Qual roupa usar no inverno europeu e americano?

Qual roupa usar no inverno europeu e americano?
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

O que usar no inverno europeu e americano

O mapa de hoje (outono europeu) feito pelo site stirimeteo.com

O frio do hemisfério norte não é idêntico ao nosso e é sempre bom pensar no que usar no inverno europeu (e também americano e canadense).

Antes de pensar em como montar a sua mala, você também precisa pensar em qual cidade você irá visitar. Verifique antes qual é a temperatura média daquela cidade no período a ser visitado, pois nem sempre as cidades mais ao norte serão mais geladas que as cidades mais ao sul.

Te dou um exemplo: no inverno de 2008, meu marido ficou em Paris e eu estava no sul da Itália (na região da Basilicata). Teoricamente o sul da Itália é mais quente que qualquer local ao norte (inclusive na própria Itália).
Em um determinado dia, eu morria de frio com temperaturas negativas; enquanto isso, em Paris estava um frio ok, com termômetro positivo. O que eu não sabia é que a altitude da região da Basilicata é bem superior àquela de Paris (e quanto mais altitude, mais frio.)

Outra coisa a se contar é que não dá para contar com o tempo. Naquele 2008 nevou pouco no sul da Itália (apenas 4 dias); no ano seguinte foi um mês inteiro e a cidade ficou toda branca!
No ano passado (2015/16), a neve em Berlim chegou no 2° dia de janeiro; neste ano o pessoal já está reclamando do frio (e nem chegamos em dezembro)!

Ahhhhh….. o frio que passamos no inverno europeu de 2008 (França / Itália) não se compara ao frio de Berlim em 2015/16.

Que tipo de roupa usar no inverno europeu?

roupas no inverno europeu
Nevando là fora e meu filho com uma roupinha bem fina! Dentro dos ambientes é sempre quentinho!

Uma coisa importante a se pensar é: não use um zilhão de roupas ao mesmo tempo! Você vai se sentir muito incomodado para caminhar, para se sentar e para entrar nos locais. Por outro lado, você precisa vestir-se em camadas (explico mais abaixo)!

Outra informação preciosa que você deve saber é: em locais com temperaturas baixas é muito comum ter calefação (aquecimento) em todos os locais fechados; com isso, você passará frio na rua, mas não dentro dos locais (inclusive meios de transporte costumam ser quentes).

Com isso, ao entrar em museus, lojas, bares e restaurantes, você encontrará sempre um canto onde deixar o seu casaco ou sua jaqueta. Tem museu que não permite entrar com jaquetonas!

Por isso, o interessante é pensar em 2 ou 3 camadas de roupa desta forma:

  • Primeira camada

roupa-termica
Acabei de fazer essa pesquisa no site da Decatlhon Italia (16nov2016)

Essas serão roupas finas, preferencialmente térmica e que ficarão coladas ao corpo (tipo segunda pele). O ideal é que seja 100% algodão e que não fique curta demais na barriga.
Por baixo, você pode usar uma ceroula (que meu marido ironicamente apelidou de Baryshnikov – rs) ou uma meia calça bem grossa.

Se for possível, tente comprar lá fora esse tipo de roupa. Comprei na Alemanha uma meia calça térmica bem grossa para mim (estilo aquelas nossas meias de 100 fios) e uma ceroula térmica masculina (que parece um legging) para meu marido.
Também precisei comprar uma meia de lã térmica, pois mesmo usando uma bota de neve e a meia calça thermo, sentia meus pés congelarem.

Preço: Apenas para ter uma noção de preço, no inverno de 2015/2016 na Alemanha, todas essas peças custavam entre 5€ e 20€. Obviamente não nas lojas de marca ou produtos de altíssima qualidade.
Eu comprei as nossas nas feiras de bairro (tinha uma perto da casa que morei), mas é possível achar nas famosas e imensas Drugstores como Rossmann e DM e até mesmo em loja como a Declatlhon).

  • Segunda camada

dentro de um museu no inverno europeu
Eu e meu filho dentro de um museu em Berlim no mês de janeiro: Veja como é importante usar roupas leves por baixo do “jaquetão”!

As roupas que sugeri usar anteriormente são parecidas com roupas íntimas ou pijamas e, por isso, nem sempre são bonitas para usar na rua.
O ideal é usar por cima da camisetinha térmica, uma cacharréu, um suéter ou pullover finos (para não ficar imenso dentro da jaqueta ou do casaco). Além de te ajudar a se aquecer, quando você entrar em algum ambiente fechado, não vai expor a tua roupa térmica. E essa roupa pode ser aquela usada aqui no Brasil.

Lembre-se que todos os locais internos são aquecidos e que você vai precisar tirar o jaquetão.

Nas pernas, eu normalmente usava duas camadas (pois três é ruim demais).
O ideal é usar uma calça legging bem grossa por cima da meia calça grossa; Como eu usava botas, alternava o legging com uma calça jeans skinny.

roupas-de-inverno-em-berlim-13O ruim do jeans é que não é um tecido que esquenta, mas pode ser perfeito para o dia que você irá entrar em museus ou ambientes fechados (nos dias de museu eu tentava inclusive não ir com a meia calça).

Eu também levei um tipo de calça chamada calça polar (pelo menos era o nome que vi quando a comprei em Portugal) e que esquenta bem, mas a minha não era justa ao corpo e ficava horrorosa com botas – rs.

Para homens, a ceroula por baixo sempre! Meu marido também comprou uma skinny masculina por lá e foi bem melhor que a calça jeans que ele levou do Brasil.

  • Terceira camada

roupas-de-inverno-em-berlim-14
Em novembro, no jardim do Castelo de Charlottenburg em Berlim

Eu diria que essa é a camada principal para se usar no inverno europeu. Estou falando do jaquetão ou do casaco grosso, com um material preferencialmente impermeável (pense na chuva e no incomodo de estar molhada no inverno), que proteja do vento e com touca (isso é importante! Meu marido tinha um casaco longo e grosso que não tinha touca e ele sofria).

Eu te sugiro comprar uma jaqueta que seja longa (como o da foto abaixo), assim te protegerá também do frio no quadril e parte da perna. A que eu uso era de pena de ganso.

roupas-de-inverno-em-berlim-3
Em Potsdam, na primeira semana de janeiro/2016

Se você for para alguma cidade que o inverno não é tão rigoroso ou irá no outono, uma jaqueta grossa, como as que usamos normalmente no Brasil, dá conta.
A foto ao lado é do início de novembro, em pleno outono berlinense.

Novamente, esse tipo de jaqueta é melhor comprar lá fora (sofra um pouquinho e compre no teu 1° dia), pois além de ser mais barato, é melhor (pois é feita para o inverno deles).

  • Calçados

A bota mais confortàvel era a bota mais feinha que eu levei! ;)
A bota mais confortável era a bota mais feinha que eu levei! 😉

A escolha também dependerá de como costuma ser o tempo no local que você irá visitar. Se a temperatura for fria, mas não for chuvosa, um tênis grosso ou bota com forro pode servir. Se o frio for intenso, use meias de algodão.

Mas se o ambiente for chuvoso ou de neve, não tem jeito. O ideal é um sapato ou bota a prova de água (waterproof), com sola grossa (e antiderrapante), preferencialmente de cano longo e com forro (na Argentina, meu marido sofreu quando pisou em uma poça que estava congelada apenas por cima. Seu tênis era a prova de água, mas com cano baixo).

Porém, seja prática: leve algo confortável!

A bota era bonita, mas o saltinho incomodava para longas caminhadas e a cor clara era super fácil de se sujar!

Eu fui com um tênis grosso preto (combina com tudo) e duas botas para neve (apenas porque fiquei 3 meses por lá!!!!); Uma das botas era linda, cano alto, forrada e saltinho baixo e grosso (foto ao lado do Muro de Berlim); a outra tinha sola grossa, antiderrapante, com um forro super quentinho, mas era feia e encardiu muito fácil (rs). Porém, era super confortável e acabei praticamente usando apenas ela (até porque, fiquei com medo de manchar a bota marrom clara – rs)!

E não se esqueça das meias!
Eu sou tão friorenta que usava uma meia de algodão que comprei no Brasil, a meia calça grossa térmica e nos dias de neve, colocava por cima um meião térmico que comprei lá (sim, sou friorenta! rsrsrs).
Há quem leve meias a mais na mochila, para trocar no meio do caminho (pois o suor no pé te fará sentir como se teu pé estivesse molhado), mas não cheguei a fazer isso.

  • Acessórios

O que usar no inverno europeuPara o frio, mesmo não gostando, você terá que usar um gorro, cachecol e luvas (e se você usar tênis de cano baixo, uma polaina – rsrsrs).

Mas não peça para a vovó fazer não. Compre por lá.
O cachecol ok, pois você o enrola diversas vezes no pescoço, mas a luva e o gorro, se não tiver forro, esqueça! O vento passa pelos furos e a sensação é quase idêntica a ficar sem!
Um horror!

No caso das luvas, ela tem que ser térmicas e melhor ainda com “dedeiras” para touchscreen (sim, existe).

Meu marido levou uma luva fina de couro (que descartou no inverno) e uma luva de esquiar impermeável e com forro (que o salvou no inverno);

Eu levei uma luva super bonitinha que tenho (mas foi impossível usá-la no inverno) e levamos duas luvas que compramos em Cuzco que tinha forro (esquentava um pouco, mas eu geralmente usava a minha fininha bonitinha por baixo e essa por cima; o meu marido a alternava com aquela de esquiar).

Zanzando pela Primark, achei por 5€ um kit com duas luvas térmica com ponteira touchscreen. Não eram super grossas (mantinha minha mão dentro do bolso da jaqueta – rs), mas facilitava muito ao usar o celular (principalmente quando precisava olhar o Google Maps).

E com o Léo? Como vestir uma criança para o inverno europeu?

Farei em breve um post sobre como suportar o frio viajando com um bebê!
rs
Aguardem!

Salve este post dentro do Pinterest e siga nosso perfil! 🙂



Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

13 thoughts on “Qual roupa usar no inverno europeu e americano?

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: