Fazendo turismo grávida!

Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Bom, já escrevi sobre as questões e dúvidas sobre viajar grávida, escrevi também sobre como foi viajar no avião Iberia com 4 meses de gravidez e sobre o seguro viagem para grávida que não é o mesmo seguro viagem.
Agora, para terminar este primeiro relato, falta falar como foram os 14 dias circulando por Portugal.
Primeiramente, saiba que cada caso é um caso. Minha gravidez iniciou-se e continua muito tranquilamente. Não tive enjoos, desejos ou dores fortes. Minhas pernas não incharam e somente agora comecei a engordar (estou com 25 semanas e 4 quilos a mais).
Tudo isso facilitou para que nossa viagem fosse ótima! Mesmo assim, diminuímos o ritmo do que normalmente fazemos.

A viagem para Portugal, apesar de ter sido pensada em cima da hora (a ideia veio algumas semanas após a descoberta), foi bem elaborada e organizada.
Esperamos terminar o 1° trimestre, demos uma pausa de duas semanas em nossas aulas para não correr demais e algo que facilitou muito (e isso nem sempre dá para organizar) é que fomos no início da primavera, com uma temperatura fria, mas bastante favorável para circular pela cidade.
Decidimos ficar bastante tempo em Lisboa (amamos cidades grandes) e fizemos a cidade de forma bem tranquila. Como queríamos conhecer um pouco do norte, mas retornaríamos pelo aeroporto de Lisboa, dividimos a capital em duas partes; 4 dias no início e 3 dias no final.
A parte do norte eu acho que exageramos na rapidez. Coimbra, Braga, Guimarães e também a cidade de Porto, são cidades que eu realmente queria conhecer e que apenas um dia bastava para circular pela cidade. O problema é que acabou ficando corrido demais! Pegamos chuvas e atrasos de trens.
Pegar trem também foi algo complicado. A maioria das passagens que compramos não ia direto e a ligação entre um trem e outro era de apenas 5 minutos.
Foram 5 minutos correndo entre as plataformas e escadas e que, grávida e com mochila nas costas, não foi legal!
E para quem sente tonturas em viajar de costas, o ideal é comprar passagens antecipadas. Fizemos todas as nossas viagens assim!
Mochila também foi algo que facilitou bastante.
Tudo bem que é um peso, mas bem melhor que mala.
Claro que, eu não estava com barrigão e todo o peso ficou na mochila do Thiago (rs), mas ainda assim apoio o uso de mochilas em viagens européias.

 


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: