O pôr do sol na CasaPueblo

pôr do sol na CasaPueblo

O pôr do sol na CasaPuebloUma das mais belas e interessantes atrações de Punta del Est certamente é ver o pôr do sol na Casapueblo, antiga casa de verão do artista plástico e arquiteto uruguaio Carlos Páez Vilaró.

Atualmente o local é uma cidadela que inclui um museu, uma galeria de arte e um hotel chamado Hotel Casapueblo, que fica dentro da estrutura.

Se você visitar a cidade no verão, vá cedo para lá. Imagino que dê para aproveitar a praia e depois entrar no museu para admirar o pôr do sol por ali mesmo. No inverno, chegue horas antes do pôr do sol para poder conhecer o museu antes do pôr do sol.

A entrada para assistir à cerimônia do pôr do sol na Casapueblo é paga (pagamos 140 pesos, inclusive se você quiser apenas conhecer o café deles precisa pagar), porém não aconselho economizar o dinheiro para ver na praia ao lado. A visita ao local vale a pena!

O pôr do sol na CasaPueblo

Como ir para Casapueblo / Punta Balena

O pôr do sol na CasaPueblo

Fomos fora da alta temporada, no inverno e nos indicaram pegar um ônibus da COT na rodoviária e pedir para o motorista parar em Punta Balena.
O pôr do sol na CasaPueblo
O ônibus era o mesmo que seguia para Montevideo, porém, como desceríamos logo, nosso assento não era reservado (mais que justo).

O problema é que aquele ônibus lotou no primeiro ponto e, como todos haviam assentos marcados, fomos obrigados a se levantar e fazer o trecho em pé.

O ônibus parou na estrada e, para nossa surpresa, a Casapueblo ficava à uns 3km do ponto de ônibus.

O pôr do sol na CasaPueblo
Vista de Punta Balena a partir do Mirante que se encontra perto do ponto de ônibus na estrada

Bom, até ai, ok! Ainda na estrada há um mirante que te permite dar uma olhadinha em Punta Balena. Isso vale a pena!

Aquele fim de tarde estava lindo (diferente do dia seguinte, nublado. Escolhemos o dia certo para ver o pôr do sol) e o mar muito azulado! Dava gosto de ver!

A Casapueblo

O pôr do sol na CasaPuebloApós caminhar o trecho, descobrimos o belo portal da Casapueblo e seguimos em direção a sua entrada.

Ali dentro vimos diversos ônibus turísticos. Talvez alguns até saíssem de Punta (e certamente por um valor maior) e fomos em direção à porta do museu. Não me lembro o valor (procurei algum site do local e encontrei apenas o preço do hotel. E ali não há informações sobre essa atração).

Anyway…..
Entramos e começamos a circular pelo museu antes de sentarmos para tomar um café (algo que fizemos muito naquela viagem). As obras de arte eram interessantes, mas o preço de cada peça era absurdamente caro! Em uma das salas vimos uma projeção que mostrava a vida do artista e vimos ali algumas personalidades brasileiras que eram seus amigos.

O pôr do sol na Casapueblo

Depois de percorrer o museu, percebemos que o terraço onde ocorreria a cerimônia do pôr do sol estava começando a se encher e para lá seguimos.

O pôr do sol na CasaPueblo

Do terraço é possível ver a arquitetura do hotel Casapueblo. Cores brancas e paredes irregulares te remete às famosas casas das ilhas gregas banhadas pelo mar mediterrâneo. Com a diferença que estávamos no Uruguai e que suas casas eram banhadas pelo Mar del Plata – rs.

O sol ainda estava alto e com aquela bela paisagem, comecei a treinar alguns conceitos fotográficos para esperar o tempo passar (rs), quando de repente começamos a ouvir uma poesia.

Eu não havia lido nada sobre o local. Apenas que o pôr do sol na Casapueblo era parada obrigatória e aquilo começou a me encantar. O lindo poema (leia aqui na integra), narrado pelo próprio artista plástico, era bem sincronizado com o pôr do sol, pois ele se acaba exatamente quando o sol some do horizonte do mar.
Eu, que não me emociono fácil, me encantei com aquele espetáculo de cores e poesia!

O sol se pôs, todos baterão palmas. Fizemos algumas fotos e seguimos rumo à estrada.

Antes, ainda no museu, encontramos o Carlos Vilaró sendo paquerado pelos turistas ali presente (fomos em julho/2013. Uns 6 meses antes de sua morte).

Bom, eu não sou paparazzi e não curto fazer fotos com “famosos” (a não ser que seja alguém eu eu realmente admire). Fiz uma foto dele apenas para meu registro e saímos do local.

Carlos Páez Vilaró na CasaPueblo
Carlos Páez Vilaró na CasaPueblo em 2013

O problema de ir de ônibus

O pôr do sol na CasaPueblo
A bela imagem que vimos de Punta Balena enquanto aguardávamos o ônibus (antes de anoitecer)

Como eu disse no início do texto, fomos no inverno e pegamos um ônibus de linha. Na saída, chegamos a perguntar se era possível nos incluir nos ônibus e vans que estavam por ali, mas todos nos disseram que estavam cheios. Haviam alguns taxis, mas o valor era alto e, por isso, pegamos aquela estradinha até a estrada principal.

O problema é que quando chegamos na estrada, vimos o ônibus saindo do ponto (e ele não parou para nós). O jeito foi esperar.

Estava muuuuito frio! Mas muuuuito frio! Frio de congelar o corpo e, para o nosso azar, não passou nenhum ônibus que fosse sentido Punta e alguns passaram reto. Acho que ficamos ali mais de 1 hora aguardando o ônibus passar.

Não sei quanto custa a van ou ônibus de excursão, creio que talvez valha a pena por este detalhe. Se a diferença for muito grande, vá bem agasalhado e tente sair assim que o sol se pôr (para pegar aquele ônibus que perdemos).

Mais info: http://carlospaezvilaro.com.uy/nuevo/

O pôr do sol na CasaPueblo

About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

3 thoughts on “O pôr do sol na CasaPueblo

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: