10 atrações grátis em Roterdã

atrações grátis em Roterdã 1 dia
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  


Quer dicas para ver algumas das 10 atrações grátis em Roterdã e que pode ser vistas em 1 dia?
Bom, Roterdã é uma cidade bonita, cheia de encanto e surpresas e que contrasta com a velha Europa conservadora, de prédios baixos e imponentes.

Ela é moderna e se destaca pela ousadia em sua arquitetura.
Está ao sul do país, mas bem próxima de Amsterdã (uns 30 minutos de trem) e muitos fazem um bate e volta para conhece-la.

Eu aconselho ir para ficar alguns dias, fazendo da cidade a “sede” para conhecer também Haia, Delft, Gouda, os moinhos de Kinderdijk.
Foi o que fizemos e nos hospedamos em um hostel nas casas cubos, um dos pontos turísticos da cidade.

O que fizemos:

Ficamos 3 dias na cidade (e foi bem pouco).
* 1° dia circulamos por Roterdã.
* 2° dia fomos para Haia (e deixamos de lado Delft).
* 3° dia fomos para Kinderdijk na parte da manhã e circulamos mais um pouco por Roterdã.
* 4° dia fomos logo cedo para Amsterdã.

Atrações grátis em Roterdã

Existem muitas atrações grátis em Roterdã. O roteiro abaixo serve tanto para quem decidir fazer um bate e volta, quanto para quem decidir fazer com nós. No mapa abaixo mostro a minha sugestão de roteiro:

roterdam mao

No post “Conhecendo a moderna cidade de Roterdã“, dou uma breve explicação sobre alguns destes ponto turístico descrito no mapa acima.

  1. Estação central de Roterdã (Centraal Station)

    Se você foi para lá de trem, este é o ponto de início. A estação é super modernosa e diferente! E vale a pena atravessar a rua para vè-la de longe! Olhe também o prédio espelhado ao lado! Se o dia estiver bonito, ele irá refletir o azul do céu!!!!

  2. O prédio da prefeitura (Stadhuis van Rotterdam)

    Se o tempo estiver bom, que tal seguir a pé até a prefeitura? Esse é um dos poucos prédios que não foram destruído durante os bombardeios
    Siga reto a rua Weena até a rotatória (o hominho do Google não fez esse caminho – rs) e pegue a Coolsingel. Deste ponto, já é possível ver o prédio da prefeitura.

    Caso você não queira ver a prefeitura (ou não iniciar por ela), em frente à estação, pegue o bonde (tram) n° 24 em direção a De Esch e desça na estação Roterdã Blaak. , e neste local tem mais atrações grátis em Roterdã.

  3. As casas cubos (Kubus woning)

    Roterdã quis uma arquitetura inovadora e uma prova são essas casas amarelas em forma de cubos inclinados em 45°, feita pelo arquiteto Piet Blom. Foi aqui que nos hospedamos (no hostel StayOkay) durante 3 noites.

     

  4. O antigo porto (Oude Haven) e a casa branca (Witte Huis)

    Procure uma entrada para as casas cubos e você encontrará do lado oposto o antigo porto. Além da beleza com as casas cubos enfeitando a paisagem, é possível ver a ponte vermelha Willemsbrug (de 1878) e o Witte Huis (Casa branca), o 1° arranha-céu da Europa e que felizmente sobreviveu aos bombardeios de Roterdã em 1940. Além do panorama, a região conta com diversos cafés, bares e restaurantes.

  5. mercadão (Markthal)

    Ao lado da estação Blaak você verá um prédio imenso, semi elíptico, cinza por fora, colorido por dentro. É o mercadão de Roterdã, aberto em 2014, com diversas barracas de frutas e vegetais (como qualquer mercado central), mas com muitos restaurantes e “barraquinhas” para uma comida, um lanche ou comida rápida!

     

  6.  A igreja de San Lourenço (Laurenskerk)Ao lado do mercadão  você verá a única igreja medieval que sobreviveu aos ataques de 40. É uma igreja protestante (calvinista) e foi construída entre 1449 e 1525.
    O trecho nas proximidades do mercadão é um shopping a céu aberto. Tanto que, entre o mercadão e a igreja há lojas!!!
    Se você curte compras, vale a pena dar uma zanzadinha neste trecho. Dá até para caminhar pela Coolsingel e ver a prefeitura! 😉

     

    * Dica gastronômica: comemos um lanche delicioso e com um bom preço no New Fork, na Coolsingel, perto do centro de informações turísticas.

    Deste trecho você decide: ir para a Euromast ou para a ponte Erasmo.

  7. Euromast

    Se decidir ir para a torre Euromast, no ponto de bonde da Beurs, pegue o bonde 8 em direção a Spangen. Você deverá descer após 4 paradas

    O Euromast é a torre de observação da cidade e um dos locais mais alto de Roterdã. Lá de cima, é possível ter uma ótima visão panorâmica da cidade, além da possibilidade de fazer rapel e tiroleza.
    A Lu do blog Let’s Fly Away, visitou, subiu a Euromast e escreveu sobre. Clique aqui para ver seu post.

  8. Ponte Erasmo (Erasmusbrug)

    Se quiser ir para a ponte, você poderá no mesmo ponto pegar os bondes 20, 23 ou 25 e descer um ponto antes da ponte, ou um depois. É também possível fazer esse trajeto andando. Nós fizemos no 1° dia, mas não atravessamos a ponte. No outro dia, pegamos o bonde e fomos para o outro lado.
    A ponte é outro cartão postal da cidade! E é fotogênica de dia, de noite e dos dois lados da cidade. rsrsrsrs

  9.  O bairro super moderno de Kop van Zuid

     

    Eu aconselho sim atravessar para o lado de lá (Kop van Zuid) e circular pela margem do rio. Os maiores prédios do país estão ali.
    Uma sugestão: caminhe despretensiosamente seguindo até o hotel New York, próximo ao porto onde os holandeses partiam para a América. Mas vale muito a pena observar essa parte do outro lado do rio.

  10. Delfshaven (porto de Delft)

    Essa região pertenceu à Delft por muito tempo, passando em 1886  a pertencer à Roterdã. Foi uma das poucas áreas que conseguiu escapar do bombardeamento que a cidade sofreu na 2° GM. Caminhar por ali te dará uma ideia de como era a cidade antes da destruição.

ingressos ticketbar e turistando

DICA PARA O BONDE (na Holanda como em toda Europa): Os bondes não têm cobradores, mas é muito frequente aparecer alguém cobrando o teu bilhete convalidado.
Se você decidiu comprar o bilhete turístico ou o bilhete que vale por algumas horas, assim que entrar no bonde, o valide na máquina perto da porta. Mas não se esqueça de fazer o check-out. Pouco antes de sair, o valide novamente.

As portas nao se abrem sozinhas como no Brasil. Voce precisa apertar um botao (ou puxar uma manivela), para entrar ou sair.

  • Bate e Volta a partir de Roterdã

    O parque das Tulipas de Keukenhof 

Se você estiver em Haia ou Roterdã poderá contratar um passeio até o parque Keukenhof com um guia particular em carro ou van. O passeio inicia-se em na estação Roterdã Central (às 10:15 da manhã) ou em Haia (às 10:45 da manhã) ao lado do Ministério de Finanças e dura aproximadamente 7h.

Para saber mais detalhes sobre essa excursão em português, assim como preço e a compra do bilhete clique aqui.

 O parque das tulipas de Keukenhof, na Holanda.

Veja mais passeios possíveis pela Holanda

Veja também:


Salve este post dentro do Pinterest e siga nosso perfil! :)​

 


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

11 thoughts on “10 atrações grátis em Roterdã

  1. oi Ju… muito bom este roteiro para fazer a pé… Desses para levar em visita à Roterdã. Eu estive na cidade por poucas horas e pelo visto eu vi muito pouco.

    Das atrações que você menciona fui até a Casa Cubo e o antigo Porto. Apenas. Jantamos na cidade em um restaurante muito bom e muito cheio cujo nome não me recordo. Uma pena não ter podido visitar o mercado nem o Kop van Zuid! Me interessaram muito por sua descrição.

    Minha base quando visitei Roterdã foi Utrecht. Você acabou de me apresentar uma cidade muito mais moderna do que a que eu vi! Um dia, quem sabe, eu não volte para conhecer esta cidade do texto?! beijocas

  2. Muito legal o artigo, principalmente para quem, assim como eu, trabalha com shipping… Roterdã sem dúvida é uma boa pedida… além de todas as atrações enumeradas, o porto da cidade é sensacional e um dos mais conhecidos no mundo.

  3. Adoro muuuuito esses posts com atrações gratuitas. Faço muito esses programas nas minhas viagens. Quando já vem com o roteirinho a pé assim, fica perfeito então! Adorei cada lugar que você citou, então nem alteraria o roteiro. Era só pegar a mochilinha e sair pra descobrir a cidade! 🙂

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: