Josefov, o bairro judeu de Praga

Josefov, o bairro judeu de Praga
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Josefov, o bairro judeu de Praga

Josefov, o bairro judeu de Praga está logo após a praça central (Staroměstské náměstí) e você pode começar o roteiro por trás da igreja de São Nicolau e ver a casa Natal de Kafka.

Josefov, o bairro judeu de Praga
Sinagoga Maisel, Pinkas, Velho cemitério Judaico, Velha-Nova Sinagoga, Alta Sinagoga, Prefeitura Judaica e Sinagoga Espanhola
O bairro judeu (Josefov) de Praga
A Sinagoga Maisel (foto do site Prague.eu)

Hoje, o espaço em frente à casa natal de Kafka ganhou seu nome, mas ela está na esquina da rua Maiselova.
Pegue-a e em poucos passos você chegará na Sinagoga Maisel.

A Sinagoga Maisel foi construída entre 1590 e 1592 financiada por Mordechai Maisel. Este edifício de origem renascentista e foi seriamente danificado por um incêndio em 1689 e ao longo dos anos sofreu várias alterações arquitetônicas.

O bairro judeu (Josefov) de Praga
A Sinagoga Pynkas (foto do site Prague.eu)

Caminhando pela rua Maiselova, você chegará na rua Široká. Vire a sua esquerda e em poucos passos você estará em frente à Sinagoga de Pinkas, de 1535.

Hoje, o espaço é dedicado à memória das vítimas do holocausto. Em todas as paredes interiores estão escritos os nomes das vítimas com as respectivas datas de nascimento e morte. Na maioria dos casos, a data real da morte é desconhecida e, portanto, foi substituído pela data da deportação para guetos e campos de extermínio.

O bairro judeu (Josefov) de Praga

Bem ao lado está o Cemitério Velho Judaico (Starý židovský hřbitov), o 3° judaico da cidade. Foi fundado na primeira metade do século XV. Neste cemitério, os enterros ocorreu até 1787.

A pessoa mais importante enterrada é o estudioso da religião e professor Judah Loew bem bezael, conhecido como o rabino Loew (falecido em 1609), cuja figura é associada à lenda da criação de um ser artificial: o golem.

Volte para a rua Maiselova. Na esquina com a rua Červená você estará de frente à Velha-Nova Sinagoga (Staronová synagoga). Apesar do nome curioso, é um dos monumentos judaicos mais antigos e mais valiosos do mundo, além de ser a sinagoga mais antiga da Europa Central, terminada em 1270. Hoje, este edifício em estilo gótico é usado como oratório e a principal sinagoga do bairro judaico de Praga.

O bairro judeu (Josefov) de PragaLendas: Segundo lenda, a Velha-Nova Sinagoga foi construída pelos ancestrais dos judeus de Praga há dois mil anos, após a destruição da chamada segunda catedral de Jerusalém (que ocorreu em 70 dC). Os blocos esculpidos que compunham os restos do templo de Jerusalém foram então levados para Praga por anjos celestiais e foram usados por eles para construir uma bela capela. Quando o Messias voltar para reunir os israelitas, os anjos levarão os blocos a Jerusalém para construir o terceiro santuário.

Uma outra lenda bastante difusa é sobre o corpo do Golem, criatura que teria sido criada pelo rabino Judá Loew ben Betzalel e que repousaria no sótão da sinagoga, no local da genizah (“tumba” onde ficam manuscritos hebreus que contém um dos sete Nomes de Deus cujo apagamento seria proibido). No entanto, não há acesso ao público para esse sótão da sinagoga.

O que fazer na cidade de Praga
Destaque para os relógios

Ao lado dela, se encontra a Prefeitura judaica. Uma característica interessante da prefeitura são os seus relógios (na foto acima dá para ver).
Na torre mais alta, o relógio é feito com a numeração romana, mas, logo abaixo, há outro em estilo hebraico, com os ponteiros se movimentando em sentido contrário.

O bairro judeu (Josefov) de Praga
Interno da Sinagoga Espanhola

Ao lado da Prefeitura Judaica, fica a Alta Sinagoga.

Volte para a rua e vire à sua esquerda (lado contrário da Pynkas) e depois de alguns quarteirões, você verá um dos monumentos à Franz Kafka e ao lado, a Sinagoga Espanhola.

A Sinagoga Espanhola é de 1868. Foi construída em cima da Velha Sinagoga, em estilo moresco e foi usada pelos nazistas como depósito dos bens confiscados dos judeus durante a 2° GM. Atualmente ela faz parte do Museu Judaico de Praga.

Clique nas fotos para ampliação!

Todas sinagogas, museus e inclusive cemitérios não tem entrada livre. E

paga-se inclusive para ter permissão de fotografar.

 

Valores para o combo PRAGUE JEWISH TOWN valido para 7 dias: CZK 480 (aproximadamente 17 €) + CZK 70 para fotos (aproximadamente 3 €).
Audioguia
mais infos: http://www.jewishmuseum.cz/en/info/visit/admission/

.

Mais sobre Josefov

Veja também o que a Corinne, do blog Meu Ponto de Partida,  escreveu sobre o castelo de Praga e também sobre Josefov!

sinagoga espanhola pragaMeu Ponto de Partida |Dois dias na bela Praga (Parte 2)Começamos a segunda parte da nossa breve viagem pela capital da República Tcheca com mais um dia de sol e muitas atrações. Visitamos o famoso castelo de Praga, o bairro judeu Josefov e demos mais um pulinho no centro histórico da cidade velha…Porque são tantos detalhes para conhecer por lá que nunca é demais, né? (leia mais)

 


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: