Visita rápida em Guimarães – Portugal

Guimarães em Portugal
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Saímos da cidade de Braga debaixo de chuva! Não sei se tem trem que segue direto para Guimarães, mas vimos que tinha ônibus e que os horários são bons. O bilhete se compra diretamente com o motorista.
A viagem foi tranquila e confortável. Durou aproximadamente 1 hora.
Apesar da proximidade, o ônibus diminuiu a velocidade por causa da chuva, além de parar no caminho para entrada e descida de passageiros.

Ao chegarmos na estação, pedimos indicação em uma banquinha de livros que encontramos. O Miguel, um dos donos do hostel (My Hostel. Veja mais aqui) nos deu a indicação para caminhar, mas quisemos confirmar se era fácil ir a pé ou se um taxi seria melhor opção. Nos indicaram ir a pé. Eh perto da rodoviária, mas para quem estiver de mala e não precisar economizar, pegue um taxi!
Aqui tivemos um novo contratempo. Não sabíamos que horas iríamos exatamente chegar e, como o hostel estava vazio, o Miguel saiu para pegar os filhos na escola exatamente na hora que chegamos.
A entrada é feita com um código, que ele só nos deu após telefonarmos a ele.
Como ele sabia de nossa chegada, acho que ele deveria ter dado o código por email (escrevi para ele ainda na parte da manha), mas paciência.
Eu fiquei sentada com as malas em um local fechado, na rua do hostel e meu marido foi procurar um telefone público.
Diferente de Braga, que tem poucos restos de casas ou castelos medievais, Guimarães tentou mantê-los.
Seu centrinho histórico tem cara de centro medieval e em poucos passos chegamos ao resto do Castelo da cidade.
O bom é que é o hostel está no centro da cidade e toda essa parte turística dá para se fazer a pé e em poucos passos!
Como tínhamos pouco tempo e chovia, resolvemos ir até o castelo. Pedimos informação, contornamos as ruazinhas do centro e seguimos uma muralha. Vimos que havia algo grandioso no final dela.
Ao chegarmos, descobrimos que a construção grandiosa era o Paço dos Duques de Bragança, um imenso casarão construído no século XV por D. Afonso (filho ilegítimo do rei D. João I e de D. Inês Pires Esteves), 1.º duque de Bragança.
Hoje o local virou museu e centro de visitação. A entrada custa 5,00€ e o local abriga belas peças de mobiliário renascentistas, soberbas tapeçarias flamengas e tapetes persas.
Infelizmente não é permitido fazer fotos.
Subindo sentido o castelo, passamos por uma pequena construção, uma igrejinha do séc.X, chamada Igreja de S. Miguel do Castelo. Ali tem uma curiosa placa dizendo que ali foi batizado D. Afonso Henrique (“Nesta pia foi bavtizado El-Rey Dom Afonso Henriques pelo Arcebispo S. Geraldo no anno do Senhor 1106”.)
Continuamos o nosso trajeto sentido castelo e encontramos uma fortificação abandonada, vazia e com as portas fechadas. Era possível apenas dar uma pequena volta no pátio! Apesar da grandiosidade que ainda resiste com o tempo, foi decepcionante!
No final da noite, sem a chata garoa que lavou a cidade em nossa visita, resolvemos dar uma volta pelo centrinho.
Como foi, infelizmente, uma visita rápida, não posso dizer que conheci Guimarães. No dia seguinte, acordamos cedo e seguimos em direção à Porto!


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

One thought on “Visita rápida em Guimarães – Portugal

  1. Ju… estou com certa inveja de vocês que puderam caminhar pelo Centro Histórico de Guimarães à noite. No dia em que passei por lá, apesar de ter explorado a cidade, eu sai de lá com vontade de sentir sua energia noturna.

    Gosto de um tempo chuvoso e uma garoa, mas dependendo do volume ela pode atrapalhar e muito nossa visita como aconteceu conosco em uma noite no Porto.

    Pelo seu relato percebo que Guimarães passou a cuidar mais de seu belo patrimônio, pois o castelo está bem cuidado agora e podemos tirar fotos no Paço. Mais uma vez adorei passear por suas aventuras! 🙂 beijocas

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: