pinterest



About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo part-time, professora de italiano (por poucas horinhas), esposa de um pós-doutorando (que me deixa maluca) e, a faz-tudo do Turistando.in! ;)

Deixe aqui teu comentário ou tua dúvida:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notify of
Tharsila Costa

Gente eu simplesmente amo a Itália! Quanto coisa incrível para conhecer né? Minha vontade é tipo tirar um ano sabático e só explorar todos esses vilarejos e cidades do interior. Sonho meu né? Hahahaha

zudidadalt

Nossa Juliana, quanta dica legal! A Itália é realmente fantástica e deve ter sido difícil pra você escolher apenas oito cidades. Eu sou fã de cidades medievais, então me deliciei com este post. bj