Gastos mochilão no Peru: Uma viagem de 23 dias (valor março/2017)

mochilão no Peru
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  


Quem nunca sonhou em fazer um mochilão no Peru? Esse é um dos destinos mais lindos da América do Sul e minha amiga Milena Machado acabou de retornar de lá com o marido Rogério e me enviou uma lista com os seus “gastos de um mochilão no Peru”. Os gastos estão atualizados para março/2017, porém vi pouca diferença em relação aos preços que pagamos em 2011 (exceto, claro, a conversão).


Então vamos lá:

Gastos essenciais do mochilão no Peru:

  • Passagem:

Eles compraram as passagens no ano passado (com o dólar alto) para viajar no carnaval deste ano. Encontraram uma promoção voando pela Avianca no qual as passagens de ida e volta para duas pessoas saiu R$ 2230,00 (contando as taxas).

O voo que ela fez foi SP-LIMA-CUZCO e o retorno foi CUZCO-BOGOTA-SP.

Eu fiz o mesmo percurso de uma forma diferente:  SP-LIMA-CUZCO /  LIMA – SP. Na época (2011), conseguimos uma super promoção da Tam. Voamos com milhas e ficou: 10 mil milhas o 1° trecho e 4 mil milhas o 2° trecho (isso mesmo! Você não leu errado).

  • Seguro viagem:

Muita gente economiza aqui e acaba não fazendo, mas é sempre bom fazer o seguro viagem para qualquer lugar que você vá (alguns locais é obrigatório fazer) e o Peru acho super importante:

1) porque você está em um país estrangeiro e merdas acontecem;
2) porque a altitude de alguns trechos no Peru é superior às que temos no Brasil (já ouviu falar no Soroche ou mal de montanha?) e muita gente passa mal.
3) porque você vai subir montanhas no Vale Sagrado, vai que (toc toc toc na madeira) você escorrega e se machuca?

Bom, eles fizeram aqui pelo site (neste link afiliado) e por sorte não precisaram utilizar. O site oferece valores de diversas empresas de seguro. Eu já fiz seguros com a April Core, GTA e Affinity.
Das 3, usei o serviço da GTA (entramos em contato via whatsapp e eles marcaram uma consulta para meu filho no dia seguinte – não era urgente) e com a Affinity. Entramos em contato por telefone e, como era emergência, no horário marcado apareceu uma médica no hotel.
Aconselho sempre pesquisar informações sobre a empresa. Caso você tenha tido uma péssima experiência com alguma agencia, conte tua história nos comentários!
O link acima é um buscador de preços de diversas companhias e ao fazer o seguro através dele, a empresa paga uma comissão ao blog :).

Plano escolhido: Travel Prata /  Seguradora: Travel Ace
R$ 131,52 cada
Total: 251.52
  • A moeda peruana

A cotação de março era quase 1 para 1 (agora em abril: 1 soles = 0,95 reais). Portanto, no orçamento irei considerar 1 soles = 1 real.
É melhor levar dólares para fazer a troca por lá (há diversas casas de câmbio na Rua del Sol). Eles fizeram inclusive troca de dinheiro para o taxi no aeroporto de Cuzco (ela tentou trocar em Guarulhos, mas os sacanas cobram R$ 50,00 de taxa!!!!! Em Cuzco não havia taxa).
Quando fui, havia um transfer gratuito oferecido pelo hostel. Não custa nada perguntar!

O roteiro  do mochilão no Peru:

Não sei se você ficou sabendo, mas o Peru sofreu muito com fortes chuvas neste mês de abril e eles estavam lá neste período. Por isso, o roteiro teve que ser alterado. Oficialmente, eles terminariam em Lima, mas acabaram ficando dois dias ilhados em Arequipa e por fim, decidiram retornar a Cuzco (de onde sairia o voo de volta).

O roteiro ficou assim:


1° dia: Cuzco Fim do Dia (noite em Inka Wild Hostel)
2° dia: Cuzco (noite em hostel – Inka Wild Hostel)
3° dia: Cuzco (noite em hostel – Inka Wild Hostel)
4° dia: Trilha Inka : saída do hostel as 5 da manhã – ida de van até o KM82 (noite barraca)
5° dia: Trilha Inka (noite barraca)
6° dia: Trilha Inka (noite barraca)
7° dia: Machu Pichu – até as 13 – Aguas Calientes até as 18 (noite em Cusco no Inka Wild Hostel)
8° dia: Cuzco (noite em Inka Wild Hostel)
9° dia: Cuzco (noite em Inka Wild Hostel)
10° dia:  Rota der Sol até Puno (noite no Cozy hostel)
11° dia: Titicaca – Uros (manhã) e Amantani (noite em Amantani com festa para turistas)
12° dia: Isla Taquile retorno para Puno por volta de 17:00 (noite no ônibus).
13° dia: Arequipa  – passeio pela cidade (noite no Hostel Mango)
14° dia: Arequipa – passeio pela cidade (noite no Hostel Mango)
15° dia: Colca (noite no hotel da excursão)
16° dia: Colca retorno para Arequipa  partida para Nasca adiada por causa da chuva, volta para o Hostel Mango.
17° dia: Arequipa – passeio pela cidade (noite no Hostel Mango)
18° dia: Arequipa – passeio pela cidade; partida para Nasca após liberação da estrada (noite no ônibus).
19° dia: Nasca – manhã para o sobrevoo e Ica a tarde (noite no ônibus)
20° dia: Cuzco – Mudança de planos por causa da chuva (noite em Inka Wild Hostel)
21° dia: Cuzco (noite em Inka Wild Hostel)
22° dia: Cuzco (noite em Inka Wild Hostel)
23° dia: Cuzco – retorno


Vale Sagrado (Cuzco – Machu Pichu)

Tem muita coisa bacana para fazer em Cuzco. A cidade e os arredores são maravilhosos. Você que está montando o teu roteiro, pode dar uma olhada nos posts que escrevi sobre minha ida em 2011:

Conhecendo o Peru em 18 dias

Algo que eu não fiz (por questão de tempo) foi a trilha inka e eles fizeram a de 4 dias até Machu Picchu e relataram no post abaixo:

A Trilha Inca de 4 dias para Machu Pichu

Imagem retirada do site oficial – Preços 2017 (clique para aumentar)

Em Cuzco eles ficaram em um quarto privado no Inka Wild Hostel, um “party-hostel”, sem cozinha, mas com bar e bem localizado.
A reclamação deles é que os quartos não são arejados (muitos não tem janela).

Em 2011 ficamos no El Tuco e na época gostamos muito. Mas anos depois li muita gente reclamando do local. Vale a pena pesquisar.

O Boleto turístico é um tipo de city pass que permite entrada para as diversas atrações no Vale Sagrado. Aconselho comprar o bilhete para 10 dias, mas apenas se você tiver interesse em entrar nas atrações listadas.

Valores em soles para Cuzco:

Hospedagem:
Inka Wild Hostel – quarto duplo com banheiro privativo: 174.00 soles na ida e 217 soles na volta


Passeios e atraçoes:
Trilha Inka:
510 dòlares (aproximadamente R$ 1590,00)
Boleto Turísticos:  130.00 soles
Museu Inka: 10.00 soles
Convento Catalina: 8.00 soles
Qoricancha:  15.00 soles
Centro Qosqo de Arte Nativo (show com dança típica) – 25.00 soles.
Tour Pisac. Olanta e Chinchero: 40 soles. Agendamos no hostel. Sem almoço incluído.Alimentação:
Em Cusco eles acharam menus simples que iam de 5 até 30 soles.Total aproximado sem alimentação: R$ 1600,00
  • Rota turística Cuzco Puno

Em 2011, como tínhamos pouco tempo, decidimos pegar um ônibus noturno até Puno. Não me lembro a empresa, mas fomos até a rodoviária (Terraporto) e procuramos as empresas que faziam aquele percurso (eles mostram fotos dos ônibus, mas não confiem 100%).
Como fomos muito em cima da hora, não conseguimos reservar o leito (e eu super aconselho).

Mas existe uma outra opção bem bacana que é seguir logo cedo pela empresa de ônibus turístico Rota del Sol. Eles saem logo cedo de Cuzco e param em várias cidades. 

Segundo a Milena, o valor do ônibus é negociável e é bom prestar atenção. No hostel queriam cobrar deles 80 soles pelo bilhete. Na rodoviária eles descobriram que custava 45 soles! O ônibus faz paradas e você entra nos locais se quiser (os valores das entradas não estão inclusas).

Ela gastou:

Valor ônibus: $45 almoço incluído

Atrações: 50 soles
(Iglesia San Pedro: 15 soles + Templo Raqchi: 20 soles + Museu de Pukara: 15 soles ).
A entrada nestes locais é opcional.

Total: R$ 95,00

Puno/Titicaca

Quando fomos, tivemos que diminuir um dia de nossa viagem por causa de um problema que tivemos em Cuzco; Por isso, fizemos a excursão de 1 dia que nos levava apenas para as ilhas flutuantes de Uros e para Taquile.

Na ocasião, dormimos no Marlon’s e gostamos; eles inclusive nos agendaram o passeio e o ônibus para Arequipa (mas a moça conseguiu vaga apenas no convencional. Não me lembro o nome da empresa, mas foi a pior noite que passei. A estrada é muito sinuosa e o ônibus cheirava mal).

A Milena e o Rogério tinham mais tempo e decidiram fazer a excursão de 2 dias, no qual se dorme na ilha Amantanì. Perguntei para a Milena o que ela achou e ela me disse:

“Adorei! Vale a experiência. Um detalhe é que em Amantanì a gente fica com a família só nas refeições e na festa, mas só tivemos contato com chefe da casa. Ele senta pra fazer a refeição conosco e o restante não. Segundo o anfitrião, eles são praticamente vegetarianos, só comem carne, se eu não me engano 2 ou três vezes por ano.”

Valores em soles para Puno/Titicaca:

Hospedagem:
Cozy hostel – quarto duplo com banheiro privativo: 86.00 soles (adoraram)

Passeios e Atrações:
Excursão de 2d 1n para Ilhas de Uros, Amantani e Taquille com refeição inclusa: 115  soles via hostel.

Transporte de Puno para Arequipa:

Eles foram pela Cruz del Sur: 52 soles; Valor para o ônibus convencional (com direito a lanche, cobertor, travesseiro e fone de ouvido)

Total aproximado: R$ 200.00 + R$ 52,00 do ônibus

Arequipa

Olha essa vista do Canion do Colca!!!!!

Arequipa é uma cidade linda e base para muita gente visitar os canyons do Vale do Colca e Vale dos Vulcões (um dos locais mais lindo que já visitei).

Quando fomos, era para nos hospedarmos no Marlon’s, mas chegamos às 5 da manhã e ninguém atendeu a porta! Vimos uns mochileiros saindo de um local e fomos até lá e tocamos campainha. Era o hostel Home Sweet Home; Nos colocaram em um quarto privativo que estava livre (conseguimos dormir um pouco) e negociamos valores, lavanderia e passeios quando acordamos.

Minha amiga teve um inconveniente: as fortes chuvas que caíram no Peru no mês de fevereiro/março. As estradas foram fechadas e eles tiveram que permanecer mais tempo em Arequipa! Cancelaram a ida para Lima e fizeram de última hora um bate e volta para Nazca e Ica.

Valores em soles para Arequipa:

Hospedagem:
Hostel Mango – quarto duplo com banheiro privativo: 155 soles

Passeios e Atrações:
Museu Andino: 20 soles
Excursão para o Vale do Colca (2d1n):  75 soles o passeio com a hospedagem + 40 soles da entrada do parque para estrangeiros.

Alimentação:
Arequipa é pouca coisa mais cara que Cusco: Eles acharam menus simples que iam de 15 até 30 soles.

Transporte de Arequipa para Nazca pela Cruz del Sur: 82 soles.  Valor para o ônibus convencional (com direito a lanche, cobertor, travesseiro e fone de ouvido)

Total aproximado sem alimentação: R$ 290.00 + R$ 82.00 do ônibus

Nazca e Ica

Eu fiquei tentada, mas decidi não ir para Nazca (morro de medo de avião! “teco-teco” então….); mas é possível pegar um ônibus noturno de Arequipa (o que fizemos) e chegar logo cedo apenas para fazer o sobrevoo. Foi essa a decisão da Mi e do Ro.

No entanto, segundo o relato de minha amiga, o passeio não valeu a pena para ela. Ela passou muito mal dentro do “teco-teco” e mal curtiu o passeio. Eles ficaram na cidade apenas para o sobrevoo. Para quem quer ver algumas linhas e não quer sobrevoar, pode ir até o mirante (valor por volta de 70 soles).

Depois de fazer o sobrevoo, eles pegaram um ônibus e foram para Ica passear pelas Dunas. Foi no maior esquema bate e volta. Eles chegaram na rodoviária, pegaram um taxi e foram para o deserto de Huacachina. Curtiram, retornaram para a rodoviária e pegaram um ônibus para Cuzco.


Valores em soles:

Passeios e Atrações:
Sobrevôo em Nazca: 80 pesos (pela Alas Peruans)  + 30 soles de taxa de embarque)
Passeio nas dunas em Ica: 35 soles + 3 de entrada.
Táxi  (ida e volta da Rodoviária de Ica até o deserto): 20 soles

Alimentação:
Eles foram para uma churrascaria de frango ao lado da rodoviária e gastaram 30 soles/pessoa.

Transporte de Nazca para Ica pela Cruz del Sur: 30 soles. Valor para o ônibus convencional

Transporte de Ica para Cuzco pela Cruz del Sur: 160 soles. Valor para o ônibus convencional (com direito a lanche, cobertor, travesseiro e fone de ouvido). 16 horas de viagem!!!!!

Total aproximado sem alimentação: R$ 138.00 + R$ 190.00 do ônibus

  • Valor Total sem alimentação (exceto quando o valor era incluso no pacote) para 2 pessoas (mar/2017):

CidadesValores
Passagem de Avião com taxas
Seguro Viagem simples
Vale Sagrado dos Incas
Puno/Titicaca
Arequipa/Vale do Colca
Nazca/Ica
Ônibus de viagem intercidades
R$ 2230,00
R$ 252,00
R$ 1600,00
R$ 200,00
R$ 290,00
R$ 138,00
R$ 420,00
Total:R$ 5.130,00

Salve este post dentro do Pinterest e siga nosso perfil! 🙂


 


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

12 thoughts on “Gastos mochilão no Peru: Uma viagem de 23 dias (valor março/2017)

  1. Rapaz…. completo e detalhado … agora uma curiosidade: não seria um roteiro corrido ou que deixa a pessoa cansada?

    A quem vc não recomendaria este roteiro?

    Interessante o fato de ser vegetariano, mas comer carne apenas 1 ou 2 vezes ao ano…

    Desde já obrigada!

    1. Olà VaneZa

      Minha humilde opinião (de quem jà passou dos 30 – hahahahaha): é cansativo sim!
      Hoje eu suporto no màximo 15 dias de viagem.
      Porém, principalmente no Vale Sagrado, o ideal é fazer tudo muito devagar, para ir se aclimatando. Ficar mais tempo em Cuzco pode ser o ideal.

      Quanto à gastronomia, não creio que seja um problema, pois me lembro de pratos maravilhosos com batata e milho, mas eles comem muita carne e peixe.

      Ah, e eu não recomendaria à pessoas super sedentàrias que detestam caminhar e que querem fazer tudo de carro.
      rs

  2. Adorei esse texto Ju. Ele é perfeito para quem pensa em ir ao Peru, como eu. Lembro que uns anos atrás pensei em ir e não achei nada tão bem explicado assim. Léo tem muita vontade de ver as linhas de Nazca e ai tem infos importantes.

    Em tempo: que interessante a história sobre o contato apenas com o chefe da casa! 🙂 bjuus

    1. Ana, eu amei o Peru e do pouco que conheço da Am. do Sul, digo que é o paìs mais lindo que visitei por aqui. Vale muito a pena!
      O roteiro que a Mi fez foi um pouco do que eu fiz, mas não tive coragem de ver as linhas. Me lembro que enquanto eu me decidia, li que um grupo de franceses havia falecido na queda do teco-teco e desisti de vez!
      hahahahaha
      Mas para quem ama natureza, o paìs inteiro é encantador!
      😉

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: