O que fazer em Haia, na Holanda

Ao fundo, o museu Mauritshuis
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Conhecendo Haia

Conhecendo a cidade de HaiaEis uma cidade que fizemos apenas um bate e volta e nos arrependemos.
A cidade de Haia (The Hague em inglês e Den Haag em holandês) é muito linda e com muita coisa para fazer (principalmente se você curte museus).

Depois de Amsterdã e Roterdã, Haia é a terceira maior cidade do país, sede do governo da Holanda e da Corte Internacional de Justiça (Sim! Oficialmente a capital é Amsterdã, mas na realidade, Haia é a capital).

Para chegar até ela é fácil: toda a cidade é interligada com trem e você pode até dar a sorte de pegar algum trem direto (fomos a partir de Roterdã central)

😉

Mas o que ver em Haia?

No post: O que fazer na cidade de Haia em 1 dia, mostrei o roteiro que fizemos da estação até os locais turísticos da cidade. Neste post explicarei sobre cada local.

O caminho que fizemos em Haia
Um caminho ida e volta da estação de trem até os pontos turísticos

1) O Binnenhof

O Binnenhof é o Parlamento Holandês e o centro da política na Holanda e eu diria que a visita a esse local é obrigatória.
O prédio por fora é encantador, principalmente se for visto do lado oposto ao lago Hofvijver. Ao passar por uma portinha em forma de arco, você entrará no Ridderzaal, o salão dos cavaleiros, um conjunto de prédios em estilo gótico, com arcadas, torres e chafariz. Caso queiram saber mais sobre o Binnenhof e visita guiada, acesse este site.

2) O lago Hofvijver

Sabe aquele local que dá vontade de se sentar e esperar o dia passar, tomando um café ou lendo um livro? Achamos ele aqui!
Antes de entramos no Binnenhof, vimos ao lado um lago e decidimos dar um pulo ali antes de entrar nos museus. Era início de outono e as folhas ainda estavam amareladas, o céu estava azul e a paisagem que tínhamos do Binnenhof era encantadora! Vale a pena comprar um waffle e come-lo apreciando essa paisagem.

3) Palácio Noordeinde

É um dos quatro palácios oficiais da Família Real Holandesa e onde o Rei Guilherme realiza seus deveres como chefe de Estado desde 2013. Para ver sua fachada, pegue a rua Noordeinde, mas também vale a pena dar uma volta pelo quarteirão para entrar no jardim Paleistuin (jardim do Palácio), também conhecido como Jardim da Princesa. Façam o caminho pela rua Prinsessewal e apreciem um dos poucos canais da cidade.

4) Panorama Mesdag

Conhecendo a cidade de HaiaPerto deste palácio se encontra o Panorama Mesdag.
Por falta de tempo não fomos, mas parece interessante.
O panorama é o maior quadro circular do mundo (Cyclorama em inglês), com uma altura de 14 metros e aproximadamente 40m de diâmetro.

Para criar uma ilusão de volta ao passado, recriaram na sala um terreno de área artificial, que esconde a base do quadro, tornando uma ilusão bem eficaz.

Conhecendo a cidade de Haia
Panorama Mesdag

5) O museu do Escher (Escher in het Palais)

Um dos nossos propósitos na cidade era conhecer o museu do Escher, um artista gráfico holandês que conhecemos no CCBB e que adoramos!
A maioria das obras que vimos por ali tinha sido exposta no Brasil, mas não por isso fez com que nossa visita se tornasse menos interessante.

A começar pelo elegante palácio no qual o museu está instalado, a casa de inverno da rainha-mãe Ema de Waldeck e Pyrmont, o único prédio público no qual o ambiente original da realeza foi mantido. São expostas mais de 150 obras de Escher, no espaço de 3 andares e há salas nas quais o público pode interagir com a arte de Escher. No post abaixo conto como foi a nossa visita:

O valor do ingresso é de  € 9 e pode ser comprado online neste link ou na porta de entrada. Também há uma lojinha e um café, localizado na cozinha da rainha-mãe.
Mais informações em inglês.

6) O museu Mauritshuis

Ao fundo, o museu Mauritshuis
Ao fundo, o museu Mauritshuis

Além do Escher, esse era o outro alvo da nossa visita à Haia. O prédio está ao lado do Binnenhof.

Para chegar até ele, faça o “sacrifício” de atravessar o prédio do Parlamento, passando pelo Ridderzaal e, no final do portal em forma de arco, està o Mauritshuis!

O Mauritshuis (ou Casa de Maurício) é um dos maiores e mais importantes museus holandeses e o principal de Haia.
A casa, uma das primeiras casas de arquitetura classicista nos Países Baixos, foi construída por ordem de João Maurício de Nassau (Sim! Ele mesmo! O holandês que foi governador do Brasil holandês no século XVII).

O palácio é lindo e, claro, vale a visita (o local é super acessível à cadeirantes e mães com carrinhos de bebês, mas preste atenção: cadê a estrutura feia dos elevadores?
Os arquitetos conseguiram harmonizar o prédio à modernidade e acessibilidade sem estragar o ambiente) e o acervo de obras primas de mestres holandeses é que cair o queixo.
Tem Rembrant, Rubens, Jan Steen e, a vedete do local, a moça com os brincos de pérola, do Vermeer. Veja abaixo o post que escrevi sobre o local:

O valor do ingresso é de  € 14 e pode ser comprado online neste link ou na porta de entrada. Mais informações em português.


Se você está acompanhando meus posts sobre a Holanda, sabe que a Lù do site Lets Fly Away também foi para lá e escreveu ótimos posts.
Abaixo segue seu post sobre Haia.
Ela foi até o Palácio da Paz, mas não conseguiu entrar (sniff), mas visitou o Madurodam (mundo miniatura) e o Panorama Mesdag (ela fez um vídeo do local!!!!).

 


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

10 thoughts on “O que fazer em Haia, na Holanda

  1. Estive há uns anos em Haia durante uma viagem de 3 semanas na Bélgica e Holanda… achei uma cidade linda e tem um dos melhores museus de arte do país… obrigada por me fazer recordar essa viagem que teve tão bons momentos… 🙂

  2. Adorei o post! Por muito pouco não fui a Haia em minha última viagem a Amsterdam, a ideia era mesmo fazer um bate a volta. Agora, depois da leitura, já estou “escolada” e sei que preciso reservar mais tempo para passear por lá! =)

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: