Os mercadinhos de Natal em Berlim e Bremen

mercadinhos de Natal de Berlim
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Os mercadinhos de Natal

mercado-de-natal-em-berlim-nov-e-dez-2015-17
Um dos mercadinhos da AlexanderPlatz

Já ouviram falar nas feiras ou mercadinhos de Natal da Europa?

Esse é o tema de uma blogagem coletiva proposta por blogueiros do RBBV e aqui no Turistando.in escreverei sobre os mercadinhos de Natal de Berlim, de Bremen e de Oldemburgo, na Alemanha.

**** Quer ver melhor as fotos????? Clique para aumentá-las! ****

Mas o que são os mercadinhos de Natal?

natal do KaDeWe de Berlim
A Carmen, o Léo e eu dentro do KaDeWe

Eu fiquei sabendo da existência desses mercadinhos assim que chegamos em Berlim, no fim do mês de outubro. Uma amiga espanhola disse que me visitaria no final de novembro, pois queria estar na cidade quando estivesse ocorrendo os mercadinhos de Natal.

Assim que ela comentou comigo, perguntei ao meu marido se ele havia ouvido falar e fomos procurar na internet. Deduzimos então que seria algo bem parecido com as nossas quermesses, mas que não teria dança típica.

Os mercadinhos ocorriam em alguns locais da cidade, normalmente em uma grande praça e neles se vendem produtos típicos de inverno, comidinhas da cidade (como o “Bratwurst”, a tradicional salsicha na brasa), cerveja, vinho quente (o delicioso Glühwein), chocolates e o famoso coração de gengibre.

 

Como são e onde ficam os mercadinhos de Natal de Berlim?

Berlim está cheia de mercadinhos de Natal e se você visitar a cidade em dezembro, certamente vai cruzar com alguns deles, pois muitos estão em localizações (infelizmente) obrigatórias para o turista.

mapa dos mercados de Natal
Alguns dos mercadinhos que mencionei no post

Voces irão encontrar mercadinhos na AlexanderPlatz, (parece que tem outro no Alexa), na Schlossplatz (em frente à Rotes Rathaus – o prédio da prefeitura vermelha – chamado de Nostalgischer Weihnachtsmarkt Opernpalais), na Gendarmenmarkt, considerada a praça mais linda de Berlim, na Potsdamer Platz e dentro do Sony Center, na Gedächtniskirche (perto do Zoo), mas tem muitos outros espalhados pela cidade.
Dizem que o melhor é o do Palácio Charlottenburg, mas acabamos passando ali depois do fechamento!
Mas esses são apenas os mais famosos do centro da cidade (Mitte e arredores)

No entanto, os mercadinhos são basicamente idênticos!
Tanto em seu formato quanto nos produtos vendidos. Há doces, comidas, bebidas, mas também tem artesanatos e produtos de inverno não tão caseiros assim.
Lembro de ter comprado um gorro de frio para meu marido na Primark (uma loja de depto. barateira) e ter visto a mesma touca (mesma marca e modelo) pelo triplo do preço ali.

Atrações:

Copo decorativoAlém das barraquinhas, há sempre alguma atração de inverno (para diferenciar uma das outras)!
Normalmente é pista de patinação no geloescorregador de gelo para fazer skibunda (como o da Potsdamer Platz) e pista com algum esporte de inverno que eu não iria saber o nome – rs, mas pode ser também um carrossel e roda gigante.

Em Oldembrugo
Em todo canto que íamos: Glühwein! 😉

A única coisa que realmente me agradou nesses mercadinhos foi o Glühwein, que nada mais é que vinho quente com especiarias, uma bebida bem tradicional no frio, pois desce queimando e esquentando o corpo.
Fora dos mercadinhos, pagávamos entre 1€ e 1,50€; mas nos Mercadinhos de Natal, 3€ mais o copo (em torno de 3€; mas eram tão bonitinhos que eu também comprava);

 

Algumas barraquinhas serviam a bebida no copo descartável térmico (vi isso em frente à Gendarmenmarkt, antes da fila de entrada e em uma barraquinha na Gedächtniskirche, que serviu a galera que congelava aguardando os fogos de ano novo – tipo nós) e não cobravam a mais por isso, mas os copos são bonitos para colecionar!

Os mercadinhos de Natal de Bremen e Oldemburgo (norte alemão)

Creio que todas as cidades alemãs (e muitas outras europeias) tenham a tradição desses mercadinhos. Eu conheci apenas duas outras cidades com seus mercadinhos. Na verdade, eu não fui com o intuito de conhecer o mercadinho. Queria visitar as cidades e diria que o mercadinho estava (literalmente) no meio do caminho – rs.

  • Bremen

mercado-de-natal-em-bremen-dez2015-7
Em Bremen! Ao fundo, o belo prédio da prefeitura (Rathaus)

O primeiro mercado de Natal que visitamos foi na cidade de Bremen.
Fomos passar um final de semana lá antes de irmos para Oldemburgo, onde meu marido ia visitar um grupo pesquisadores na faculdade da cidade, e tivemos a sorte (ou o azar) de irmos no final de ano.

mercadinho de Natal de Bremen se encontra nas praças principais da cidade, entre a prefeitura (Rathaus) e a basílica de São Petri (uma ao lado da outra) e é considerado o mercado de Natal mais bonito da Alemanha.
Pudera! Essas são as praças mais bonitas e turísticas da cidade (e eu queria tanto poder apreciar o belíssimo prédio da prefeitura da cidade, a Rathaus)! Encontrar a Estátua de Roland e dos músicos de Bremen foi bem difícil!
Enfim!

(mais informações: http://www.Bremer-weihnachtsmarkt.de)

Oldemburgo

O mercadinho de OldemburgoO segundo mercadinho que visitamos foi em Oldemburgo, ao lado de Bremen.
Fiquei meio a toa enquanto meu marido conversava com o pessoal da universidade e zanzei pelo centro e pelo mercado.
Como era segunda feira, o local estava mais tranquilo.

Esta cidade é famosa para comprar roupas (mas não achei nada de especial) e o mercadinho está também por todas as praças principais do centro, mas diria que o mercadinho não atrapalhou muito a cidade (exceto, claro, que não conseguimos fazer uma foto bonita do palácio).

mercado-de-natal-em-oldemburgo-dez2015-8
O Grünkohl mit Pinkel e batata

O mercado de Natal de Oldeburgo se dá também na praça central da cidade, entre a praça da prefeitura (Rathaus) e a praça do palácio e se chama Mercado de São Lamberti (nome da belíssima igreja do centro da cidade).

Nestas duas cidades (Bremen e Oldemburgo), comemos o famoso (e delicioso) Grünkohl mit Pinkel, que nos restaurantes custavam em torno de 16€.
Resolvemos também comer na feirinha e pagamos 6€!

 

Quando se iniciam os mercadinhos de Natal?

Normalmente começam na última semana de novembro e vão até final de dezembro. Segundo o site oficial (Weihnachten in Berlin), as datas das principais feiras do centro são:

Potsdamer Platz
04/11 até 01/01 das 10 às 22h
Entrada Grátis
Alexanderplatz
21/11 até 26/12, das 10 às 22h
Entrada Grátis
Rathaus
21/11 até 29/12 das 12 às 22h
Entrada Grátis
Schlossplatz
24/11 até 26/12 das 12 às 21h30
Entrada Grátis
Gendarmenmarkt
21/11 até 31/12 das 11 às 22h
Entrada: 1 euro
Gedächtniskirche
21/11 até 01/01 das 11 às 21h
Entrada Grátis

 

Mercado de Natal de Bremen
21/11 até 23/12 das 10 às 20h30
Entrada Grátis
Mercado de Natal de Oldemburgo
22/11 até 22/12 das 11 às 20h30
Entrada Grátis

 

Nos feriados e vésperas as datas são diferentes; assim como alguns horários de final de semana. Confira no site.

Qual horário ir?

Se você quer passear e conhecer, sugiro que você vá no período da manhã e durante a semana (acaba sendo menos cheio); Muita gente vai para almoçar (fizemos isso em Oldemburgo), pois há várias barraquinhas que vendem comidas;
A noite, o clima é de festa, as barraquinhas ficar iluminadas e a maioria vai lá para beber e comer e a concentração de jovens no local é bem grande.

 

A nossa experiência com os mercadinhos de Natal

Bom, tentei dar meu parecer neutro sobre os mercadinhos. Sei que muitos amam Natal, mas eu e meu marido não somos tão fãs (dizer que odiamos é forte demais – rs), mas tentamos entrar no clima!

Cadê o lindo prédio da prefeitura vermelha de Berlim (a Rodes Rathaus)???

https://www.instagram.com/p/BNaFwuIAJks/?taken-by=turistando.in

Os mercadinhos são interessantes e bonitos sim!
Confesso que agora, um ano depois (rs), gostaria de voltar para participar, mas naquele momento, não gostei!
Fui em algumas na cidade de Berlim, mas não tive vontade de conhecer todas.

O primeiro contato que tive com esses mercadinhos de Natal foi antes mesmo da abertura, na praça AlexanderPlatz.

mercado-de-natal-em-berlim-nov-e-dez-2015-6
O pouco do que vi da praça Gendarmenmarkt

Havíamos feito nossa visita ao Reichstag e fomos caminhando até essa praça. Meu marido estudava alemão por ali e eu resolvi ficar na rua enquanto ele fazia a aula (um dia falarei do transtorno que era retornar sozinha de metrô para nosso apto com o Leo no carrinho).
Além do mais, eu queria fazer fotos da praça a noite (o que não rolou, graças à montagem das barraquinhas).

O mesmo ocorreu na praça Gendarmenmarkt, que dizem ser a mais linda de Berlim (e nos 3 meses que ficamos na cidade, passei por ela apenas na época dos mercadinhos).

mercado-de-natal-em-berlim-nov-e-dez-2015-22
Euzinha, no mercadinho da Alex, tomando meu primeiro Glühwein

Nossa primeira ida ao mercado foi exatamente a da AlexanderPlatz, em seu primeiro dia de abertura.

Me encontrei com meu marido no final de sua aula e para lá fomos. Quando nos encontramos, ele comentou que seu professor de alemão estava puto da vida com o preço de uns “nuts” caramelizados que segundo ele, custava bem mais barato no mercadinho de Spandau (não duvido).

Quando fomos pedir um Glühwein e vimos que custava 6€, ficamos putos igualmente (mas depois descobrimos que poderíamos devolver o copo e ser reembolsados da metade do valor).

Me irritou também o fato de todos os mercadinhos de Natal serem idênticos. Se você foi em um, foi em todos.
Os produtos são os mesmos, as barraquinhas parecem ser as mesmas e até as músicas são iguais. O que muda (no caso das cidades alemãs) é que eles servem pratos típicos da cidade (comemos um Grünkohl mit Pinkel tão gostoso quanto os que comemos em restaurantes) e a pista de diversão.

A que eu mais curti foi uma barraquinha em frente à Gedächtniskirche, no dia de ano novo! Paramos ali para fugir da chuva e tomar (adivinha), um Glühwein e pagamos um preço decente (vinha em um copo térmico descartável).

Porém, triste foi passar um final de semana em Bremen e Oldemburgo para ver prédios monumentais da cidade e ter que apreciar apenas os últimos andares!!!!

Para completar, a coisa mais difícil é achar vaga ou preços bons em hotéis e pousadas nestas cidades em um final de semana.
Conseguimos em Bremen uma oferta de 110€ a diária em uma pousada gostosinha, em frente ao rio Weser (last minute porque houve desistência). Era o mais em conta que havia. Em Oldemburgo pagamos 100€.
Fiz uma pesquisa para ver os preços fora das semanas de feirinhas pelo Booking e havia pelo menos 1 página com ofertas inferiores à 100€!

E, obviamente, o preço das coisas! Nada ali é barato!

Mas para quem não tem o mau humor natalino na veia, certamente é uma ótima atração de fim de ano!

hehehehehe

  • Quer conhecer outros mercadinhos de Natal pelo mundo?

 Como escrevi anteriormente, este post faz parte de uma blogagem coletiva proposta pelos membros do RBBV. Segue abaixo outros blogueiros que também escreveram sobre os mercadinhos de Natal:


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

23 thoughts on “Os mercadinhos de Natal em Berlim e Bremen

  1. Eu, pessoalmente, acho algum charme nos mercadinhos de natal, apesar de as multidões me porem louca (as pessoas endoidecem no natal ou é impressão minha?…). Mas compreendo que quem esteja a visitar uma cidade pela primeira vez não consiga ver bem o sítio sem se deparar com barraquinhas natalícias, cânticos ou outras estruturas maiores que acabam por apagar os edifícios ou monumentos. Enfim, é fugir da época de natal se quisermos dar uma volta sem tropeçar num pai natal ou escorregar numa pista de gelo 😉

  2. Adoro os Mercados de Natal e acho fantástico que, mesmo com muito frio e graus negativos, toda a gente sai de casa para ir divertir-se e para levar as crianças para as pistas de gelo. Claro que o vinho quente ajuda, ehehehe Boas viagens!

  3. Oie
    Olha sei que tem muita gente que odeia esses mercadinhos, eu mesmo não amo, mas acho que eles são uma ótima maneira de se integrar à cultura local, já que é uma festa popular.
    Bjs
    Dani Bispo
    abolonhesa.com

  4. Eu adoro os mercados de natal da Europa, principalmente as comidas (por mais que sejam um pouco mais caras). E os da Alemanha são os mais famosos. Não acho que atrapalhem a cidade. Dão até um certo charme e ajudam até quem não curte natal (eu) a entrar no clima. hehe. Adorei esses de Berlim 🙂

  5. Oi Juliana! Tudo bem? Acabei de ser aceita na RBBV então estou meio perdida – como é feita a divulgação da blogagem coletiva?
    Fora isso, achei seu post útil demais, estou indo neste sábado para Berlin visitar os tais mercadinhos! Que coincidência feliz 🙂
    Adorei conhecer o seu blog!
    Um grande abraço!

    1. Olà Gabi
      Parabéns pelo ingresso ao RBBV!
      🙂
      E fico feliz que tenha gostado do meu blog (o estou reestruturando e está uma bagunça – rsrsrs)
      E que delícia que vc esta indo para Berlim! Eu amei a cidade! Se precisar de dicas, me avise (pois ainda não tive tempo de escrever tudo o que vivenciei là)

      Aliás, vc jà agendou tua visita para o Reichstag? Se não, faça isso para ontem! rsrsrs
      Super vale a pena!

    2. Sobre a blogagem coletiva, essa é a primeira que participei, nem sabia que existia! rs
      Funciona assim: alguém bola um tema, divulga um documento com “regras” dentro do grupo, como data da postagem, tema e etc e vc tem um prazo para fazer o post e inserir o link naquele documento.
      Esta rolando outra blogagem coletiva para o final do ano. Me add no Facebook que eu te marco na tarefa!
      😉

      1. Obrigada pelo retorno querida! Já estou te adicionando por tudo 😉
        Já li tudo que tinha na internet sobre Berlin e os outros destinos, hehehe!
        Adoro planejar as viagens, é uma parte deliciosa e a gente já começa a curtir bem antes, né? Se tiveres dicas “fora do roteiro turista comum” que li por aí, adoraria recebê-las!
        Beijos e boas festas de fim de ano!

      2. Dos locais “anormais” para o turista regular: Algo que escrevi e que raramente um turista faz é conhecer a Citadelle, no bairro de Spandau. A fortaleza é bem interessante e te da tbem uma visao panoramica da cidade!
        Todo mundo quer visitar a torre de TV na AlexanderPlatz! Mas vc pode ir até a torre de radio que é muito mais barata (e pode jantar no restaurante deles). Vc pode tbem visitar o estàdio Olìmpico de Berlim.

      3. Berlim tambèm està cheia de parques! Se tiver tempo, và ao MauerPark em um domingo (tem feirinha hippie e todos os berlinenses vao para là, mesmo no frio).
        Eu curti bastante o Treptower park, onde està o monumento aos mortos sovieticos e o parque Victoria!

        E’ turistico, mas quem faz Berlim em 3 dias acaba deixando de lado: Palàcio e Jardim de Charlottemburgo e Potsdam.
        O primeiro se encontra em Berlim e vc pode ir de metro (zona A+B); o segundo é uma cidade fora de Berlim, mas vc tbem consegue ir com o metro (zona C).
        Ah, e tem o Zoo, o Aquario e o Botanico! Amei os 3!

      4. Muito obrigada pelas dicas! Agora já fomos e voltamos 🙂
        Amei os mercadinhos!
        Infelizmente não conseguimos fazer tanta coisa, mas aproveitamos bastante o Natal! Vou postar lá no blog logo logo!
        Beeeeijos

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: