São Paulo com crianças: O Aquário de São Paulo

São Paulo com crianças: O Aquário de São Paulo
Compartilhe este post:

Aquario SPcomCriança Turistando.in 05 333x250 São Paulo com crianças: O Aquário de São PauloTerceiro post detalhado da série o que fazer em São Paulo com crianças. Hoje mostrarei como foi nossa tarde no Aquário de São Paulo, no bairro do Ipiranga.

Desta vez fomos apenas nós dois com o Léo, sem minha irmã e sobrinhos.

Imagino que você já tenha ouvido falar do Aquário de São Paulo. Infelizmente não fez parte de minha infância. Ele foi inaugurado em 2006 e esta foi a nossa primeira visita ao local. Ele é considerado o maior aquário da América do Sul, com tanques que somam mais de 1 milhão de litros de água do mar.

E o que nos surpreendeu é que, além do oceanário, o lugar também abriga animais terrestres como canguru, koala, wombat, raposa voadora (ou se preferir, morcegos gigantes) e até mesmo um casal de urso polar.

Acessibilidade

Aquario SPcomCriança Turistando.in 13 333x250 São Paulo com crianças: O Aquário de São PauloApesar do Aquário de São Paulo ser dividido em corredores, diria que o espaço é adaptado para cadeirantes ou pessoas com dificuldade motora. Em alguns trechos, temos escadas ou pequenos degraus.

No caso do tanque de tubarão, não me lembro de ter visto rampas (há uns 3 degraus ali), mas do tablado é possível ver o tanque inteiro. Além disso, quase todos os tanques são baixo, desta forma, uma pessoa sentada em cadeira de rodas consegue observar os peixes com facilidade.

Nos locais com escadarias há elevadores. No entanto, imagino que nos dias de maior lotação, caminhar por ali será com tanto quanto complicado.

Conhecendo o Aquário de São Paulo

Aquario SPcomCriança Turistando.in 01 188x250 São Paulo com crianças: O Aquário de São PauloEspaço térreo amplo, bilheteria ao fundo do longo salão e uma portinha em forma de caverna para entrar no aquário. Bilhetes em mãos, entramos.
Demos sorte de visitar o espaço com pouca gente. Fomos durante a semana, no período da tarde e tivemos outra sorte: de fugir de uma excursão de escola que seguia alguns minutos atrás de nós.

Como não estava cheio, deixamos o Léo livre. Era sua 3° vez em um aquário (visitamos o Aquário de Berlim, além do pequeno aquário presente no Buin Zoo perto de Santiago), mas como ele era pequeno demais, diria que apenas neste ele conseguiu entender o que estava vendo.
Além disso, o Aquário de São Paulo é cenário de uma série de TV que meu filho adora, chamado Flash o Aventureiro (sou mãe chata. O único canal que meu filho assiste é o Zoo Moo, canal educativo, com programação menos agitada e sem propaganda) e ele se lembrava dos locais onde o Flash e a Maria filmaram ali dentro.

Os animais do Aquário de São Paulo

São muitos os peixes e animais presentes no aquário. Veja aqui uma lista. O que achamos mais interessante é que eles organizaram o aquário por setor temático. Na primeira parte, o cenário se confunde com um submarino e um navio naufragado. Ainda temos o setor da Patagônia Argentina e do Igarapé da Amazônia, mas em um determinado trecho, eles nos fazem “entrar em um aeroporto” para seguir ao setor Australiano, Africano e Indonésio.

  • O fundo do mar com submarinos e barco naufragado

Não sei se existe um tipo de “mapa” do aquário. Se existe, eu não recebi. De qualquer forma, a sensação que tive é que iniciamos no fundo do mar.

O primeiro setor se apresenta em forma de cavernas escuras, mas amplas, com tanques nas duas laterais. Vemos tanto peixes, como jacarés, cobras e tartarugas.

Seguindo avante, encontramos uma ponte de madeira, que nos permite ver alguns peixes por cima, fora de tanque. Saindo deste setor, entramos na decoração que simula um submarino. Aqui os corredores  não são tão amplos.

Vamos passeando por estes corredores até nos encontrarmos com o “Must See” deste setor: o imenso tanque dos tubarões. A decoração proposta foi bem interessante: parecia que estávamos dentro de um barco naufragado.

Este foi o primeiro momento que encontramos degraus (como disse, não me lembro se havia rampa). Ao descer, ficamos de frente ao imenso tanque, mas quem permanece na parte mais alta, também tem visão dos imensos peixes presentes neste tanque.

E não deixe  de olhar para cima. Esta parte é alta e também podemos ver os peixes passando por cima de nós (mas não se preocupe, não é claustrofóbico). Em minha foto, talvez você consiga ver uma raia passeando por ali.

Saindo deste setor, entramos no setor do Pantanal, com jacarés, na Patagônia, com pinguins e no Amazonas, com um imenso “Igarapé”. Aqui, mais uma vez ele ficou feliz ao ver o Peixe Boi e o Pirarucu juntos (o programa Igarapé Magico é um dos favoritos) e além de cantar a musiquinha do Manà, ficou esperando-o subir para respirar. O legal é que podemos subir e ver este tanque de cima. Ali vimos o Peixe Boi subir para respirar!

Continuamos caminhando, nos deparamos com algo que pretendia ser o check in de um aeroporto: tudo para fazermos imaginar o salto de continente.

Este setor é mais amplo e claro e aqui vimos cangurus, Wombats, Lêmures e Suricatos, alguns macacos, lontras, coala (a mamãe com o primeiro “coalinha” que nasceu no Brasil), as raposas voadoras e, o curioso “highlight” do aquário, o casal de Ursos Polares.

O urso eu confesso que me decepcionei. O aquário tem diversos setores escuros, com pouca iluminação, Justo aqui encontramos um setor bem iluminado. Para ver os ursos, tivemos que enfiar o rosto no vidro e tampar a iluminação com as mãos.

 

Aquário de São Paulo

 /aquariodesp
 R. Huet Bacelar, 407 – Ipiranga  – estacionamento: R$ 35,00
  www.aquariodesaopaulo.com.br/
Adulto R$ 90,00; Crianças de 2 a 12 anos: R$ 60,00; Professores e Melhor Idade: R$ 45,00. Agora nas férias, há promoções por R$50,00 comprando antecipado pelo site (não sei até quando).
:  Diariamente, incluindo feriado das 9h às 19h (bilheteria e portaria fecham às 17h)

Visitamos o Aquário de São Paulo a convite deles, mas ficamos livres para conhecer o lugar e o texto reflete a experiência vivida por nós, sem qualquer interferência.


 

Aproveite e siga o Turistando.in nas redes sociais e clique no círculo abaixo para salvar este post no Pinterest:

pinterest e social 2 São Paulo com crianças: O Aquário de São Paulo

Pin do Pinterest

pinit fg en rect red 28 São Paulo com crianças: O Aquário de São Paulo

Compartilhe este post:

Planeje a tua viagem conosco

Clicando nas imagens abaixo, você encontra preços especiais e ainda ajuda o blog sem gastar nada!

About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

19 thoughts on “São Paulo com crianças: O Aquário de São Paulo

  1. É lindo demais esses aquários em são paulo, adorei seu post muito bom mesmo.Continue assim sempre atualizado com esses posts legais.
    Posso compartilhar no meu facebook?

  2. Gostei muito da dica. A área dedica à fauna brasileira é uma coisa que senti falta aqui no AquaRio. Bom saber que há esse destaque para os pequenos terem esse contato.

  3. O oceanário de Lisboa também tem alguns mamíferos e aves, mas com relação ao habitat marinho, como lontras ou mergulhões. Percebeu porque têm cangurus no Aquário de S. Paulo? De qualquer forma, as crianças devem adorar

  4. Gente, a minha resposta é não…
    Eu não sabia que existia um aquário em São Paulo e adorei!!!
    Mas gostei mais ainda de ver os coalas, me lembrou deliciosa Austrália

Deixe aqui teu comentário ou tua dúvida:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.