Petiscando no Fangas Mercearia & Bar – Coimbra

Fangas
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  


Petiscando no Fangas Mercearia & Bar

Clique e salve este post no Pinterest!

Nossa passagem por Coimbra foi breve e rápida. Aqui, almoçamos no centro histórico da cidade, um pouco abaixo da catedral da Sé Antiga, em um restobar chamado Fangas Mercearia e Bar.

O local que fomos era pequeno, com poucas mesas e bastante agradável.
Chegamos ali às 14h, duas horas antes do local fechar (mas reabre para o jantar) e tinha apenas uma mesa livre. Na época,  nos disseram que eles abririam na mesma rua o “Fangas maior”, mesma cozinha, mas em outro espaço! Vale checar!
😉

Olhamos o menu e vimos que eles faziam algo parecido com um menu degustação (chamado Misto de 4 sabores) e como não sabíamos o tamanho das porções, pedimos 2.

Assim como em outros locais que aceitam esses menus, a escolha dos pratos é por conta do chef! Disse apenas o que eu não poderia comer por causa da gravidez e o que queríamos provar petiscos típico português!

Para beber, O Thi escolheu uma taça de vinho Tinto (Douro, Quinta do Soque e depois Dão, da Quinta das Marias) e eu uma Gasosa de limão e depois uma de groselha (suco com água com gás, estilo soda italiana). Como entrada, pãezinhos e azeite com alho.

Veja também: Conhecendo a cidade universitària de Coimbra

Quando escrevi acima “pratos”, quis dizer refeição! E’ que o local não serve propriamente “pratos”, mas diversos tipos de petiscos.

A ideia, segundo nos disseram, é estranha para moradores e para alguns turistas, que aguardam pratos únicos! Mas vou ser sincera, mesmo para almoço a ideia me agradou bastante.

A primeira degustação continha uma cesta de pães e 4 porções com:  batata recheada de queijo fresco (eu, amante de batata, achei divina!), fatias de queijo de cabra temperado (também deliciosa), alheira (uma “invenção” portuguesa maravilhosa. Trata-se de um enchido de varias carnes, geralmente de caça), filé de sardinha (o prato mais tradicional do país).

A segunda degustação, que veio ao mesmo momento que a primeira, continha um pastel de requeijão com tomate cereja (parece mais um rolinho primavera!
E’ bem saboroso, mas achei pesado no alho), cogumelos com queijo fresco e temperos (o Thiago adorou, eu nem tanto, mas não sou fã de cogumelo!), tomate com toucinho fumado e amêndoas (uma delícia) e por fim, a maior surpresa da degustação: pimentão com toucinho fumado.
Por que digo surpresa?
Porque tanto eu, como o Thiago deixamos este petisco por último por ser aquilo que talvez fizéssemos careta e deixássemos no prato, mas o sabor é tal delicado e saboroso que simplesmente amamos!
Super aconselho!

Após esta sequência de petiscos, fomos para a sobremesa.

O primeiro, um bolo de chocolate com nozes e vinho do porto (lembrava bastante o nosso “pettit gateau”, mas sem o creme interno) e um doce de ovos com amêndoas. Chocólatra que sou, fiquei com o primeiro! 🙂

Por fim, todos já tinham se retirados e pedi permissão para fazer algumas fotos do local. Para nos despedir, Thiago bebeu mais uma tacinha de vinho (e eu sempre degustando – rs), desta vez um Bairrada, da região, um vinho da Quinta dos Abibes.

Preços: Depende, claro, do que for pedido, mas sai uma média de 15 a 18€.

Reservas: Por ser pequeno, aconselho fazer reservas. Vimos que em Portugal o uso do FACEBOOK para reservas é muito frequente e creio que seja possível reservar por ali também.

Endereço:
Rua Fernandes Tomas, 45-49 |Coimbra +351 93 409 36 36
https://www.facebook.com/FangasMerceariaBar
http://fangas.pt/pt


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: