Verona: Muito além de Romeu e Julieta

Verona
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Verona é uma cidade e província veneta com cerca de 256.110 habitantes. É banhada pelo rio Adige e dista 30 quilômetros do Lago de Garda.
Cidade que é patrimônio humanidade pela UNESCO, Verona é um maravilhoso exemplo de cidade que se desenvolveu progressivamente e sem interrupções durante dois mil anos, integrando elementos artísticos de altíssima qualidade dos diversos períodos que se seguiram, representa também, em um modo excepcional o conceito de uma cidade fortificada em etapas determinantes da história europeia.

O que ver em Verona

Mapa reduzido do centro histórico de Verona
Mapa reduzido do centro histórico de Verona
Facilidade: A prefeitura de Verona criou um bilhete chamado VERONA CARD. Com esse bilhete é possível entrar em todos os monumentos, museus, teatros, castelos e igrejas do circuito; É possível encontrar esse bilhete em hotéis, informações turísticas e nos locais a ser visitado.
  • Piazza Bra

Piazza Bra é um charmoso espaço público bem no coração do centro histórico de Verona, na companhia de nada menos que o belíssimo anfiteatro romano, prédios históricos e coloridos.
A praça é repleta de restaurantes, lanchonetes, sorveterias e bares, além de arborizados pontos de repouso para curtir o visual.
O nome da praça é a contração da palavra “breit” que significa largo em alemão.
 Turistandoin Italia Verona (3)
  • O Arena de Verona

A famosa Arena de Verona é um anfiteatro romano bastante conservado e que, graças a sua impressionante acústica, é um excelente local para a realização de shows e concertos. Acredita-se que a sua construção se deu entre a segunda e a terceira década do século I, entre o fim do período Augusteo e o início do período Tiberiano;

Com capacidade para 30.000 expectadores, no passado hospedava espetáculos de lutas entre gladiadores. A fachada era originalmente de pedra calcária, branca e rosada, originária de Valpolicella. Depois de um terremoto que ocorreu em 1117 e que quase destruiu o anel exterior, a Arena foi utilizada como pedreira para outros edifícios. As primeiras intervenções de restauro aconteceram no Renascimento e tiveram por objetivo recuperar sua a funcionalidade para representações teatrais.
Horário de Abertura: terça a domingo das 8h30 às 19h30; Segunda das 13h30 às 19h30
Como chegar:  A pé, do centro histórico; o Arena é na Praça Bra.
  • Castelvecchio

Turistandoin Italia VeronaOriginariamente chamado de Castello di San Martino in Aquaro, o Castelvecchio abriga hoje o Museo Civico di Castelvecchio, o mais importante monumento militar da signoria Scaligera.
Atualmente distinguem-se três partes: a Corte della Reggia scaligera, a Corte d’Armi e a Corte del Mastio, hoje bastante transformada. Entre a Corte del Mastio e a Corte d’Armi ergue-se muralhas que se estendem da Torre dell’Orologio à margem do Ádige, próximo a Ponte Scaligero.
Para apreciar: Ao entrar no castelo é possível subir e caminhar nas estruturas da muralha, obtendo assim, uma maravilhosa visão da cidade e do rio Adige.
Entrando nas estruturas do castelo, encontramos o Museu Cívico, instalado no Castelo depois de obras de restauro efetuadas pelo arquiteto Carlo Scarpa entre 1959 e 1973. Este museu realça o exterior do edifício e os objetos expostos. O museu expõe uma coleção de estátuas, pinturas, armamentos antigos, cerâmicas, trabalhos em ouro e alguns sinos antigos.
Horário de Abertura: terça a domingo das 8h30 às 19h30; Segunda das 13h30 às 19h30
Como chegar: caminhando da praça Bra ou com os ônibus n° 21, 22, 23, 24, 31, 32, 33, 41, 61, e 62. Parada Corso Cavour
Ponte Scaligero vista do alto do muro do Castelvecchio
Ponte Scaligero vista do alto do muro do Castelvecchio
  • Ponte Scaligero 

Turistandoin Italia Verona (1)Construído em tijolo vermelho (como todos os monumentos medievais de Verona) e em mármore branco na parte inferior, a ponte, que faz parte da fortaleza de Castelvecchio, foi construída entre 1354 e 1356 por ordem de Cangrande II para diminuir o caminho que o mesmo levava para o lado campestre.

Como muitas pontes, igrejas e castelos, esta ponte foi totalmente destruída na 2ª guerra mundial pelos alemães e restaurada fielmente nos anos seguintes (com exceção da torre do lado esquerdo, que já havia sido destruída pelos franceses séculos atrás).

Lendas:  Dizem que, o projetista, inseguro da resistência da ponte dada a audácia de suas formas, estava em cima de um cavalo do outro lado da ponte na hora da inauguração pois, caso a ponte desabasse, ele sairia correndo.

  • Piazza delle Erbe

A praça mais antiga de Verona, projetada em cima do centro político e econômico romano, onde edifícios medievais lentamente tomaram lugares àqueles edifícios, hospeda hoje uma colorida e diversificada feira de frutas e verduras.

Para apreciar: A praça, de formato retangular, é ocupada por alguns monumentos interessantes. O mais antigo é a fonte “Madonna Verona, datada da época romana (380 d.c). Outro monumento interessante é o Capitello ou tribuna, datado do século XIII.
Turistandoin Italia Verona (5)

Na frente do palácio Maffei é possível apreciar uma imensa coluna em mármore branco com a presença do Leão de São Marco, símbolo da República de Veneza.

Saindo dos monumentos e apreciando os prédios, do lado norte da praça é ocupado pelo antigo Palazzo del Comune (foi sede da prefeitura e por um longo tempo, Corte de Assis.

Em 1447 foi construída a “Scala della Ragione” embaixo da torre dei Lamberti), pela Torre dei Lambertiuma torre medieval com 84 metros de altura, permitindo uma visão panorâmica de 360° de toda a cidade (vale muito a pena conhecê-la), pela casa dos juízes e casa dos Mazzanti.

Do lado oeste é fechado pelo barroco Palazzo Maffei, adornado de diversas estátua gregas (Giove, Ercole, Minerva, Venere, Mercurio e Apollo). Do lado sul, surge a Casa dos Mercantes (ou Domus Mercatorum), onde hoje é a sede da Banca Popolare di Verona.

Horário de Abertura Torre dei Lamberti: diariamente das 8h30 às 19h30
  • Casa da Giulietta

Turistandoin Italia Verona (6)A casa da Julieta é um prédio de origem  medieval, em estilo gótico, situado na rua Cappello, a pouca distância da Piazza delle Erbe.

Palco da tragédia de Shakespeare, a casa, que segundo historiadores, foi pertencente à tradicional família dos Cappelleti, virou atração turística.

Em seu pátio (acesso livre), é possível ver a famosa sacada e uma estátua em bronze da Julieta.Tradição:  Assim como girar o corpo pisando na genitália do Toro em Milão, diz a lenda que, quem colocar a mão no seio esquerdo da Julieta (presente no pátio da casa – entrada livre) terá muita sorte no amor.

Lendas e curiosidade: Existiu sim, em Verona, duas famílias poderosas de sobrenomes Cappelleti e Montecchi. Há menção de seus sobrenomes na Divina Comédia de Dante Alighieri (Purgatório, VI v. 105-107), além do brasão na família na porta desta casa. No entanto, não existe nenhum registro de inimizade entre essas duas famílias.
Horário de Abertura: terça a domingo das 8h30 às 19h30; Segunda das 13h30 às 19h30


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

2 thoughts on “Verona: Muito além de Romeu e Julieta

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: