Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)

Transporte público em Berlim
Compartilhe este post:

Transporte público em Berlim:  Como circular pela capital alemã 

s bahn sign 376x250 Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)
Sign by photoeverywhere.co.uk C.C.

Acredite se quiser: O transporte público em Berlim é ótimo e amplo, mas não é fácil de usar.
Existe metrô (U-Bahn) e trens (S-Bahn), além do tram (bonde) e ônibus. A cidade é dividida por áreas (A, B e C) e existem diversas opções de baldeações.

Diante de toda essa informação, direi que não é tão fácil circular por Berlim. Eu e o Thiago, que moramos no centro de SP, em frente à uma estação de metrô e que estamos mais do que acostumados com baldeações, demoramos um pouco para entender o funcionamento dos meios de transporte da cidade.

Nos perdemos algumas vezes, chegamos atrasados em alguns compromissos e eu quase sentei e chorei na estação Zoologischer Garten simplesmente por não achar a localização da plataforma que eu deveria ir (ok…. a estação estava em reforma, foi a primeira vez que eu me aventurei sozinha na cidade e mesmo assim, foi bem complicado achar algumas plataformas).

O bom é que Berlim é bem fornecida de linhas de metrô, tanto que nunca usei ônibus. O mapa abaixo (clique para ampliar e vê-lo mais completo) mostra todas as interligações. É de morrer de inveja, não?

mapa metro berlim Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)

Esse mapa se encontra nas estações e no teto dos trens. Aconselho sempre dar uma olhada para confirmar se não há alteração de rota (sempre tem uma estação em reforma).

Os tipos de transporte público em Berlim

U Bahn S Bahn e1521117985916 142x250 Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)Em Berlim existem trens (chamado de S-bahn), metrô (chamados de U-bahn), bondes modernos (tram) e ônibus. Normalmente o U-bahn é subterrâneo (mas não é regra), pequeno e com algumas linhas com trens bem antigos. O S-bahn normalmente passa por cima da cidade, são trens mais largos e modernos.

Algumas das estações S-bahn também são estação de trens regionais e internacionais. Outra particularidade do S é o cinturão chamado RING (anel), que dá volta pela cidade, interligando outras linhas.

Além disso, a cidade é dividida em zonas A (centro expandido), B (periferia) e C (cidades vizinhas – “Grande Berlim”) e os valores dos bilhetes são divididos em: zona AB, zona BC, zona ABC.

Entendendo as áreas A, B e C em Berlim

zone ABC de berlim 363x250 Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018) Olhe novamente o mapa. Veja que existem diversas linhas que se intercalam e algumas linhas centrais que dão uma volta pela cidade.

Estas linhas se chamam RING (anel), um tipo de cinturão que interliga várias linhas e facilita a mobilidade por Berlim. Tudo o que esta dentro deste anel está na área A, chamada de centro expandido. O que está fora é B e C.

A área B é a periferia de Berlim e a área C compreendem as cidades vizinhas e, por isso, se você precisar ultrapassar a área C, pagará um valor maior.

Conhecendo as linhas de trem S e U de Berlim

* As linhas U-bahn

Começarei com as linhas de metrô. São 10 linhas no total com 173 estações e são operados pela BVG (Berliner Verkehrsbetriebe). As 10 linhas são essas:

  • Linha U1: Uhlandstraße ↔ Warschauer Straße
    • Linha U2: Pankow ↔ Ruhleben
    • Linha U3: Nollendorfplatz ↔ Krumme Lanke
    • Linha U4: Nollendorfplatz ↔ Innsbrucker Platz
    • Linha U5: Alexanderplatz ↔ Hönow
    • Linha U55: Berlin Hauptbahnhof ↔ Brandenburger Tor
    • Linha U6: Alt-Tegel ↔ Alt-Mariendorf
    • Linha U7: Rathaus Spandau ↔ Rudow
    • Linha U8: Wittenau ↔ Hermannstraße
    • Linha U9: Rathaus Steglitz ↔ Osloer Straße
Berlin  Kochstrasse U Bahn station Checkpoint Charlie   4145 385x250 Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)
By © Jorge Royan CC BY-SA 3.0

Ao olhar o mapa, você perceberá que muitas destas linhas se intercruzam e que as vezes, duas ou mais linhas diferentes passam por trechos idênticos.

O fato delas se intercruzarem facilita demais a nossa vida. É possível facilmente circular por Berlim. Em contrapartida, é muito fácil acabar dando muitas voltas dentro da estação para encontrar o local de uma combinação (e até mesmo pegar o trem errado).

Se por um acaso você reservar algum hotel distante do Mitte e precisar pegar diversas combinações, aconselho baixar o aplicativo da BVG (Android, Ios). Eles dão várias sugestões de combinação de trens e ainda incluem o horário que os trens passam e a duração do percurso. Pode ser uma boa!

Dica: Como nem sempre é fácil ter comunicação com a internet no subterrâneo, é melhor ver as combinações antes e salvar a tela da pesquisa.

* As linhas S-bahn e o RING

As linhas S têm trens mais modernos, espaçosos e que normalmente circulam acima da rua. O S-bahn pode passar pela região A e B e inclusive pode ultrapassar para a região C.

Existem 15 linhas e 166 estações e algumas delas se interligam com estação U-banh. São essas as linhas:

  • Linha S1: Oranienburg ↔ Potsdam Hauptbahnhof
    • Linha S2: Bernau ↔ Blankenfelde
    • Linha S25: Hennigsdorf ↔ Teltow
    • Linha S3: Ostkreuz ↔ Erkner
    Linha S41: Ring in the direction of the clockwise rotation
    • Linha S42: Ring in the direction of the counterclockwise rotation

    • Linha S45: Südkreuz ↔ Berlin-Schönefeld
    • Linha S46: Westend ↔ Königs Wusterhausen
    • Linha S47: Hermannstraße ↔ Spindlersfeld
    • Linha S5: Spandau ↔ Strausberg Nord
    • Linha S7: Wannsee ↔ Ahrensfelde
    • Linha S75: Westkreuz ↔ Wartenberg
    • Linha S8: Birkenweder ↔ Zeuthen
    • Linha S85: Schöneweide ↔ Grünau
    • Linha S9: Pankow ↔ Berlin-Schönefeld

Entendendo o Ring (S-Banh)

Berlim transporte publico Turistando.in 4 376x250 Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)Ring significa anel e é aquela linha que dà uma volta pelo centro expandido da cidade. A linha Ring circula por Berlim, interligando-se com algumas estações U e S.

Elas não têm um ponto final e circulam com o nome de RING sentido horário e RING sentido anti-horário e cabe a você olhar o mapa e identificar qual sentido você precisa ir (confesso que peguei o sentido errado algumas vezes e que perdi alguns trens por não ter certeza do sentido).

Mudando de U para S

Normalmente U é subterrâneo e o S se encontra acima do nível da rua. Isso significa que você precisará subir escadas (nem todas as estações tem elevadores ou escadas rolantes), mas em algumas estações será necessário sair para o nível da rua. Normalmente existem placas indicando o caminho (rsrsrsrs).

Antes de entrar no trem: valide seu bilhete!

Berlim transporte publico Turistando.in 2 140x250 Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)No Brasil estamos acostumados a comprar a passagem antes para passar pela catraca. Em Berlim (e em muitas cidades europeias) não há catracas e muitas vezes não há bilheteria/cobradores. Isso não significa que você pode entrar gratuitamente!

Se não há bilheteria, certamente tem alguma máquina automática que vende os bilhetes com dinheiro, moedas ou cartão. Compre teu bilhete (em Berlim, comprando 4 unidades o valor é mais barato) e após emiti-lo, valide antes de entrar no trem.

Sim! Não há catraca, mas há um validador, que insere a data e horário de sua entrada!

Não é sempre, mas fiscais entram dentro do trem para verificar se você tem ou não o bilhete validado (e caso não haja, você receberá uma multa de 50€ a ser paga na hora). Por isso: nunca se esqueça de validar o teu bilhete antes de entrar no trem!

Acessibilidade nas estações de trem em Berlin

Berlim transporte publico Turistando.in 5 400x242 Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)
Entrada da U-Bahn ao lado de nossa residencia! Apenas escadas!

É com muita tristeza que escrevo isso, mas poucas estações em Berlim são acessíveis. Isso mesmo!
No mapa acima, as estações com elevadores estão assinaladas. O problema é que, apesar de algumas estações terem elevadores, nem sempre significa que estarão funcionando. Passamos por isso em várias estações.

O mesmo ocorre com escadas rolantes. Poucas nos disponibilizam uma e mesmo assim, encontramos várias em manutenção.

Em algumas estações, usar elevador significa dar uma volta muito maior pela estação e até mesmo a sair dela e encontrar o elevador em outra rua. É muito comum ter que “caçar” o elevador correto: um sobe até uma plataforma, depois você tem que pegar outro que vai até o nível da rua. Ali, você tem que atravessar a rua e pegar um outro elevador… Enfim, é bem complicado!

Outra questão: Se a estação se intercala com outra linha, pode ser que o elevador sirva para a linha X e não para a linha Y!

Resumindo: não conte com isso!
Algumas vezes recebi ajuda para subir com o carrinho do Léo pelas escadas quando eu estava sozinha. Teve uma vez que eu quase cai escadas abaixo e ninguém me ajudou! Pois é!

Mas e os trens? São accessíveis?

Mais ou menos….
Procurem na plataforma pelo símbolo da bicicleta (ele também estará assinalado na janela do trem).
Se for os trens da linha S, vocês encontrarão certamente  algum  vagão com bastante espaço na parte central (foto abaixo). Se for trem antigo da linha U, o único espaço é aquele das portas!

As linhas de bonde e de ônibus H

Gosto muito de caminhar e, por isso, não usei nenhum dos bondes que passam pelas ruas do centro. De qualquer forma, os pontos são indicados pela letra H e costumam ser pontuais.

Dicas e cuidados

* Não se esqueça de validar o bilhete antes de entrar no trem. A validação deve ocorrer apenas 1 vez e o validador se encontra na plataforma.

* Veja se vale a pena comprar o bilhete diário, semanal ou o Berlim Welcome Card. Se para você compensa mais comprar o unitário, saiba que comprando 4, o valor é mais baixo (são 4 bilhetes individuais, que podem ser usados por 4 pessoas na mesma hora).

* Tenha um mapa atualizado em mãos ou instale o app da BVG em seu celular. O app pode te indicar as melhores combinações de trem.

* Observe sempre a indicação de destino do trem no placar eletrônico da plataforma. Saiba que no mesmo trilho podem passar trens de várias linhas.

* Veja no mapa dentro do metrô se não tem algum trecho em reforma. Passamos por isso com a linha U2. Tínhamos que descer em uma determinada estação, fazer outras combinações bem piores para retornar à u2.

Valores do transporte em Berlim – março/2018

Passes individuais: 2.8 € (AB) – 3.10 € (BC),  3.40 €( ABC)
4 Passes individuais: 9 € (AB) – 12 € (BC),  13.20 € (ABC)
Passes individuais diários: 7€  (AB)

Confirme aqui os valores.

Bilhetes turísticos em Berlim

valores passes berlim 417x400 Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)Fiz anos atrás este post sobre o Berlim Welcome Card, o único que usei na cidade e que além do uso ilimitado do transporte público, oferece descontos em atrações turísticas.

Existe um outro cartão chamado Berlim City Tourcard que também oferece o uso ilimitado do transporte público e descontos em atrações turísticas, mas pelo o que eu vi, a quantidade de atrações e o valor de desconto deste é menor.

Os preços para 2018 dos dois cartões se encontram na imagem ao lado

Veja aqui alguns ingressos fura-fila para a cidade de Berlim. Os links abaixos sao de parceiros do Turistando.in

Tickets via Ticketbar e via Tiqets


Onde ficar em Berlim



Booking.com


pinterest e social 2 Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)

Pin do Pinterest

pinit fg en rect red 28 Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)

Compartilhe este post:

Planeje a tua viagem conosco

Clicando nas imagens abaixo, você encontra preços especiais e ainda ajuda o blog sem gastar nada!

About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

39 thoughts on “Transporte público em Berlim: Entenda como usar (valores/2018)

  1. Juliana, suuuuuuper obrigada!
    Sairemos de Munique pra Praga, só depois iremos pra Berlim. Tudo organizado, de tanto que li os post de vcs!rsrs
    Não vamos a Postdam. Gostamos de curtir a cidade, nos perder, entrar em lugares que não tínhamos planejado…então é melhor ficar os 4 dias cheios só em Berlim mesmo. Quanto às zonas ABC, entendi sim. Fácil. Ficaremos apenas das AB pq nosso aeroporto de retorno é o Tegel.
    Quanto aos bilhetes de transporte, depois das suas explicações e do que descobri nos sites, fiz e refiz contas e cheguei à seguinte conclusão:
    – na 2a. comprar 3 bilhetes viagem única pra chegar ao hotel (E$2,80 cada) = Total E$ 8,40;
    – comprar 2 Berlim Welcome card 72h + museum island = E$ 84 pra usar de 3a a 5a + 2 Berlim Welcome card de 48h (usar 6a e sábado) = E$39,00
    –> Total geral = E$ 131,40 (com direito a museus grátis, transporte e mais alguns descontos – 25% DDR e zoo)

    No final, economizaremos E$ 56,00, ou mais!! E nossa filha viaja “sem pagar” conosco. Se mudarmos de ideia, compraremos apenas o BWC de 72h e depois veremos como fica.

    Ufa! Deu trabalho, mas acho que essa é a melhor solução pra viajar com adolescente. 😉
    Quando voltarmos, posto aqui nossas impressões.
    Obrigada!!
    Bjs.

    1. Leo
      Fico muito contente em ajudar!
      😉

      Entro em aula agora e ficarei o dia todo off, lerei com mais calma o teu comentàrio mais tarde e em breve te dou um melhor parecer, mas não se esqueça que tua filha, por não ter 15 anos, paga tarifa reduzida no transporte. Acho que custa 1,70€ ao invés de 2,80€. Ok… pouca economia, mas é alguma coisa!
      😉

      Praga é maravilhosa! Tenho alguns posts sobre a cidade. Munique infelizmente eu não conheço!

      Vcs jà compraram seguro viagem? Acabei de receber uma mensagem da Seguros Promo sobre uma promoção relâmpago de 15% (+5% boleto) que ocorrerà acho que na semana que vem!
      Bom, deu minha hora!
      😉

  2. Juliana, super obrigada pela gentileza da resposta tão rápida! 😉
    Tb estou com dificuldade de acessar o site da BVG há dias!! :O
    Vamos ficar em Mitte sim, na Mulackstr. Já vi que é bem localizado e podemos fazer muita coisa a pé. Mas o cartão de transporte sempre tranquiliza naqueles dias em que vira o tempo, estamos cansados ou resolvemos mudar o percurso. Ainda mais com adolescente!rsrsrs…
    Em Munique, vamos comprar o cartão de grupo, então nós 3 andaremos de maneira bem prática e barata nos meios de transporte. Simples!
    Mas, em Berlim, essa opção parece que não existe. O estranho é que, se entendi bem, o Berlim Welcome card, dá direito de levar uma criança de até 14 anos!
    Tínhamos pensado em comprar 2 cartões de transporte de 7 dias e 3 museum pass (sendo 1 de tarifa reduzida) de 3 dias. Mas teremos que comprar 3 de transporte, o que encarece bastante! Estou achando que vai ser mais vantajoso comprar 2 Welcome cards com Ilha de museus por 3 dias e 2 welcome cards de 48h (assim, viajamos 2 adultos pagando e 1 adolescente de cortesia, né?!)… Aí, no dia em que chegamos, compramos apenas 3 bilhetes simples, pq só vamos ficar perto do hotel mesmo.
    A questão nem é economizar, mas ser prático, sabe?! Estou raciocinando certo?! 😀
    Obrigada.

    1. Olà Leo
      Sim, este hotel está bem localizado! Mas é uma caminhadinha até AlexPlatz… Se estiver chovendo, é mesmo ideal seguir até alguma estação de metrô!

      Eu te dou 2 conselhos:

      1) Comprar 2 “Welcome Card”, como você sugeriu, pois ele inclui teu filho (All ticket variants of the Berlin WelcomeCard allow an adult to bring any number of children up to 6 years of age and up to 3 children up to and including 14 years of age free of charge.) Este bilhete é interessante se vocês decidirem pegar várias vezes o metrô durante o dia.
      OU
      2) na estação de metrô, quando precisar, compre o kit com 4 passagens por 9€ (são 4 Passes individuais) que sai mais barato (2,25€ cada bilhete). Teu filho entra na tarifa reduzida (não consegui acessar o site para ver, mas para ter uma noção, a tarifa normal custa 2,80 e a reduzida: 1,70 euro). Porém, vale a pena se vocês forem pegar apenas 1 ou 2 metrôs para ir/voltar para algum destino.
      No entanto, acho que seria ideal comprar separadamente o bilhete para os museus. Como vocês estão perto dos museus, não vale a pena gastar 1 dia inteiro de passe de metrô nos dias que vocês decidirem visitá-los.

      A ideia é comprar o Welcome Card com museus apenas para 3 dias é interessante, mas não se esqueça que, nos dias que vocês estiverem nos museus, vocês poderão não precisar do meio de transporte

      O bilhete que você está pensando em comprar seria este?

      Vocês pretendem visitar a cidade de Potsdam? Como vocês irão para Munique? Avião?
      Você entendeu como funciona a zona ABC em Berlim?

      Se tiver dùvidas, pode me escrever!

  3. Ótimas dicas, parabéns pelo site!! Tenho uma dúvida… Vamos pra Berlim (1 casal + 1 adolescente de 14 anos) por 6 dias e pensamos em comprar o ticket de transporte de 7 dias. Tínhamos pensado em comprar apenas 2 pois tínhamos lido em algum lugar que nossa filha pode viajar conosco de graça. Mas, no site, informam que adolescente até 14 anos só viaja de graça com um adulto, usando esse ticket de 7 dias, após as 20h! É isso mesmo?! Obrigada.

    1. Olà Léo!
      Muito obrigada pelo elogio ao site! Espero que minhas dicas em Berlim te ajude bastante!

      Sobre tua pergunta: Eu recebi hoje um comentário dando a indicação de que o bilhete de 7 dias permitia o uso gratuito aos finais de semana. Como eu usava com meu marido o bilhete de 30 dias gratuitamente aos finais de semana e apòs às 20hs, eu imagino que o de 7 dias ofereça o mesmo benefìcio!
      Vou verificar isso para você e jà te indico.
      Vc jà reservou hotel? Onde você ficarà (para eu ver se vale a pena comprar o passe semanal)

    2. Leo
      Eu não sei se isso ocorre apenas em minha residencia, como meu IP, mas eu tenho muita dificuldade em acessar o site da BVG. Recebo frequentemente mensagens de Erro de Proxy. O que eu consegui identificar é que crianças até 6 anos não pagam e de 7 até 14 tem direito a uma tarifa reduzida.
      Mas como disse, é capaz de que a viagem gratuita ara o bilhete mensal seja apòs às 20h e finais de semana.
      Se você ainda não reservou onde ficar (ou se conseguir cancelar sem perder dinheiro), cogite a ideia de ficar no Mitte e fazer tudo ou boa parte a pé. Se quiser, me envie algumas sugestões que eu vejo se é um bom lugar

  4. A opção da TAP com Barcelona de fora me agrada, será que compensa a economia? sendo que neste caso terei o retorno de Londres -Paris, para pegar o voo de volta.

  5. Sem dúvida uma boa economia, mas, Lisboa é prioridade nessa viagem, minha esposa não abre mão, e eu não queria perder a oportunidade de conhecer Paris. Vc acha que dá pra conciliar com algum stop-over com essas prioridades?

    1. Acho que sim… vamos pensar:

      Com a TAP vc consegue ficar até 5 dias em Lisboa ou Porto.
      Vc pode fazer SP-PARIS com parada em Lisboa.
      De Paris vc pode pegar um trem para Londres e retornar para PARIS para pegar o voo de retorno ao Brasil.
      Neste caso, Barcelona ficaria de fora!

      Dependendo da data, vc pode conseguir um voo de Londres para SP com stopover em Paris (simulei brevemente aqui e não consegui. Mas não é impossìvel)

      Pela KLM-Airfrance, vc poderia tentar o seguinte:
      SP – LISBOA com stopover em Paris
      LISBOA – SP com stopover em Amsterdam (ou seguir direto)

    1. De certa forma sim.
      Vc iria com a British e retornaria com a Iberia, porém como as duas empresas trabalham juntas, a compra você faz dentro do site da Iberia, por exemplo.

      O mesmo ocorre com a KLM e a Air France. Vc pode ir com uma e voltar com a outra!

      E’ de se pensar, não acha?
      😉

  6. Lembro-bem disto quando visitei Berlim… Não é imediato não. E eu acho que tambem estou bastante habituada a desenrascar-me em vários locais do mundo. Muito útil!

  7. Ju, que post completo, parabéns! Acho que os símbolos (U,S) são os mesmos usados em Munique e até em Viena, se não me engano.
    Você tem razão, é de dar inveja a oferta de transporte público – e quando São Paulo recebe intercambistas da Alemanha, eles não se conformam que o metrô não chega a todo lugar.

  8. parece complicado ne!? Mas é bem mais facil do que parece. acho que na prática (e na necessidade) ultrapassamos as barreiras da dificuldade. seu post é bem esclarecedor!

    1. Muito obrigada!

      Eu nao achei fàcil nao! Levou um tempo para me adaptar!
      hehehehe
      De onde morava, eu precisava fazer muitas baldeações e, para piorar, eu estava sempre com o meu filho no carrinho de bebê! Além de tudo, ainda tìnhamos que encontrar a saìda com elevador!

  9. Ok Juliana, obrigado pela atenção, já vi sua postagem do stop-over sim, muito bem explicado, vai ajudar bastante, está nos planos de faze-lo com o voo de ida SP-Barcelona com a parada de 5 dias em Lisboa. Barcelona-Paris penso em fazer de trem (adoro trem) apesar de ser 6:30hs, agora é direto sem conexão, com a facilidade da localização das estações, no centro das cidades, e da pra ir curtindo um pouco do sul da França, Paris-Londres com o trem da Eurostar, com a volta Londres-SP. Esse é o plano A né, espero que de certo kkkk. Desculpe, no assunto viagem eu me empolgo kkkk.

    1. Não precisa pedir desculpas não!
      Eu adoro!
      😉
      Parece um bom plano! Vc vai com a TAP?
      Iberia e British Airlines operam juntas… Ficaria difícil incluir Lisboa nesta rota, mas seria possível fazer SP – Paris com parada em Londres; P
      Paris – São Paulo com parada em Barcelona. E nesta rota vc não gastaria dinheiro com trem e conseguiria achar uma tarifa na qual o valor desses 4 voos seriam pròximos à 1 passagem

  10. É pro ano que vem ainda, provavelmente em maio, o roteiro está praticamente pronto (Lisboa/Barcelona/Paris/Londres), seria pra setembro deste ano, tivemos que mudar tudo por uma razão super justa, tenho uma filha que mora em Nova York e está grávida (primeira neta) mudança de rumo total kkkkk.

  11. Muito bom o post super detalhado e com valores super atualizados. Adoro encontrar posts assim principalmente dos destinos que estou pesquisando. Obrigada!

  12. Devia ter lido este post antes de ir à Alemanha! No início também tivemos dificuldade em nos orientar pois nem a compra do bilhete é muito intuitivo.
    Parabéns pelo pormenor na explicação!

  13. Olá Juliana, realmente parece bem complicado, são muitas opções de linha que deve confundir, estou com o mapa do transporte público de Paris, que está no meu próximo roteiro, e achei semelhante, com muitas linhas, é coisa de primeiro mundo né? Os tipos de transportes U-Bahn, S-Bahn, Tram e o cinturão chamado de Ring, me lembrou Viena, estive em 2016, achei sensacional, muito prático. Valeu, abs.

Deixe aqui teu comentário ou tua dúvida:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.