O Downtown Backpacker’s em Bratislava

Hostel Downtown Backpacker's em Bratislava

Ficamos 2 noites no hostel Downtown Backpacker’s em Bratislava. Um hostel da rede H.I, simples, limpo, com dois andares, sem elevador, quartos coletivos e privativos e, como diz o nome, voltado ao jovem mochileiro.
A localização é central, mas longe do burburinho (uns 5 minutos a pé da entrada do centro histórico) e com boa indicação pelo TripAdvisor (4 de 5), Booking (8,1 de 10) e Hostelworld (8 de 10) (notas de fev/2016).

(Clique nas fotos para ampliá-las)

Como chegar até Bratislava?

student agency O Downtown Backpackers em Bratislava
Sim! São bons, novos, confortáveis e baratos!

Depende, claro, de onde você parte!
Nós estávamos em Praga e nos indicaram pegar um ônibus. O mesmo vale se você estiver em Viena. Vimos duas empresas que fazem este trajeto: a Student Agency e a Slovak Lines.

Como decidimos não comprar nada antecipado (temos sérios problemas com horários – rsrsrs), fizemos pouca pesquisa e não achamos trem (procuramos pelo site goeuro) que fizessem esse trajeto.

Bom, tínhamos sérias dúvidas em relação a esse trajeto de ônibus, mas a empresa Student Agency nos surpreendeu muito.
Para começar, a passagem é bem barata (14€ cada; 42€ para nós 3 – nosso bebê também paga a passagem, mas tem direito a um assento) e os ônibus são novos e super confortáveis, com bancos de couro, espaçosos, kit multimídia touchscreen individual, wifi, bebidas e etc.
Em breve farei um post sobre eles. Merecem!

A viagem durou umas 4h30, com uma pausa para banheiro e lanche de 20 min e o passeio é agradável.

bratislava mao O Downtown Backpackers em Bratislava
Mapa do centro de Bratislava com o caminho do hostel até o castelo

Ao chegarmos na estação central de Brastislava (Autobusová stanica Mlynské nivy), seguimos as instruções que estavam no e-mail de confirmação de reserva. Vimos que os ônibus eram mais largos e que tinha porta para cadeirantes e carrinhos de bebê. A passagem nós compramos em uma maquininha ao lado do ponto (aceita apenas moedas). São 2 linhas que nos serviam e eles não demoraram para passar. Descemos após 4 pontos na praça do Palácio Presidencial. A praça parecia uma praça central da área comercial. Ao redor vimos alguns bancos, hotéis 4 estrelas e ela parecia dividir o centro velho com a área urbana.

Para chegar até o hostel, preferimos atravessar a rua (o que nos fez caminhar mais), mas há uma imensa passagem subterrânea que interliga a praça com o outro lado das avenidas (que está no início do centro velho).

Localização do Downtown Backpacker’s em Bratislava

A localização do hostel é boa. Fica a poucos passos do centro histórico e praticamente do lado do Palácio Presidencial. O que os divide é uma super avenida, com passagem subterrânea.
A rua parece ser residencial, mas nem circulamos muito por ela. A galeria com a passagem subterrânea para o centro fica praticamente em frente ao hostel. Essa passagem é imensa e super tranquila, com algumas lojas e quiosques.

O hostel

O hostel é bem rústico e super descolado. No térreo fica o bar/restaurante do hostel (porém, parece ser bem frequentado pelo pessoal da cidade).
A recepção é 24hs e fica bem ao lado da porta de entrada. Após fazer o check in, você entra pela portinha ao lado, que te leva à escadaria.

No primeiro andar, além de alguns quartos, há o espaço comum: sala, cozinha e alguns banheiros. Acho que os quartos deste andar são coletivos. No segundo andar tem apenas quartos e banheiros.

O quarto double/twin Klimt

hostel 14gen2016 12 1024x683 O Downtown Backpackers em Bratislava
Porta de entrada do quarto
hostel 14gen2016 19 683x1024 O Downtown Backpackers em Bratislava
Uma das “sacadinhas”

Ficamos em um quarto privado duplo. Parece que tem dois quartos privativos no hostel.
Todos os quartos levam nome de algum artista.

Não sei se todos eles são decorados conforme o tema, mas o nosso quarto (Klimt) parecia ter sido decorado propositadamente com o tema.

Como se não bastasse as cores, havia um quadro do “Beijo” e uma pintura na parede representando a obra “A Árvore da Vida”.

 

hostel 14gen2016 04 1024x683 O Downtown Backpackers em Bratislava

O quarto ficava no 2° andar. Era um quarto grande e bem espaçoso, com uma pequena varanda com abertura para uma pequena sacada do lado direito e do lado esquerdo.

A janela do quarto dá para a rua.
Nessa varandinha fechada, além da sacada, havia um super aquecedor, duas poltronas e uma mesinha.

hostel 14gen2016 01 1024x683 O Downtown Backpackers em Bratislava

hostel 14gen2016 07 683x1024 O Downtown Backpackers em Bratislava

Apesar do quarto ser anunciado como Double, ele não tem cama de casal, mas duas camas de solteiro, que juntando, parecia ser maior que uma cama king. O problema é a madeira que divide as duas camas!

Ainda há no quarto um guarda roupa e uma lareira desativada (a parte de cima nos serviu para deixar algumas das nossas coisas.)
Na frente desta lareira havia outra poltrona.

Crítica: a porta do quarto é linda, de madeira com um vitral colorido ao centro. O problema desta porta é que, durante a noite, ela recebe toda a claridade da luz do corredor.

A luz é acionada por sensor, que não funcionava bem. Às vezes ela simplesmente não ligava e outras vezes nem desligava. Tive que me levantar umas duas vezes para desligar a luz (apesar do sensor, tem um interruptor).

hostel 14gen2016 17 1024x683 O Downtown Backpackers em Bratislava
Filhote reconhecendo o terreno! (rs)

Banheiro

O banheiro infelizmente é coletivo. Haviam 4 no 2° andar, sendo dois com ducha. Fomos no inverno e, apesar do hostel não estar vazio (tivemos que pedir para um grupo de brasileiros do quarto ao lado parar de cantar! Rs) não tivemos problema nem com a limpeza e nem com filas.

Internet

O hostel oferece conexão de internet grátis.
Há um roteador por andar, mas a conexão deixa a desejar. Me lembro de ter tido problemas e ter pedido que eles reiniciassem o modem 2 vezes. A velocidade é mediana, mas para um e-mail ou rede social vai bem.

A cozinha

Em nossa última noite decidimos jantar no hostel para experimentar a cozinha.

Bom, ela é pequena, mas bem funcional, com bastante panelas, talheres e copos. A geladeira é bem organizada (tem uma parte para produtos coletivos).
Há também uma lavadora de roupa. Acho que a lavagem é gratuita.
Ao lado da cozinha tem um espaço com mesas.

A sala de convivência

As duas vezes que passei por ali não havia ninguém. Uma sala bem mortinha – rs, mas acredito que na alta temporada deva ficar cheia de gente.
O espaço é grande, com sofás, pufs, um velho piano, vários varais (rs), TV e aparelho de som.

O café da manhã

O café não está incluído na diária e é servido no restaurante do hostel, mas todos hóspedes têm direito à 10% de desconto.
Na 1° manhã resolvemos tomar o café com eles e nos decepcionamos. Haviam nos dito que o preço não ultrapassaria os 4€, pois havia um menu no restaurante. Descemos imaginando um cardápio bem bacana e cheio de coisas.
Nosso engano!
Haviam várias opções sim, mas todas eram bem fraquinhas, contendo poucas coisas como um pedaço de pão com frios; ou iogurte e cereal; ou frutas e biscoito; ou pão e ovo e etc.
Acho que eram umas 8 opções (esqueci de fazer foto do menu). Você escolheria uma e, à parte, você escolheria um suco, um chá um café ou leite. E nessa soma, daria no máximo 4€.
O meu menu acho que era o Roma (pão com frios); o de meu marido eu não me lembro, mas era cereal com leite e maçã. Pedi um suco a mais e, claro, foi cobrado. Quando subimos as escadas, vimos a cozinha comunitária cheia de gente! rs
Para a manhã seguinte, passamos no mercado e compramos suco, iogurte e pão. Saiu mais barato e comemos bem mais!

😉

Informações:
Endereço
: Panenska 31, Bratislava 81104, Eslováquia
Websitewww.backpackers.sk/

Veja nossas fotos no Flickr

[fsg_gallery id=”21″]

pinit fg en rect red 28 O Downtown Backpackers em Bratislava

 

Planeje a tua viagem conosco

Clicando nas imagens abaixo, você encontra preços especiais e ainda ajuda o blog sem gastar nada!

About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

Deixe aqui teu comentário ou tua dúvida: