36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)

36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)

36 atrações imperdíveis em Paris

Acredite se quiser: Tem muitas coisa para ver na capital francesa e muitas delas você não precisa pagar nada. Seja para entrar ou seja para apreciar por fora. Nesta minha seleção, inseri “apenas” 36  atrações imperdíveis em Paris! E dessas 36 atrações, 23 são gratuitas e 12 valem a pena visitar nem que seja do lado de fora.

Informações Básicas

Antes da lista das atrações imperdíveis em Paris, apresentarei algumas dicas importante sobre a cidade:

  • Quanto tempo ficar em Paris?

Eu diria que de 5 a 7 dias você consegue passar pelos principais pontos de Paris e entrar em boa parte deles, considerando, claro que você acordará cedo, seguirá a sequência deste meu post e comprará tickets fura-fila (também indicados neste post).

Eu fiquei 15 dias e deixei muita coisa para trás (ok, eu não acordei cedo e nem fui seguindo algum roteiro).

Se teu objetivo é apenas passar pelos pontos turísticos sem entrar neles (ou entrar em alguns deles), talvez você consiga fazer este meu roteiro em 3 ou 4 dias, mas diria que seria bem corrido.

Para ter uma noção, a Ruthia fez um roteiro de 2 dias pela cidade. Ela fez um recorte bem legal!

  • Como chegar em Paris?

Existem 2 aeroportos pela cidade: o Aeroporto Internacional Charles de Gaulle – 35km de distância e o Aeroporto Paris Orly  – 18km de distância do centro da cidade.
Se você já está pela Europa, há 6 estações (Gare) de trem que coligam as estações de metrô e ônibus!

Do Brasil existem diversos voos direto para Paris (via Tam e via AirFrance), mas antes de comprar tua passagem, pense na possibilidade de fazer um Stopover e conhecer outro país (ou cidade) pagando apenas a diferença da tarifa de embarque.
Exato!
Você pode ficar alguns dias em Amsterdã antes de ir para Paris ou, após Paris, dar um pulinho em Milão ou Roma e não pagar outra passagem.
Leia o post abaixo e se tiver dúvidas, me pergunte nos comentários.

 Fazendo Stopover e pagando apenas 1 passagem

  • Onde ficar em Paris?

Mapa 36 atracoes em Paris WWW.TURISTANDO.IN peq 352x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)Paris é dividida por arrondissements em forma de caracol e quanto mais bem localizado estiver seu hotel, mais cara será a diária.

A boa notícia é que a cidade é toda interligada com metrô e você pode ficar em um bairro mais econômico e circular com meios públicos.

Outra opção é a bicicleta, através do sistema Vélib’, no qual você paga um valor por dia ou semana e pode pegar uma bike nos postos espalhados pela cidade.

O mapa ao lado mostra a divisão dos arrondissements com os pontos turísticos da cidade, assim como a numeração das minhas atrações imperdíveis em Paris e, desta forma, você pode tentar localizar um bairro bom para ficar.

Veja aqui uma lista de hotéis para se hospedar em Paris

 


O que fazer em Paris? A minha lista com 36 atrações imperdíveis em Paris

Farei abaixo a minha lista com as atrações imperdíveis em Paris. Para ver exatamente onde fica cada um dos pontos, clique no mapa acima (ou aqui) para abrir o mapa de Paris com as atrações enumeradas! .

Veja que coloquei todas as atrações em sequência. Desta forma, você poderá seguir a pé este meu roteiro por Paris.

#1 – Ver a Torre Eiffel no “Jardin du Trocadéro” ou “Champ de Mars” (Campo de Marte).

Paris 3fev08 Tour Eiffel 14 188x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)Nada mais simboliza Paris que a Torre Eiffel e é difícil circular um dia inteiro pela cidade e não avistá-la. Lembro-me a primeira vez que a vimos. Estávamos hospedados perto da Champs-Élysées e saímos a noite em busca dela, sem mapa ou GPS.

Vira aqui, vira ali, pega a rua tal e puff… estávamos perto do Sena! Andamos em direção à Ponte das Alma (Pont de l’Alma) e a vimos iluminada. Sorrimos de felicidade. Em menos de um minuto, para aumentar a nossa emoção, ela começou a piscar!
Sim, à noite, a Torre Eiffel pisca durante 5 minutos a cada hora até à 1h da manhã. E sem querer estávamos lá bem na hora!

Apesar de conseguir vê-la de muitos pontos da cidade, se você quer a ver bem de perto, vá até o Campo de Marte (Champs de Mars) ou atravesse o Sena e a veja no Jardim de Trocadéro.
Tá calor? Aproveite e faça um picnic!

Se teu objetivo é subir na torre, aconselho antecipar seus ingressos fura-fila aqui. Você pode comprar a visita guiada pela Tiqets ou almoçar na torre (vendido pela Ticketbar) ou escolha as várias opções fura-fila do GetYourGuide.

#2 – Ver ou subir o Arco do Triunfo (Arc de Triomphe)

Paris 3fev08 Arc deTriomphe 00 2 e1531883980271 199x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)Outro símbolo de Paris, o Arco do Triunfo, foi a primeira coisa que vimos assim que chegamos na cidade, ainda nas escadas rolantes do metrô (com a mochila nas costas).

Ele foi construído por ordem de Napoleão para comemorar os seus sucessos militares. Se você visitou Roma, deve ter percebido que ele se inspirou no Arco de Tito!

Vê-lo de fora é obrigatório, mas você pode subir! Não há elevadores! Apenas uma escada caracol, mas a vista do arco é a melhor possível, pois apesar de não ser tão alta quanto a torre Eiffel, lá de cima você pode vê-la.

Como subir no Arco do Triunfo gratuitamente? Na baixa temporada (de 1 de novembro até 31 de março), todo primeiro domingo do mês a entrada é gratuita. Para os outros dias, antecipe seus ingressos fura-fila conosco via Ticketbar, Tiqets e GetYourGuide.

Paris 3fev08 Champs Elysees 06 188x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)#3 – Caminhar pela Champs-Élysées

É a avenida mais famosa de Paris e a primeira que eu pisei na cidade. Ela vai do Arco do Triunfo  até a Place de la Concorde (porta de entrada para o Louvre).
Suas calçadas são largas e arborizadas, com lojas de luxo e grife. Se não rola gastar dindim nela, que tal apenas apreciar? hehehe

Dica: parem no canteiro central da pista e se fotografar com o Arco ao fundo de um lado e com a Praça da Concordia do outro?

#4 – Jardins des Champs-Élysées

No finalzinho da Champs, antes de chegar ao Place de la Concorde, se encontra os “Jardins des Champs-Élysées”, um jardim público que se estende dos dois lados da avenida, incluindo o Grand e o Petit Palais.

Atrás deste jardim se encontra o Palácio dos Elísios (Le Palais de L’Élysée), residência oficial do presidente da República Francesa, onde está localizado o seu gabinete e onde se reúne o Conselho de Ministros. Se tiver interesse em passar em frente, pegue a Avenue de Marigny e veja a porta de entrada do Palácio dos Elísios (Le Palais de L’Élysée).

Visitei a cidade no inverno e caminhar por ali não era tão atraente, mas imagino que durante a primavera ou no verão seja algo fascinante!

Paris 3fev08 Grand Palais 07 2 334x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)#5 – Grand e Petit Palais

Vamos desviar um pouco o caminho. Virando a direto, veremos dois palácios lindíssimos e ao fundo uma ponte. O maior prédio se chama Grand Palais (Palácio Grande) e o menor Petit Palais (Palácio Pequeno).

O Grand Palais é lindo, com um salão em estilo art nouveau e uma imensa cúpula de vidro, construída em 1900. Hoje abriga exposições e eventos culturais. Já o Petit Palais serve como museu de Belas Artes. Em seu interno vemos exposições de pinturas e esculturas de diversos períodos.

Valor: gratuito, exceto se há alguma exposição temporária.

#6 – Atravessar a Ponte Alexander III  

Para mim, a ponte mais linda de Paris é a Alexandre III, bem ornamentada de estátuas.

Além disso, ela também tem uma bela vista da Torre Eiffel. Desta ponte, podemos também ver de um lado o Hôtel National des Invalides  e do outro o Petit e Grand Palais!

 

#7 – Ver o túmulo de Napoleão no Palácio dos Inválidos (Hôtel National des Invalides)

Iremos agora para o Hôtel National des Invalides. Do meu ponto de vista, uma das maiores e mais lindas construção parisiense (ok… difícil escolha! Quase todos os prédios são lindos).
O nome se dá ao fato de que ele fora feito para dar abrigo aos inválidos do exército. Hoje em dia, continua acolhendo os inválidos, mas é também uma necrópole militar e sede de vários museus. Entre as personalidades ilustres lá sepultadas encontra-se Napoleão Bonaparte.

Antecipe seus ingressos fura-fila conosco via Ticketbar, Tiqets e GetYourGuide.

#8 – Subir na Torre Montparnasse

Uma sugestão para quem curte ver a cidade do alto é subir na Torre Montparnasse, um imenso prédio preto presente nesta região. A vantagem é que do topo de seu prédio, é possível ver toda Paris, incluindo a Torre Eiffel. A torre em si não é bonita, mas é alta!

Para entrar, antecipem o bilhete fura fila: Ticketbar, Tiqets e GetYourGuide.

#9 – Visitar o cemitério de Montparnasse 

Paris 11fev08 Montparnase 26 e1531884476640 187x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)O cemitério de Montparnasse não é o mais famoso, mas para os fãs, nele encontramos os túmulos de Jean-Paul Sartre e Simone de Beauvoir, além dos escritores Charles Baudelaire, Samuel Beckett, Julio Cortázar e Guy de Maupassant.

Acabei visitando apenas este, por escolha do Thi, que queria ver o túmulo ao lado!

#10 – Jardim e Palácio de Luxemburgo (Jardin e Palais du Luxembourg)

Paris 4fev08 Jd Luxembourg 19 333x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)O Jardim de Luxemburgo é o maior jardim de Paris e abriga o Palais du Luxembourg, prédio do Senado francês. Além de sua arquitetura, o que mais me encantou por ali foi exatamente o jardim!

Fomos no inverno, então suas árvores estavam secas, assim como sua fonte. Mesmo assim, muitas pessoas estavam sentadas nas cadeirinhas dispostas por todo o jardim.

Minha foto parece assustadora e confesso que é esse o sentimento que tenho deste palácio (risos).

Se quiser saber mais sobre o Jardim de Luxemburgo, veja um post maravilhoso da Marcia, do blog Mulher Casada Viaja

#11 Panteão (Panthéon)

Paris 4fev08 Pantheon 01 e1531884729855 317x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)Bem pertinho da Sorbone se encontra o magnifico prédio do Panteão francês. Vê-lo de longe (principalmente da rua Rue Soufflot) te permite não apenas apreciar sua entrada, mas também a sua imensa cúpula.

Mas se decidir entrar, não deixe de visitar a cripta com os túmulos de personalidades francesas como Voltaire, Victor Hugo, Émile Zola, Louis Braille e Marie Curie
Além da cripta, ali dentro se encontram várias telas que retratam destaques da vida de Santa Genoveva, assim como o nascimento do cristianismo e a monarquia francesa.

Como entrar gratuitamente? Na baixa temporada (de 1 de novembro até 31 de março), todo primeiro domingo do mês a entrada é gratuita. Para os outros dias, antecipe seus ingressos fura-fila conosco via Ticketbar, Tiqets e GetYourGuide.

#12 – Quartier Latin  

Antes de entrar na Ilha da cidade (Ile de la Cité) pela Ponte Saint Michel, caminhe pelo delicioso bairro do Quartier Latin. Veja a fonte de Saint Michel e passe pela famosa livraria Shakespeare and Company.

Este foi o bairro que mais me agradou, com ruas estreitas apenas para pedestres e muitas lojinhas e restaurantes. Foi ali que comemos nosso primeiro Kebab após o Thiago ter se matriculado na Sorbone.

O prédio histórico da universidade de Sorbone também vale uma visitinha. Sim! Você pode entrar!

#13 – Passear pela Île de la Citè e Île Saint-Louis

Paris 4fev08 ille citè 12 334x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)Existem duas ilhas dentro de Paris: a Île de la Cité e a Île Saint-Louis. Das duas, a primeira é a mais importante e cheia de atrações imperdíveis dentro de Paris. Além das atrações, caminhar por elas é uma delícia.

Mas pensando nas atrações, são elas: Catedral de Notre-Dame e suas criptas (Crypte archéologique de l’île de la Cité); o Conciergerie (Palácio da Justiça) com a Torre do Relógio (Tour de l’Horloge du palais de la Cité), a igreja de Sainte-Chapelle e a Pont Neuf.

E que tal passar em frente à Casa de Heloísa e Abelardo (Maison d’Héloïse et Abélard),  tidos como o casal “Romeu e Julieta” parisiense?
Bom, dessas atrações, recomendo:

#14 – Paris 2fev08 Notre Dame 02 Copia 198x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)Entrar na Catedral de Notre-Dame, pisar no marco zero e entrar nas criptas de Paris

Mais um símbolo parisiense, a Catedral de Notre-Dame (Cathédrale Notre Dame) é considerada uma das melhores catedrais góticas do mundo! Era nela que reis e rainhas se casavam e inclusive foi aqui que Napoleão foi coroado. A entrada é gratuita, mas pode valer a pena pagar para subir e ver as gárgulas, além da vista da cidade.

Para quem não sabe, é aqui o marco zero de Paris (Point zéro des routes de France) e você pode ver uma indicação no chão bem em frente à catedral. Além disso, talvez seja interessante conhecer as criptas de Paris (Crypte archéologique de l’île de la Cité) presente também em frente à igreja.

#15 – Palácio da Justiça (Conciergerie)

Hoje, o prédio do Conciergerie abriga o Palácio de Justiça de Paris, mas no passado fez parte do antigo Palácio da Cidade, residência e sede do poder real francês do século X ao século XIV e prisão do Estado em 1392. Dele, muitos saíram direto para morrer na guilhotina.

Uma visita interna é muito interessante, mas o prédio em si é bem bacana. Vale a pena parar para apreciar o Relógio do século XVI (Tour de l’Horloge du palais de la Cité) em uma das alas (bem no cruzamento, perto do Sena).

Como entrar gratuitamente? Na baixa temporada (de 1 de novembro até 31 de março), todo primeiro domingo do mês a entrada é gratuita. Para os outros dias, antecipe seus ingressos fura-fila conosco via Ticketbar, Tiqets e GetYourGuide. Vale a pena comprar o combinado com a igreja de Sainte-Chapelle.

#16 – Sainte-Chapelle

sainte chapelle by JolineKeijzer via Pixabay 400x225 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)Uma das mais belas construções parisienses, a igreja gótica de Sainte-Chapelle servia em um passado como capela do Palácio da Cidade. Hoje, o destaque vai para os vitrais coloridos de seu interno.

Eu queria muito ter entrado, mas nao consegui. As duas vezes que passei por là, estava fechada. Mas a Marcia, do Mulher Casada Viaja,  visitou e fes um post muito interessante sobre o interno da Sainte-Chapelle.

Como entrar gratuitamente? Na baixa temporada (de 1 de novembro até 31 de março), todo primeiro domingo do mês a entrada é gratuita. Para os outros dias, antecipe seus ingressos fura-fila conosco via Ticketbar, Tiqets e GetYourGuide.  Vale a pena comprar o combinado com o Conciergerie.

#17 – Passar pela Pont Neuf e Pont du Arts

Apesar do curioso nome, a Pont Neuf (ponte nova) é a ponte mais antiga de Paris e ela pega um pequeno trecho da Ile de la Cité. Posso estar enganada, mas tem uma parte do livro “Os 3 mosqueteiros” que D’Artagnan persegue um barão bem nesta ponte.

Paris 4fev08 margem do Sena 18 400x181 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)
Após ela, está a Pont du Arts (a famosa ponte dos cadeados) e diria que é mais interessante ver a Pont Neuf a partir dela (foto acima).

#18 Praça da Bastilha (Place de la Bastille) e o Opéra Bastille

Qualquer pessoa que estudou para o vestibular, leu algo sobre a prisão da Bastilha, mesmo que seja apenas sobre a sua queda. Na literatura, ela  esteve presente em Alexandre Dumas e recentemente no 2° livro da série Outlander (tem post sobre as locações na Escócia!!!!).

Dela não temos mais nada, mas há um obelisco que marca o local onde estava a antiga prisão. O obelisco se chama “Colonne de Juillet”, ou coluna de Julho, um monumento à revolução de julho de 1830.  Ao lado de tantos prédios históricos e antigos, se encontra o prédio de Opera da Bastilha.

Paris 5fev08 place Vosges 10 334x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)#19 – Place des Vosges

Considerada uma das praças mais linda da cidade, ela tem algo em particular: ao seu redor, os prédios são simétricos. Ela foi construída em 1605 e teve moradores ilustres, como o escritor Victor Hugo.

Fui num dia chuvoso, nublado, mas eu a quis visitar porque queria ver se eu me encontrava com D’Artagnan e os 3 mosqueteiros por là.
heheheheheh

Aproveite e veja um artigo da minha amiga Lù Freitas do blog Let’s Fly Away, sobre 5 praças de Paris!

#20 – Dar uma esticadinha até o cemitério de Père Lachaise

O cemitério de Père Lachaise é o mais famoso e visitado. Nele encontramos os túmulos de Jim Morisson e Oscar Wilde (aquele famoso coberto de marcas de batom), mas a lista de personalidades sepultadas é grande.
Darei aqui apenas alguns: Balzac, Cyrano de Bergerac, La Fontaine, Marcel Proust, Eugène Delacroix, Max Ernst, Camille Pissarro, Amedeo Modigliani, o casal Pedro Abelardo e Heloísa de Paráclito, Édith Piaf, Maria Callas, Chopin, Rossini, Molière, Allan Kardec e etc.

São tantos os famosos que existe inclusive uma excursão guiada neste cemitério (veja aqui)

#21 – Hôtel de Ville

Mais um lindo edifício neorrenascentista presente em Paris. Hoje abriga a prefeitura da cidade. No entanto, existe uma história bem interessante ligada à praça deste edifício.

Paris 2fev08 Ille la citè 17.1 Copia 650x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)
Hoje ela se chama Place de l’Hôtel de Ville, mas em um passado se chamava Place de Grève.
Sim! A origem da nossa palavra “greve” vem de atos que ocorreram nesta praça.
Mas mais que isso: Se você é fã de literatura francesa antiga, deve ter lido alguma referência a esta praça. Nela ocorriam as execuções públicas (aquelas horrorosas que “divertiam” o povo).

#22 – Centro Georges Pompidou e Fonte de Stravinsky

Paris 2fev08 pompidou 02 334x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)

Diria que é um prédio que destoa de toda beleza da arquitetura francesa (assim como o Opéra Bastille).
Projetada pelo italiano Renzo Piano, abriga o Museu Nacional de Arte Moderna (Musée National d’Art Moderne).

Mesmo se não te interessa este tipo de arte, vale a pena passar em frente nem que seja para criticar (rsrsrs) ou apreciar a curiosa e colorida Fonte de Stravinsky, decorada com 16 esculturas em movimento que representam as obras de Igor Stravinsky.

Como entrar no Pompidou gratuitamente? Todo primeiro domingo do mês a entrada é gratuita. Para os outros dias, antecipe seus ingressos fura-fila conosco via Ticketbar, Tiqets e GetYourGuide.

#23 – Museu do Louvre

Paris 11fev08 Louvre 02 333x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)O Museu do Louvre é um dos melhores museus do mundo! Dentre os museus que visitei, ele empata somente com os Museus do Vaticano.

No passado, o palácio do Louvre foi a residência dos monarcas franceses, antes da realeza se mudar para Versalhes. Sua arquitetura externa já encanta e vale a visita até mesmo para quem não curte museus! Quem não quer fazer foto com a pirâmide de vidro?

Mas se você curte arte, de um jeito de entrar. Todo mundo segue a famosa Monalisa de Leonardo da Vinci (que me decepcionou muito) e as estátuas da Vênus de Milo e Amor e Psique de Canova (ambas esculturas maravilhosas).

No entanto, o prédio contém mais de 35 mil obras de arte! Como dizem, apenas uma boa temporada na cidade para apreciar tudo!

Como entrar no Louvre gratuitamente? Durante a baixa temporada (de 1 de outubro até 31 de março), todo primeiro domingo do mês a entrada é gratuita. Para os outros dias, antecipe seus ingressos fura-fila conosco via Ticketbar, Tiqets e GetYourGuide.

#24- Visitar o Museu d’Orsay

musee dorsay by Rohan Reddy via pixabay 183x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)Atravessando o rio Sena, iremos para um dos melhores museus de Paris, após o Louvre, o D’Orsay está situado em uma antiga estação ferroviária e abriga notáveis obras de Gauguin, Monet, Manet, Degas, Renoir, Cézanne e Van Gogh.

Cronologicamente, as obras são de um período posterior às do Louvre e de um período anterior às da coleção do Centro Pompidou.

Como entrar no D’Orsay gratuitamente? Todo primeiro domingo do mês a entrada é gratuita. Para os outros dias, antecipe seus ingressos fura-fila conosco via Ticketbar, Tiqets e GetYourGuide.

#25 – Palácio Real (Palais Royal)

Apesar do curioso nome (Palácio Real), este prédio não pertencia ao rei, mas ao cardinal Richelieu, o famoso primeiro-ministro de Luís XIII que instituiu o absolutismo na França. Se você é leitor de Alexandre Dumas, é o vilão dos 3 mosqueteiros.
Diria que aqui vale uma visita principalmente para descansar no seu jardim, tomar um café e apreciar uma paz dentro da loucura da cidade.

#26 – Place / Colonne Vendôme

A Coluna de Vendôme, que se encontra na praça homônima, é um monumento parisiense erguida por ordem de Napoleão Bonaparte para celebrar a sua vitória na batalha de Austerlitz.
Nela há uma estátua de si mesmo em traje de imperador romano Traiano, na parte superior.

#27 – Jardim das Tulherias (Jardin des Tuileries)

Voltando, sentido Louvre, você encontrará o portão de entrada para o Jardin des Tuileries, um dos grandes jardins de Paris. Entre! Fomos no inverno, então ela não estava tao bonita ou atraente.

Paris 3fev08 jd tuileries 03 650x225 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)

#28 – Museu d’Orangerie

É um museu pequeno, abrigado em um edifício de 1853 e que servia como estufa de laranjeiras (por isso o nome). O Museu Orangerie abriga uma excelente coleção de pinturas impressionistas, incluindo trabalhos de Cézanne, Matisse, Modigliani, Monet, Picasso, Renoir, entre outros.

Como entrar no Orangerie gratuitamente? Todo primeiro domingo do mês a entrada é gratuita. Para os outros dias, antecipe seus ingressos fura-fila conosco via Ticketbar, Tiqets e GetYourGuide.

#29 – Place de la Concorde

Vamos agora segui sentido Champs-Élysées. Veremos a Praça da Concórdia. Nela, durante a Revolução Francesa, ocorreram centenas de execuções públicas, como a do Rei Luis XVI. Hoje, além do obelisco egípcio e das estátuas, você também pode apreciar a Fontaine des Mers.

#30 – Igreja La Madeleine (L’église de la Madeleine)

Ao invés de voltar novamente para a Champs Élysée, vamos virar à direita na Rue Royale e partir para a igreja de Madeleine.  Não será difícil avistá-la, pois seu prédio construído em base à arquitetura neoclássica, se encontra bem no centro da avenida.

#31 – Ópera Garnier (Palais Garnier)

the paris opera pixabay e1531943622260 362x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)Diferente do “moderno” palácio de Ópera da Bastilha, o Ópera Garnier (ou simplesmente “Opéra”) foi construído em estilo neobarroco e é lindo! O edifício é considerado uma das obras-primas da arquitetura de seu tempo.

Para os amantes do Fantasma da Opera, este foi o prédio que inspirou Gaston Leroux a escrever seu romance.

Quer fazer um tour? Antecipe seus ingressos fura-fila conosco via Tiqets e GetYourGuide.

#32 – Galeria Lafayette

Eu não faço compras quando viajo, a não ser que preciso de algo específico. Entrei na Lafayette apenas para apreciar a arquitetura e sua imensa cúpula Art-Nouveau. Mas às pessoas que curtem compras, as Galeries Lafayette é um imenso shopping center com muitas lojas concentradas em um único lugar e isso te poupa tempo, não é?

#33 – Fazer foto em frente ao Moulin Rouge

Paris 7fev08 Molin Rouge 11 188x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)Um outro bairro que me agradou foi Montmatre. Caminhar por ele te pede fôlego, pois é o bairro mais alto da cidade, mas ao mesmo tempo te oferece um passeio para lá de delicioso.

Começamos nosso passeio perto do famoso Moulin Rouge. Eu confesso que não estava com muita vontade de entrar, mas obviamente queria passar em frente e fazer a foto clássica – hahahahaha

Quer entrar? Antecipe seus ingressos fura-fila conosco via GetYourGuide.

#34 – Tomar um café no “Café des Deux Moulin”.

Saindo do Moulin Rouge, pegue a Rua Lepic. Ao que me lembro, é uma subidinha. Duas quadras depois estavamos em frente ao Café des Deux Moulin. Caso você não saiba, é o local onde foi gravado o filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain” (se nunca viu, não deixe de assistir! E preste atenção nas escadarias da basílica! hehehehehe).

Ao chegarmos, encontramos o local lotado! Pessoas em pé aguardando uma mesa. O jeito foi fazer uma foto e sair.

#35 – Caminhar pelas ruas de Montmatre e ver o muro do “Eu Te Amo” (Le Mur des Je T’aime)

Continuamos a subir pela rua Lepic em busca da Basílica de Sacré-Coeur e nos encantou as casinhas daquela região (sonhar não custa nada, né?). Nós seguimos sem mapa ou GPS, mas assim que acabar a Lepic, vire à direita na Rue des Abbesses (uma rua cheia de bares e restaurantes) e siga reto até chegar na Place des Abbesses.

Ali você encontrará o muro com vários Eu amo você escrito em diversas de línguas diferentes.  Volte para a Place des Abbesses e continue seguindo a direita: você chegará na base da escadaria que leva à Basílica de Sacré-Coeur.

36 – Basílica do Sacré-Coeur (Basilique du SacréCœur)

Paris 10fev08 Montmatre 09 334x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)A catedral de Notre-Dame pode ser a mais famosa, mas eu adorei muito mais a Basílica de Sacré-Coeur (Sagrado Coração). Ela se encontra sobre o bairro de Montmartre. Se você chegar por baixo, terá que enfrentar alguns bons lances de escada (ou pagar o funicular). Mas também pode chegar por trás e curtir a vista de um bairro boêmio e cheio de artistas.

Não sei dizer exatamente o caminho que fizemos, mas subimos várias ruas do bairro e chegamos pela parte superior da igreja, perto da Rue Cortot. Foi uma deliciosa surpresa. O bairro é bem artístico e boêmio, mas o mais interessante foi avistar de longe as altas cúpulas da basílica.

Paris 7fev08 Sacré Coeur 52 333x250 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)Por estar em uma das partes mais altas da cidade, a base da igreja te oferece uma vista estonteante da cidade. Mas se você não se contentar com isso, pode subir uns 300 degraus até a cúpula!

O interno da igreja também é maravilhoso! E tivemos a “sorte” de ir em um dia de missa. Sorte porque foi interessante assistir (apesar de não sermos religiosos), mas tivemos que esperar a missa acabar para circular por ela (não aguentamos assistir toda a missa – hahahahaha).

No entanto, faça como todo mundo: sente-se um pouco nas escadarias da Montmartre! Vale a pena!

E onde comer em Paris?

Bom, o Thiago morou là durante seus estudos na Sorbone e eu fiquei na casa dele naquele período. Com isso, comíamos em casa. O máximo que comemos na rua foi algum fast food típico pela curiosidade em conhecer. Mas a Patti do blog Tripping Unicorn fez um post bem interessante sobre Restaurantes Michelin Baratos Em Paris.

Bate e volta a partir de Paris

O bate e volta mais óbvio a partir de Paris é sem sombra de dúvidas dar um pulo e conhecer o famoso (e lindo), Palácio de Versalhes com seus jardins. Eu fui no inverno e os jardins estavam aberto ao público  (mas com todas as esculturas tampadas). Pagamos apenas para entrar dentro do palácio. Vale a pena? Valeu, claro! Mas teria sido melhor se estivéssemos ido fora do inverno e apreciar a beleza dos jardins.

Quem fez isso foi as meninas do blog As Estrangeiras e escreveram um post bem legal sobre a visita delas pelo Palácio de Versalhes.

Caso você queira ajudar:

Gostou do post? Foi útil a você? Que tal nos ajudar? Este post contém links de afiliados da Ticketbar, Tiqets e GetYourGuide.

Ao comprar algum ingresso fura-fila através dos links deste blog, parte da comissão vem para nós. Além dos tickets, você pode nos ajudar ao comprar passagens pelo site Passagens Promo, reservando sua hospedagem com o Booking, alugando um carro com a RentCars, fazendo o seu seguro viagem com a Seguros Promo ou comprando um chip de celular internacional pela EasySim4u.

 


Aproveite e siga o Turistando.in nas redes sociais e clique no círculo abaixo para salvar este post no Pinterest:

pinterest e social 2 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)

Pin do Pinterest

pinit fg en rect red 28 36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)


Planeje a tua viagem conosco

Clicando nas imagens abaixo, você encontra preços especiais e ainda ajuda o blog sem gastar nada!

About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

26 thoughts on “36 atrações imperdíveis em Paris (Super guia com mapa)

  1. Duas semanas em Paris, que privilégio. Acredito que quem vem do outro lado do Atlântico, deve aproveitar tudo ao máximo e Paris tem muito para nos fazer feliz. Como estamos aqui mais perto, temos oportunidade de ir conhecendo aos poucos, e é isso que temos feito.
    Esta foi a primeira vez do meu filho em Paris, e já tem um zilião de planos para quando voltar.
    Grata pela menção ao meu roteiro.
    Muitos beijinhos

    1. Como eu queria morar por aì, Ruthia! Ter voos low cost par aproveitar um novo paìs durante um feriado prolongado e conhecer as cidades aos poucos.
      Fiquei 15 dias antes de partir para meus 6 meses na Itàlia. Meu marido (na época namorado) ficou por là para fazer 1 semestre na Sorbone e eu aproveitei que nao pagaria estada e permaneci mais tempo. Mas de qualquer forma, tenho dado preferencia a estadas mais longas.
      Espero em um futuro poder mencionar o post com esse zilião de planos de teu filho!
      😉

  2. Uau, muita coisa interessante para fazer! Acho que quanto mais você visita Paris, mais coisas para fazer você descobre que ainda faltam! Vou deixar esse post guardadinho para a próxima visita a cidade..

  3. Oi, Juliana! Que opções ricas pra um roteiro em Paris! Adoro programas gratuitos, além de economizar uma boa parte do orçamento, na maioria das vezes você se aprofunda mesmo na cultura local.
    Paris é um sonho, quero conhecer!

  4. Uau! Quantas coisas! Fico pensando que vou ter q separar mais tempo pra passar no Louvre, gosto de olhar tudo com calma, ler as legendas… Acho que ver a torre se acender deve ser muito emocionante!

  5. Muito bom Ju! Lendo aqui sobre o que fazer em Paris eu tenho certeza que vou adorar esta cidade. É curioso como, depois de tantas idas a Europa, eu nunca coloquei Paris, ou mesmo França com destino. Sempre penso e visito várias cidades, países, mas este que tem muitos elementos que me apaixonam, eu ainda não considerei uma visita. Estranho, não?! bjinhos

    1. Curioso mesmo, Ana! Levando ainda em consideração de que vocês jà visitaram cidades europeias inusitadas, como as da Vestfália!
      E eu acho sim que vocês irão adorar! Paris respira muita arte, muita arquitetura e muita història! E é perfeita para uma viajante sem pressa
      hehehehehe

  6. Adorei esse passeio que fiz agora lendo seu texto, fui 3 vezes à Paris até hoje e da sua lista faltam 12 lugares ainda, fui a outros mas os que faltam estão anotados para próximas viagens. Pra mim Paris é uma cidade para voltar várias vezes com muita calma.

  7. Obrigada, ser avó sentimento indescritível. Está bastante quente por aqui, estamos em Norwalk, ao lado de Manhattan, uma cidadezinha muito gostosa, desta vez não será possível fazer qualquer tipo de passeio, dedicação total a filha e neta, no máximo aproveitar a piscina do condomínio hehehe, já aproveitamos bastante Manhattan e arredores em outras oportunidades. Sobre Paris, vou ter alguma dúvida provavelmente onde ficar, pensei em algum Íbis, que tem bastante na cidade, com variados preços, gostaria de ficar o mais central possível, mas, qualquer dúvida vou perguntar sim. Obrigado mesmo…..

    1. Este é um sentimento que ainda irei demorar para sentir…
      😉

      Quanto à onde ficar, o melhor é o mais central sim. Como fiquei em apto, nao posso te aconselhar nenhum, mas posso te indicar alguns bairros quando chegar o momento!
      😉
      Abraços e curta muito a filha e a netinha!

  8. Legal Juliana, agradeço muito a sua gentileza, gosto de ir fazendo os trajetos pelo mapa com bastante antecedência mesmo, a intenção é caminhar bastante, e suas dicas são sempre importantissimas. Estamos em NY curtindo nossa neta que
    nasceu a poucos dias, e com um tempo ocioso pra ler e pensar no roteiro, que me preenche e curto bastante. Valeu obrigado abs

    1. Parabéns pela netinha!!!
      😉
      Curta muito que é uma delìcia!!!!
      Eu pensei que tua viagem para NY fosse somente em setembro! Ia preparar algo para ti, mas vejo que não serà necessàrio! hehehehe
      O clima aì està quente demais, não?

      Sobre Paris, meu marido morou là e se você tiver alguma dùvida, me escreva que eu pergunto a ele!
      Ahhhh… e Paris é plana, exceto o ùltimo trecho, em MontMatre. Mas eu fiz todo o roteiro caminhando. Peguei trem apenas para Versailles
      😉

  9. Nossa Juliana, pensando no meu roteiro, que se Deus quiser farei o ano que vem com minha esposa, vejo em minha caixa de entrada essa sua postagem, vou ler mais vezes com calma, e visualizar no mapa todos esses pontos da cidade que vc relacionou. Paris é uma cidade que gostaria de explorar o máximo possível, estou programando ficar 6 dias, sendo que um dia vai ser pra Versailles, e 5 pra ver tudo isso rsrsrs, embora os museus não costumou perder muito tempo, procuro o que mais me interessa, gosto de apreciar a arquitetura e já estou satisfeito. Não vejo a hora hehehe. Adorei Juliana. Abs

    1. Olà Paulo
      Pensei em você assim que publiquei! Sei que tua viagem seria apenas para o ano que vem, mas dei um jeito de publicá-la logo para te encher de novas ideias! E o mapa està redondinho para quem gosta de caminhar
      hehehehehe
      Você viu que os primeiros domingos do mês sempre tem algo gratuito? Talvez seja o caso de usar isso na hora de comprar passagem (se valer a pena, claro).
      Versailles é linda e vale sim a pena um bate e volta. Acho que a viagem é de 1h apenas!

Deixe aqui teu comentário ou tua dúvida:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.