Circulando por Buenos Aires (ônibus, metro e táxi)

Circulando por Buenos Aires
Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  

Tranfers do Aeroporto de Ezeiza para o centro

Bom, ao chegar em Buenos Aires pelo aeroporto de Ezeiza, você tem algumas opções interessantes de transporte. Um deles é o bus Manuel Tenda Leon, que cobra aproximadamente Ar$ 80 por pessoa para chegar até o centro (valor de 2013, chequem atualizações no site). No site também  possível ver os horários de partida dos ônibus.
Se você estiver em grupo, chegar em BsAs fora do horário do bus ou quiser mais conforto, outro meio é pegar um taxi. Existem várias companhias, mas nós usamos a companhia de Taxi Ezeiza, que pode ser agendado via internet. O preço depende de onde você vai se hospedar (para o Centro custa Ar$ 250.; para o Aeroparque Ar$ 270 e para San Isidro Ar$ 295.). E se você decidir retornar para o aeroporto com eles, há uma tarifa mais em conta (Ar$  195).
Pagamos no guichê do aeroporto em Real. Foi um pouco mais caro (R$ 120,00) pois íamos para 2 destinos diferentes no mesmo bairro, mas mesmo assim, valeu a pena!
Aliás, falando em dinheiro, agora, em 2013, foi muito melhor levar dólares ou reais e trocar com o pessoal na rua ou conhecidos que morem lá. Há restaurantes que preferem a nossa moeda!


E dentro da cidade?

Você já deve ter lido ou ouvido falar que os meios de transportes urbanos na Argentina são econômicos, mas velhos. E é verdade!

 

Uma das promessas do atual governo do país é de subsidiar o meio de transporte e, por causa disso, não há dinheiro suficiente para melhorias.
Apesar de velhos, não são ruins. E o bom: é realmente barato, inclusive para o turista.
Explico: existe um cartão para o cidadão e neste cartão a passagem é bem mais em conta que o barato para nós.
😉
 

Ônibus ou Colectivos

Turistandoin Argentina Buenos Aires (4)O preço do ônibus é por Km e depende do local para onde vai. Você terá que indicar para o motorista na entrada e pagar direto para ele.
Um problema: só aceita moedas!!!!! E fomos em uma semana de greve dos caminhoneiros e, por algum motivo, os bancos estavam sem moedas. Resultado: sufoco para pegar ônibus!
Aliás, outra questão: o trânsito.
Como eu disse, fomos em uma época de greves de caminhoneiros e estes decidiram parar seus imensos caminhões atrás da Casa Rosada, que está no centro da cidade! E com isso, todo trânsito congestionado!
Quisemos pegar bus de Palermo até a Boca para que nossos amigos vissem a cidade por cima, e acabamos perdendo muito tempo parado (de metro teria sido mais fácil, pois aceitava dinheiro e mais rápido!!!!)

 

O metro tem preço único de 5 pesos (R$ 1,60) e linhas de dar inveja a qualquer paulistano sofredor. São varias linhas, algumas estacão próximas das outras e com possibilidade de, através de um corredor, fazer baldiações. A maioria dos trens são antigos e grafitados (que em movimento pode gerar lindas e curiosas fotos).
Aconselho a escolherem hotelhostel nas proximidades de uma das estacões.

Veja que maravilha:

Apenas para se “encontrarem” no mapa, a Casa Rosada está na estacão Plaza de Mayo, mas também pode ser pela Catedral, PerùBolivar.

Turistandoin Argentina Buenos Aires (2)

Táxis

Táxis também são baratos, mas ouvi relatos de taxistas que dão troco errado ou que circulam demais para faturar mais $$.
A questão é: vale a pena! Tanto que, no horário de pico é uma luta achar um vazio!
Dicas: não espere um táxi em um ponto de ônibus. Eles são proibidos a parar lá!
Outra super preciosa: tenha o endereço do cruzamento e não do nome da rua com a numeração. Acaba sendo muito melhor que o endereço completo. Desta forma, o taxista cai direto para o local sem ficar rodando os quarteirões (pode parecer enrolação, mas o taxista que nos levou do aeroporto até o apto de nossa amiga se perdeu e ficou girando pelos quarteirões. Se a corrida não tivesse um preço único e fechado, iria achar que ele estava nos enganando!)
Se quiser ter uma noção do preço, no site http://www.viajoentaxi.com.ar/ você consegue simular uma “corrida” e deduzir o preço.
Apenas para ajudar
Bandeira 1 (6h até às 22h): AR$ 10 ao entrar e mais AR$ 1 a cada 200 metros (= a um quarteirão)
Bandeira 2: (22h até às 6h): AR$ 12 ao entrar e mais AR$ 1,20 a cada 200 metros


Gostou? Compartilhe este texto:
  •  
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •   
  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Antes de viajar, não se esqueça de fazer o seu seguro viagem conosco. Use o cupom TURISTANDOIN5 e receba 5% de desconto. Aproveite e faça a reserva de hotel e do aluguel de carro conosco. Se quiser, entre em contato conosco. Fazemos todas as reservas de tua viagem gratuitamente.


About Juliana (www.turistando.in)

Sou a mãe do Léo quase full-time, professora de italiano (por algumas horinhas), esposa de um doutorando (que me deixa maluca) e, claro, a faz-tudo do Turistando.in!

Gostou? Tem dúvidas? Nos deixe uma mensagem: