Estrias na Gravidez

Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Bom, o objetivo deste blog, claro, não é falar sobre gestação. Há vários blogs sobre gestantes, cuidados com a pele e etc.

Meu objetivo é mostrar que a mamãe ou a gestante também pode viajar e fazer coisas parecidas com aquelas que ela fazia antes de virar mãe.
Então vocês devem estar se perguntando: porque falar sobre estrias se muitos outros blogs falam sobre o mesmo assunto?
Porque vi ontem a foto da moça barriguda cheia de estrias e isso me atingiu fortemente e imagino que, mesmo para as mamães de mochila, essa dica é preciosa.
Bom, imagino que você, ao descobrir a gravidez, tenha ido atrás de um dermatologista. Bom, eu fiz isso!
Aliás, fui em 2 dermatos diferentes. Não confio muito em médicos e queria duas opiniões. Na verdade, no início da gestação, comecei a ter umas irritações feias na pele. Fui no PS do Santa Isabel na Santa Cecília e 2 médicos diferentes me disseram que eu estava com sarna (e eu não estava)!!!!!! Por isso, além de descobrir o que eu realmente tinha, aproveitei para pedir a eles indicações de cremes contra estria.

Ambos me recomendaram alguns cremes de farmácia, mas acabei escolhendo um que minha irmã, Daniela, mamãe “fresca”, recomendou: “Concentre de Lait d’Amande” da L’Occitane. Ela usou em sua gestação e não teve estrias.

Para ter uma noção, este creme custa 50 Us$ e aqui no Brasil R$ 210,00 (daí eles abusam do “juros Brasil, enfiam a faca e colocam a culpa no governo. Eles sabem que compramos mesmo assim. Mas não vem ao caso!”).
Aqui vai a dica da Mamãe Mochileira: O comprei no Duty Free do Aeroporto de Guarulhos pelo valor de  50 US$ (preço de abr/2014 – tem tanto no de entrada como no de saída do país. Pode comprar sem medo na volta).
Comprei e comecei a usar.
Por causa daquela irritação na pele, quando ela se agravou (entre o 4° e 5° mês de gestação), deixei de usá-lo, ou o usava poucas vezes, já que minha barriga demorou para crescer. Marquei então nova consulta com uma terceira dermatologista e consegui vaga apenas para após 1° mês.
Com 18 semanas de gestação, faltando ainda 2 semanas para ser atendida na nova Dermato, a irritação chegou ao extremo de coceira e voltei ao PS do hospital Santa Isabel já com o discurso na ponta da língua: Não é sarna!
Por sorte, fui atendida por alguém mais experiente que olhou, analisou, consultou colegas e me disse: “Vou te passar um creme vaginal (com nistatina) que combate fungos. Você vai passar na pele apenas como um paliativo, mas não deixe de ir no Dermato”.
O bom é que o creme vaginal funcionou! Mas ainda sentia coceiras! Principalmente na barriga!
Passados os 14 dias para a minha consulta, fui com minha barriguinha de 20 semanas e relatei tudo.
Ela examinou muito bem, diferente dos outros dois médicos do início da gravidez e me disse: Essa tua coceira na barriga pode não ser por causa do fungo. Coceira na barriga nesta fase da gestação é sinônimo de estrias.
Entrei em pânico!
Até porque, sabem a foto que coloquei no início do post? Uma colega fotógrafa havia postado um dia antes pedindo ajudas de técnica de Photoshop para apagar aquelas marcas horrorosas.
Deu para entender o meu medo, né?
Mas foi dela que ouvi a melhor prevenção, que não recebi dos outros 2 médicos: Mantenha tua pele sempre super hidratada! 24h por dia! E beba muita água!
Eu, que passava o super creme caro apenas a noite (pulando algumas noites de coceiras), estava fazendo errado!
Ela me recomendou um creme anti estria da Bayer (Luciara – mas creio que outro creme indicado pelo teu médico possa ser tão bom quanto) e pediu para que eu o misturasse com óleo de amêndoa doce, vendida em farmácia.
Talvez aqui esteja o segredo!
E pediu ainda que eu fizesse, antes do banho, uma aplicação do Óleo baby da Johnson’s, para manter a pele realmente hidratada.
Esse creme da Bayer foi difícil de ser encontrado (minha prima que trabalha na Bayer não o encontrou na farmácia do local), mas como eu estava desesperada, comprei um da Fisher-Price chamado “Mamãe – creme de auxilio na prevenção de estrias” (pela metade do preço) e acrescentei a ele o óleo de amêndoa doce (baratinho)
No dia seguinte minha prima achou o Luciara em uma farmácia de bairro e me comprou.
Agora uso os 3 cremes!
😉
Se ele é bom ou melhor que o Luciara eu não sei, só sei que estou me lambuzando de creme durante a manhã, tarde, noite e antes de dormir!
rs
Minha barriga ficou sequinha, coloco imediatamente mais creminho!
Agora, atualizando o post após um mês de uso, faço o seguinte: De manhã e a noite espalho o óleo de amêndoa doce pela barriga e aplico o Luciara.
Durante o dia, aplico o JOHNSON’S® baby Óleo e o creme da Fisher – Price.
Como não engordei pernas e bumbum, poupo essa região dos cremes!
rs
Mas eu trabalho poucas horas por dia e passo o maior tempo em minha casa. Mas e quem trabalha o dia inteiro?


Meu conselho: Assim que acordar, espalhe o óleo de amêndoas na barriga e passe o creme (o Luciara é muito seco. Sem o óleo dificulta bastante o uso).
Espere secar um pouco e se vista.
Durante o dia, utilize um outro creme, sem o óleo de amêndoa. Ao chegar em casa, passe o óleo (de amêndoa ou o da Johnsons) e o creme. E faça o mesmo antes de dormir!Se aquela coceira era estrias, eu não sei, sei que hoje minha barriguinha ainda está livre de estrias!
:)Atualizando: após 6 meses do nascimento de meu bebê: não tive nenhuma estria em minha barriga!

Minha barriga sem estrias no final da gestação (com 38 semanas).


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

2 thoughts on “Estrias na Gravidez

  1. Estava pesquisando e encontro seu relato no blog. So queria agradecer por compartilhar suas experiências e recomendações pois entre muitas das minhas buscas, achei sua forma de escrever sincera e útil!!! Parabéns pelo blog e pelo baby!!!

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: