10 atrações grátis em Berlim

10 atrações grátis em Berlim
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Uma difícil seleção de 10 atrações grátis em Berlim

Selecionar as 10 melhores atrações grátis em Berlim foi a tarefa mais difícil que me propus. Sério! Tem tanta coisa interessante e grátis em Berlim que precisei me conter.
Então, vamos lá:

1) O portão de Brandemburgo (Brandenburg Tor)

Coração e símbolo da cidade, o portão de Brandemburgo é, pra mim, uma das mais bonitas atrações grátis em Berlim. Essa magnífica porta foi construída entre 1788 e 1791. É o portão de entrada para a rua Unter den Linden.
Aconselho visitar esse portão durante o dia e durante a noite, com ela iluminada! No Natal, uma imensa árvore é montada na Parisier Platz.

2) O prédio e a cúpula do Reichstag

O Reichstag (Bundestag) é o prédio do parlamento alemão e que foi muito danificado durante a 2° GM.
Esse imponente prédio se encontra na frente da Praça da República, em uma das pontas do Tiergarten, bem perto do portão de Brandemburgo.
Você tem a possibilidade de fazer uma visita pelo prédio e dar um passeio pelo terraço e pela cúpula, que te oferece uma vista da cidade. O melhor de tudo:  subir até lá é mais uma das atrações grátis em Berlim, mas precisa agendar antes!

3) Memorial aos Judeus Assassinados na Europa

Pouco após o portão (bem ao lado da Embaixada Americana) se encontra o também chamado de Memorial do Holocausto, uma imensa praça com blocos de concretos irregulares que nos provoca uma sensação de desconforto.
No subsolo se encontra o museu do holocausto, com entrada franca.

4) Algumas praças do Mitte (bairro central).

  • Potsdamer Platz

Me limitei a escolher apenas 4 praças, mas obviamente tem muito mais. A primeira é uma das principais praças da cidade, que oferece restaurantes, cinema (o Berlinale – Festival de Cinema, ocorre ali), diversão (tem até um cassino) e compras (shoppings e loja de rua) em um ar de muita modernidade.
Um dos símbolos desta modernidade é o prédio do Sony Center (que visto de longe e do alto é bem diferente). Na época do muro, essa praça havia sido dividida e até hoje podemos ver restos do muro, assim como o trajeto onde o muro passava.

  • Gendarmenmarkt

Essa praça é considerada a mais linda de Berlim; nela você poderá apreciar as igrejas gêmeas de Deutscher Dom (Catedral alemã) e Französischer Dom (catedral francesa), além do Konzerthaus (casa de concerto). Visitá-la a noite também vale bastante a pena!

  • BebelPlatz

Retornando sentido Unter den Linden você encontrará a 3° praça indicada: a BebelPlatz. Quando estive, ela estava cheia de tapumes de reforma, mas ali você encontrará a catedral católica de Santa Edwiges, a antiga biblioteca do estado (hoje faculdade de Direito da Humboldt), assim como o prédio da Opera do Estado (que dava nome anteriormente para esta praça).
Uma curiosidade interessante: procure no chão uma marca de vidro; aquilo é um monumento em recordação aos livros queimados durante o nazismo.

  • AlexanderPlatz

E para finalizar, a famosa AlexanderPlatz, chamada de “Alex” pelos berlinenses. Essa praça era o coração da antiga Berlim oriental e você encontrará restaurantes, comida de rua e fast food, shopping centers (caros e populares), um Biergarten e, claro a estação central (trem e metrô) e alguns monumentos como o Brunnen der Völkerfreundschaft (fonte da amizade entre os povos) que se encontra no centro da praça (e que eu não vi – rs) e a interessante Urania Weltzeituhr, um relógio universal, que virou ponto de encontro na cidade.
Porém, a vista da torre de TV (Berliner Fernsehturm) a partir dela é maravilhosa.

5) Topografia do Terror com partes do muro e Checkpoint Charlie

Neste local, onde em um passado ficava a sede da Polícia Secreta (Gestapo), foi feito um memorial que mostra os horrores praticados pelos nazistas (sempre com aquele objetivo de não deixar as novas gerações esquecerem tudo que aconteceu).
Do lado de fora, um trecho imenso do muro (em pintura) pode ser visto.

Para quem nunca foi a Berlim na época do muro (rs) fica difícil entender exatamente o que era. Eu ainda tenho dificuldades, mas é cruel demais imaginar que eles estavam fechados por um muro, incomunicáveis.
Bom, eles não podiam sair, mas outros podiam entrar e uma dessas portas se chamava Checkpoint Charlie. Hoje o local virou mais uma atração turística, mas vale a pena dar uma passadinha (e atravessar de um lado para o outro).

6) Passear pela Unter den Linden

Essa rua é considerada uma das mais bonitas de Berlim e vai da Parisier Platz até a Schlossbrücke. O que a torna fascinante são os diversos prédios monumentais presentes nessa rua!
Cito aqui o prédio da Universidade Humboldt, a mais antiga de Berlim (ali se formaram nada mais, nada menos que 29 ganhadores do Prêmio Nobel), o Neue Wache (Nova Guarda), um prédio pequeno, lindo, em estilo neoclássico e com suas portas abertas; Ali dentro, um vazio e uma estátua de uma mãe com seu filho morto (uma pietà). O local representa hoje um memorial alemão dedicado às vítimas de guerra e de qualquer outra violência.

7) Schlossbrücke, Berliner Dom e a Ilha dos Museus

Ao término da Unter den Linden se encontra o Schlossbrücke, com suas lindas estátuas em forma de anjos; Ali está a ilha dos museus, com 5 magníficos museus e a Berliner Dom (catedral de Berlim).

Museumsinsel, a Ilha dos Museus de Berlim

8) Kaiser-Wilhelm-Gedächtniskirche na Breitscheidplatz

Aqui você vai encontrar as ruínas de uma torre de igreja, que se encontra na praça onde ocorreu o atentado no mercadinho de Natal. Esta parte da cidade está cheia de lojas e, para quem curte compras, passear pela Ku’Damm e entrar no KaDeWe pode ser uma boa! Ainda por aqui, você encontra o Zoo e o Aquário (ótimas opções de passeio, porém a pagamento) e pode seguir a pé para o Tiergarten.  

Veja também: O Aquário de BerlimVisitando o Zoo de Berlim com um bebê.

9) Tiergarten

É um imenso parque no coração da cidade; ele é dividido pela 17 de junho (que vai até o portão de Brandemburgo). No parque há diversos monumentos e você também pode ver a Coluna da Vitoria (3€ a subida), o Palácio Presidencial de Bellevue e o Monumento aos soldados Soviéticos

10) O muro de Berlim na East Side Gallery e o Memorial do muro na Berliner Strasse

Quem vai para Berlim quer conhecer o que sobrou no muro, certo? Há vários pontos pela cidade, mas se você tem pouco tempo, pode se focar em 2 pontos. O primeiro é a East Side Gallery, o ponto mais famoso e badalado. São 1,3km de muro com os grafites mais famosos do mundo. Mas se você pretende presenciar um muro sem grafites e ver por cima como era o muro no passado, aconselho circular pela Berliner Strasse (e quem sabe circular pelo Mauerpark)

Onde ficar:

Ficamos apenas uma noite no Amstel House Berlim, no bairro de Moabit. Usamos esse hostel em nossa última noite em Berlim.


Salve este post dentro do Pinterest e siga nosso perfil! 🙂

 

 


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

17 thoughts on “10 atrações grátis em Berlim

  1. Olá! Ano que vem pretendo visitar Polónia (auschwitz) e outros dois países . O que vc acha de primeiro ir para a Cracóvia, depois Berlim e por fim Amsterdam?
    Pretendo fazer esse roteiro em 15 dias. Está muito apertado? Vc tem alguma sugestão? Polônia não posso deixar de ir.

    1. Olà Elusabete

      Eu acabei nao indo para a Polônia, pois achei complicado ir até Auschwitz a partir de Berlim (eu estava com criança, mas seria muito importante para meu marido, que estuda uma filosofa alema judia).

      Sobre os 15 dias, pode ser que seja um tempo legal. Voce pode pegar um voo da KLM, chegar por Amsterdam e fazer um stopover até Berlim, pagando apenas 1 passagem (se precisar, eu te ajudo a fazer isso).

  2. Gostei muito da seleção de atrações que você fez. Tem opções pra todo tipo de viajante né, desde parques a museus e atrações históricas. A cidade parece ser muito interessante.

  3. Juliana, tô ficando apaixonada pelos seus posts, a vontade é jogar tudo pro alto e ir turistar haha, mas como tenho que esperar, fico aqui guardando todas as dicas e informações pra tentar unir naquele roteiro pra ontem *-*

  4. Adorei as dicas! Realmente, embora a gente faça tudo isso na visita, a gente não aprecia que tudo isso, além de muito interessante, é grátis. O Memorial aos Judeus, embora esteticamente bonito, é muito impactante, devido ao significado.

  5. Berlim me chama! Seus textos me mandam a Berlim constantemente e tenho adorado construir essas primeiras memórias da cidade por aqui.

    Aos poucos, texto após texto, a vou descobrindo e assim, no dia que embarcar para lá, já terei elementos suficientes para saber quais serão as minha prioridades na cidade, quantos dias vou querer gastar por lá, mesmo percebendo que uma vida inteira não será suficiente para absorver tudo dessa cidade.

    Me conte mais sobre Berlim. 🙂 Até o próximo texto, Juliana!

    beijos

  6. Olá! Gostei muito de visitar Berlim há uns anos, em dezembro, e gostaria de voltar no tempo mais quente para descobrir outros pontos menos turísticos. Este são de facto os pontos incontornáveis 😀 Boas viagens!

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: