Os museus de Santiago do Chile

museus em Santiago
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Os museus em Santiago do Chile

Foram 11 dias visitando a capital do Chile e neste pequeno tempo (sim, foram poucos dias), visitamos alguns dos vários museus em Santiago. Sei que a maioria visita Santiago em 4, máximo 6 dias. Eu achava que havia exagerado e acreditem se quiser: deixamos muita coisa sem ser vista (incluindo alguns museus que queríamos entrar).
Mas enfim…. irei abaixo listar os mais interessantes museus em Santiago que visitamos. Deixe nos comentários aqueles que vocês foram e adoraram (ou detestaram).

 

  1. Museu da Memória e dos Direitos Humanos

O prédio do MDH visto de longe

Este museu muito me lembrou o Topografia do Terror em Berlim. Não é o tipo de museu que todos gostam, mas foi o melhor e mais interessante que visitamos.
Ele é direcionado não apenas para quem gosta de história e política, mas principalmente para quem quer descobrir um pouco sobre o estrago da ditadura no país.
Ali tem muito material contando como ocorreu o golpe e todas as pessoas mortas, desaparecidas ou torturadas no país.

São 3 andares repletos de fotos, capas de jornal, vídeos, áudios e documentários relacionado ao golpe militar no Chile. Tudo ali nos deixa mal e nos faz ver que a nossa ditadura (que foi foda), não chegou perto do absurdo cometido no Chile. 

Infelizmente não é permitido fotografar nos andares superiores. Alguma das fotos abaixo foram retiradas do site oficial.

Como chegar:  ao lado da estação do metrô Quinta Normal (outro local cheio de museus)!
Valor: entrada franca; paga-se apenas o áudio guia (recomendo).
Acessibilidade: Hà rampas e elevadores por todo o prédio.
Quando fomos, o elevador principal estava com problemas. Um rapaz super educado veio até nós pedir desculpas antes mesmo de terminarmos nossa visita no piso térreo e nos direcionou mais tarde ao elevador de serviço.
Horário: de terça a domingo das 10 às 18 (em janeiro e fevereiro até às 20).
Sitehttp://ww3.museodelamemoria.cl

 

2) MIM – Museu Interativo Mirador

O museu mais interessante para a garotada. Eu super aconselho inserir na tua lista se você viajar com crianças. O visitamos justamente por causa do Léo e ele amou!

O museu, que muito lembra o Catavento aqui em São Paulo, explora ludicamente a ciência, com brinquedos e atividades interativas e divertidas.

Apesar de suas atividades serem direcionadas às crianças maiores, há um espaço para crianças de até 6 anos e foi ali que o Léo se esbaldou. E’ a chamada Ciudadela com brinquedos que estimulam a criatividade e os sentidos da meninada.

Para não me estender muito aqui, farei em breve um post dedicado a esse museu.

Como chegar:  Pegamos um ônibus perto do hostel que estávamos hospedados (na Vicuna Mackenna) e seguimos com o GPS (descemos um ponto antes do indicado, em frente à rua Millaray). No retorno, fomos até a  estação do metrô Mirador!
Valor:  $ 3900 para adultos, $ 2700 para crianças de 2 até 12 anos e idosos acima de 60. As quartas é metade do preço (mas lota!).
Acessibilidade: Hà rampas e elevadores por todo o prédio.
Wifi: Encontrei wifi grátis, mas que se desconectava com frequência.
Horário: de terça a domingo, das 9:30 as 18:30.

 

3) Museu de Bellas Artes e Museu de Arte Contemporânea

A entrada do MBA

São dois museus em dois prédios diferentes, interligados por um corredor (você entra por um e sai pelo outro – rsrsrs).

Não dá para comparar o Museu de Belas Artes aos grandes museus do Brasil, mas vale muito dar uma passada. Até porque é grátis e o prédio é muito lindo!

Este museu conserva um patrimônio artístico composto por mais de 3000 peças, tendo uma ampla seção de pinturas e esculturas chilenas, abrangendo a produção artística do país desde o período colonial.

O que nos interessou bastante foram as diversas réplicas de esculturas mundialmente famosas, em um espaço intitulado Museu das cópias.

O Museu de Arte Contemporânea tem poucas esculturas. Encontrei apenas duas e elas me encantaram.
O forte são as pinturas espalhadas por suas salas. Bom, são poucos modernos e contemporâneos que nos agradam, mas foi interessante dar uma passadinha por estes dois museus.

Destaque: Se você não curte museus, de uma passada pelo menos para ver a arquitetura destes dois prédios. E’ lindo por fora e por dentro, tive a sensação de estar entrando em uma estação de trem.

Como chegar:  perto da estação do metrô Bellas Artes; Está dentro do Parque Florestal!
Valor: entrada franca;
Acessibilidade: Agora em 2017 a fachada do Bellas Artes estava em reforma. Esperamos um pessoal descer a escadaria estreita e subimos com o carrinho de mão. Eram poucos degraus.
A escadaria na entrada do MAC é grande e por isso subi antes e perguntei se havia alguma entrada com elevador. O rapaz da segurança gentilmente pediu para que eu esperasse na lateral da escada para que ele me abrisse a porta de serviços por dentro e, assim, subirmos de elevador.
Horário: de terça a domingo, das 10 às 18:45.
Wifi: Encontrei wifi grátis no prédio do MBA.
Sitehttp://www.mnba.cl http://www.mac.uchile.cl/

4) Museu de História Natural:

Este museu fica dentro do parque Quinta Normal, uma área verde muito interessante e cheia de museus gratuitos (além dos maravilhosos playgrounds que estão por toda Santiago).

Mas voltando ao museu, este é outro que a garotada (maiorzinha) pode se encantar.

Este museu é bem parecido aos museus interativos, com diversos painéis mostrando as diferenças de fauna e flora pelo Chile desde a criação do mundo.

O destaque, claro, fica pelo esqueleto da Baleia-Glacial no salão principal. Esse museu é inclusive chamado de O museu da Baleia.

 

Como chegar: ao lado da estação do metrô Quinta Normal, no Parque Quinta Normal
Valor: entrada franca;
Acessibilidade: O museu é plano e tem uma pequena rampa na lateral da escadaria.
Horário: terça a sábado das 10 às 17:30. Domingo abre 11 horas.
Sitehttp://www.mnhn.cl

5) Outros museus no Parque Quinta Normal

  • Museu Ferroviário

Havíamos nos programado para visitar este museu. O Léo certamente iria adorar!  Desistimos pois a fome bateu e o Léo estava morrendo de sono (ele não tinha completado 3 anos ainda).

Bom, este museu é perfeito para quem é apaixonado por trem. São ao todo 16 locomotivas bem preservadas e quatro vagões de passageiro, mas a principal locomotiva em exposição é a “la Trasandina” construída em 1909 na Inglaterra e que ligou o Chile a Argentina até os anos de 1971.

 

Valor: Crianças $ 500 e Adultos $ 800
Acessibilidade: O museu se encontra em uma área aberta e é plano.
Horário: terça a sexta, das 10h às 17h30. Sábados, domingos e feriados, das 11h às 17h30
Sitehttp://www.corpdicyt.cl/mferroviario/

  • Museu de Arte Contemporanea (MAC ) Quinta Normal

Vimos de longe aquele prédio lindo todo branco, mas não fomos por não sermos tão fã de arte contemporânea. Como já tínhamos visitado o MAC do Parque Florestal, deixamos esse para, quem sabe, uma outra visita à cidade.

Valor:entrada franca;
Horário: terça a sábados, das 11h às 19h. Domingos das 11h às 18h. Segunda e feriados fechado.
Sitehttp://www.mac.uchile.cl/


Salve este post dentro do Pinterest para ler depois e siga nosso perfil!
🙂


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

20 thoughts on “Os museus de Santiago do Chile

  1. Eu adoro museus mas por alguma razão qualquer que não lembro, visitei poucos museus em santiago, mesmo já tendo ido à cidade algumas vezes. O de Bellas Arte e Contemporâneo estão entre os que já fui, além de alguns outros, mas o da Memória que fala da ditadura chilena não fui e me interessou muito. 🙂 bjs

  2. Eu que estou aprendendo a gostar de Museus talvez hoje teria uma outra visão de Santiago. Com certeza iria adorar o Museu da Memória e dos Direitos Humanos, o Museu de História Natural e embora não cuta muito Arte Contemporânea, com certeza iria aceitar a sua sugestão e iria visitar a arquitetura do local.

  3. Saudades, Chile! Saudades, Santiago!
    Santiago tem um cenário incrível de museus (inclusive um dos circuitos de museus gratuitos dos mais incríveis que já vi!). Os museus do parque florestal são meus queridos, pela arquitetura principalmente, que você fotografou tão bem! O museu interativo parece mesmo uma graça, Leo deve ter adorado e se divertido muito!
    Além destes, eu gosto muito também do museu de arte pré-colombiana!

  4. Estive no Chile no mês passado e amei conhecer a cidade. Infelizmente não tivemos tempo para visitar nenhum museu, mas pretendo voltar e quero conhecer todos dessa lista. Amei o post! Bjs

  5. Juliana, parabéns pelo post. Excelentes dicas! Santiago do Chile realmente é uma cidade espetacular, com muita riqueza gastronômica e cultural. Como uma boa Bióloga, por onde eu passo eu adoro visitar o Museu de História Natural rsss. 😛

  6. O Museu de Arte Contemporânea vale pela arquitetura. Isso é suficiente para motivo de visita como voces dizem. Muito bonito. Quando visitei tinham uma exposição interessante sobre igualdade de género

  7. Já estive em Santiago há muuuitos anos e não lembro de muita coisa. Uma amiga minha está aí e falou que adorou alguns dos museus que visitou. Acho que está na hora de retornar à cidade e explorá-la um pouco mais!

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: