O que ver em Sampa (trajeto 1 – Centro)

centro de São Paulo
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Conhecendo o centro de São Paulo

Vou começar meus roteiros pela minha parte preferida: O centro de São Paulo! Sei que muita gente não gosta do centro, mas isso aqui é lindo demais. Pena que seja largado e sujo.

Trajeto 1: Praça de Sé e centro velho (mapa no final do post)

O meu roteiro irá iniciar no marco zero de SP, a Praça da Sé, com a imponente catedral da Sé ao fundo (info wikipedia)!
Para chegar até aqui, o melhor caminho é o metrô. Mas há vários ônibus que circulam pela cidade e passam em frente da igreja (a maioria com o nome Largo São Francisco).
Ainda na praça, do lado oposto à igreja, há um imenso prédio preto: o Centro Cultural da Caixa.
Há sempre alguma exposição, mas vale a pena dar uma olhada no acervo que eles mantém no local (info wikipedia)!
Daqui, o caminho mais interessante é seguir sentido Pateo do Colégio.
Aconselho seguir o caminho que circulei no mapa, passando por trás do Centro Cultural (mas pegando a ruazinha ao lado também dá certo).
Solar da Marquesa de Santos

Essa ruazinha (hoje, Roberto Simonsen, no passado, Rua do Carmo) esconde traços da SP antiga, com destaque para:
* o Solar da Marquesa de Santos (info wikipedia)
* a Casa numero 1 (info wikipedia)
* o Beco do Pinto 
* e claro, para o  Pateo do Colegio, local da primeira construção de São Paulo (info wikipedia).

Esse complexo é administrado pelo Museu da Cidade de Sao Paulo. Os locais estão abertos de terça a domingo, das 9h às 17h. Segundo o site, há serviço educativo no local e a entrada é franca.

Parêntese 1: Saindo um pouco do meu roteiro, descendo a ladeira Porto Geral, você pode se muvucar na famosa 25 de março, mas como você é turista em SP, o melhor é seguir a rua da Boa Vista até o mosteiro de São Bento.
😉
Destaque os edifícios do Banco do Brasil (esq), Altino Arantes (O Banespao, ao centro) e Martinelli (dir). Foto Wikipedia

Mas antes de ir até o mosteiro, que tal tentar subir no 2° maior prédio de SP, o edifício Altino Arantes (info wikipedia), mais conhecido como Banespão?

Você poderá continuar o caminho pela rua da Boa Vista, ou tentar entrar nas ruas do centro (pelo mapa, entrei na XV de Novembro) e apreciar os prédios antigos que ainda restam na cidade (visível apenas a partir do 2° andar) até chegar no Banespão (ele é imenso, difícil não vê-lo).
O ruim é que a visitação do mirante ocorre apenas de segunda a sexta, das 10h às 15h; exceto feriados!

Deste ponto, retorne à rua Boa Vista para chegar até o complexo do Mosteiro de São Bento (info wikipedia).
Destaques para:
* as missas com canto gregoriano;
* os pães, doces e para a geléia de amora vendida na padaria do mosteiro;
* e o Brunch que ocorre todo último domingo do mês (veja aqui como adquirir ingresso).

Parêntese 2: Após o mosteiro, há a zona da Santa Efigênia, com produtos eletrônicos mais baratos. Destaque para a igreja da Santa Efigênia e para a ponte, que permite uma bela visão dos prédios do centro de SP. Porém, seja turista e volte a zanzar pelas ruazinhas fechadas (chamamos de calçadão).

Prédio do CCBB na Alvares Penteado x Quitanda

O caminho que circulei no mapa te levará para o Largo do Café (info wikipedia), que além dos prédios históricos da época dos barões do café, há também o prédio da bolsa (essa região está bem servida de restaurantes, mas que não abrem aos domingos)

Neste meinho, uma parada obrigatória é o prédio do CCBB (info wikipedia).
Há sempre uma mostra, uma peça para se ver ou simplesmente uma voltinha no prédio!
Há no térreo um cafezinho bem charmoso (e caro) no local! O café Espresso deles é muito bom e o bolo gelado da vovó derrete meu coração (mas o bolo fresco, cortado na hora. O que vem embalado é super doce)!

Daqui, siga sentido a Praça Patriarca (info wikipedia), com vista para o prédio Matarazzo (info wikipedia), hoje sede da da Prefeitura de SP e da igreja de Santo Antônio (info wikipedia), considerada a igreja remanescente mais antiga de SP.Deste ponto, você pode seguir a rua São Bento até o Largo São Francisco (info wikipedia), com a antiga igreja (info wikipedia) e com a famosa faculdade de Direito (info wikipedia) e de lá retornar para a Sé, ou pegar o Viaduto do Chá, que mostrarei no próximo roteiro.


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

One thought on “O que ver em Sampa (trajeto 1 – Centro)

  1. Ju, o centro de SP é realmente muito bonito uma pena que seja tão mal cuidado. Tão sujo e tão fedido fica muito dificil atrair mais turistas (sem contar o perigo =x).

    Eu sou apaixonada pela Catedral da Sé, quando entrei pela primeira vez fiquei impressionada, pois a gente sempre tem aquele pré-conceito com tudo está em um lugar mal cuidado e pq não dizer pré-conceito com as coisas do Brasil (Sim, infelizmente isso é vrdd).

    Eu morro de vontade de participar do brunch do Mosteiro de São Bento, deve ser incrível.

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: